Transformação digital no Governo de MS traz evolução no sistema de contratos

Divulgação

Compartilhe:

A SAD (Secretaria de Estado de Administração) apresentou nesta quarta-feira (24), as Diretrizes do Sistema de Contratos Eletrônicos aos servidores das Unidades da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual. O evento aconteceu no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, Auditório Germano Barros de Souza.

A secretária de Administração, Ana Nardes, abriu o evento destacando a necessidade de mudança de cultura em relação à transformação digital e a importância da adaptação dos servidores à ferramenta. O Sistema Eletrônico de Contratos é uma plataforma de controle e acompanhamento dos contratos administrativos, seus aditivos e instrumentos similares.

“A tecnologia foi desenvolvida a partir da necessidade de modernizar a gestão de contratos, é uma evolução do sistema atual. A plataforma vai centralizar todos contratos, o que resultará em uma gestão mais ágil e com controle mais eficiente, garantindo a observância ao princípio da transparência e economicidade no processo”, garantiu.

O uso do meio eletrônico para a fase de execução contratual é de caráter obrigatório na gestão de contratos e deverá observar as regras de transição, ressaltou a titular da SAD durante o evento.

A SAD (Secretaria de Estado de Administração) apresentou nesta quarta-feira (24), as Diretrizes do Sistema de Contratos Eletrônicos aos servidores das Unidades da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual. O evento aconteceu no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, Auditório Germano Barros de Souza.

A secretária de Administração, Ana Nardes, abriu o evento destacando a necessidade de mudança de cultura em relação à transformação digital e a importância da adaptação dos servidores à ferramenta. O Sistema Eletrônico de Contratos é uma plataforma de controle e acompanhamento dos contratos administrativos, seus aditivos e instrumentos similares.

“A tecnologia foi desenvolvida a partir da necessidade de modernizar a gestão de contratos, é uma evolução do sistema atual. A plataforma vai centralizar todos contratos, o que resultará em uma gestão mais ágil e com controle mais eficiente, garantindo a observância ao princípio da transparência e economicidade no processo”, garantiu.

O uso do meio eletrônico para a fase de execução contratual é de caráter obrigatório na gestão de contratos e deverá observar as regras de transição, ressaltou a titular da SAD durante o evento.

Raquel dos Passos, Comunicação SAD