Servidor “sangue bom”: Câmara organiza mutirão de doação de sangue

Divulgação

Compartilhe:

Antecipando as comemorações do Dia Nacional do Doador de Sangue, que ocorre anualmente em 25 de novembro, os servidores da Câmara Municipal de Dourados foram à Hemorrede do Estado do Mato Grosso do Sul (Rede Hemosul MS), terça-feira (21) quarta-feira (22), para fazer suas doações. Os homens podem doar a cada dois meses (com limite de quatro doações anuais) e as mulheres a cada três (máximo de três doações ao ano).

A campanha de doação por parte dos servidores públicos é organizada pela Escola do Legislativo Professor Wilson Valentim Biasotto (Eled), em uma iniciativa proposta por Aurelio da Silva Alencar, intérprete de Libras, que doou terça-feira – como faz desde 1990. A intenção é de que se torne um programa permanente para estimular os colaboradores da Casa de Leis e a população em geral a rotineiramente doar sangue.

O presidente da Eled, vereador Sergio Nogueira (PSDB), doa sangue há 40 anos, além de ser cadastrado como doador de medula e se declarar doador de órgãos e tecidos. Também compareceu hoje para colaborar, afinal acredita na força do engajamento… “É possível, através dessa ação, reverberar a importância de salvar vidas, uma vez que vereadores e servidores precisam ser exemplo para a população, incentivar pessoas”, declara o parlamentar.

Feliz com a atitude dos servidores, Márcia Regina Tinós, gerente da Hemosul em Dourados, agradece à Câmara. Para ela, a ação voluntária “é de extrema importância”, uma vez que abastece o estoque do hemocentro, cujas bolsas são destinadas diariamente para pacientes de hospitais de Dourados e de dez cidades da região. “Precisamos de doações constantemente, porque nossos hemocomponentes [concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, plasma e crioprecipitado] possuem data de validade”.