Sessão solene na Câmara de Dourados homenageia memórias e legados

Marcelo Mourão reuniu amigos e familiares de pessoas homenageadas com nomes de ruas em Dourados Foto: Francielle Grott/CMD

Compartilhe:

Na noite de terça-feira (05), a Câmara Municipal de Dourados foi palco de um momento tocante e significativo, com a realização de uma sessão solene proposta pelo vereador Marcelo Mourão (Podemos). O evento foi uma celebração alusiva ao Dia da Saudade, destacando e honrando as memórias de pessoas que já faleceram e foram imortalizadas por meio da atribuição de seus nomes a ruas da cidade.

Durante a sessão solene, foram relembradas as trajetórias e contribuições desses indivíduos para a comunidade douradense. Suas histórias foram compartilhadas e suas realizações destacadas, ressaltando o legado deixado por cada um deles.

“Este momento de reflexão e reconhecimento reforça a importância de preservarmos a memória daqueles que nos antecederam, valorizando seus feitos e mantendo vivas suas histórias para as gerações futuras”, destacou Mourão.

Para o vereador, a sessão solene na Câmara de Dourados foi “um verdadeiro tributo àqueles que, mesmo ausentes fisicamente, permanecem presentes em nossas lembranças e no tecido da nossa cidade”.

Em seu discurso, Marcelo Mourão destacou que atribuir nomes de ruas a pessoas falecidas transcende um simples ato. Para ele, essa prática é uma forma de reconhecimento e valorização das histórias e contribuições que essas pessoas deixaram para a sociedade e para a cidade. “É uma maneira de eternizar suas memórias e de reconhecer o impacto positivo que tiveram em nossas vidas”.

Essas homenagens não apenas marcam a paisagem urbana, mas também resgatam e preservam legados importantes, inspirando-nos a seguir em frente com os valores e ideais que essas figuras representaram em vida.

“A sessão solene foi um momento de reflexão e gratidão, onde se reafirmou a importância de recordar e honrar aqueles que já partiram, mantendo viva sua influência e inspiração em nossas vidas e na comunidade como um todo”, concluiu o vereador.