Temporal deixa deixa quatro mortos no RJ e causa estragos na capital e na Baixada Fluminense

Reprodução/TV Globo

Compartilhe:

A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros confirmaram na manhã deste domingo (14) que quatro pessoas morreram na cidade do Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense após as fortes chuvas que atingem o município desde a noite de sábado (13). Uma mulher está desaparecida.

Os óbitos ocorreram nos bairros de Ricardo de Albuquerque e Acari, na zona norte do Rio, e nas cidades de São João de Meriti e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Um dos mortos era um homem que foi vítima de um desabamento provocado por um deslizamento de terra na madrugada de hoje na rua Moraes Pinheiro, em Ricardo de Albuquerque.

Em Acari, uma mulher foi encontrada morta na rua Matura. Segundo a Defesa Civil, provavelmente ela foi vítima de um afogamento. Os nomes dos mortos não foram informados.

Ainda estão sendo feitas buscas por uma mulher que teria desaparecido após a queda de um carro no rio Botas, em Belford Roxo, na Baixada Fluminenese, na noite de ontem. Não há detalhes, até o momento, dos óbitos em São João de Meriti e Nova Iguaçu.

O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) informa que o risco hidrológico é alto ou muito alto na capital, nas regiões metropolitana, Serrana, Sul, Noroeste, Costa Verde e na Baixada Fluminense, com propensão a alagamentos e inundações. No restante do estado, o risco é baixo a moderado.

Considerando a possibilidade de deslizamentos de terra, o risco é alto ou muito alto na capital, nas regiões metropolitana, Serrana, Sul, Costa Verde e na Baixada Fluminense.

CNN