Seminário sobre turismo sustentável e novas alternativas de financiamento será nesta segunda

Compartilhe:

Com foco no turismo sustentável, o Governo do Estado realiza nesta segunda-feira (20) o seminário que discute a ação climática no setor (turismo) e as perspectivas de financiamento às empresas que buscam reduzir e neutralizar a emissão de carbono. O evento será no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, a partir das 9h.

A segunda edição do seminário é promovida pela Fundtur (Fundação de Turismo de MS) e Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), em parceria com a Green Initiative. O evento será híbrido, com palestras presenciais e virtuais de diferentes locais do mundo, como Espanha e Chile.

As atividades começam a partir das 9h, com programação até às 17h, no auditório Germano Barros de Souza. Durante todo o dia serão discutidas iniciativas de cooperação técnica, além de financiamento nacional e internacional para impulsionar a agenda climática no turismo.

Serão apresentadas ações que podem auxiliar na jornada para destinos e empresas turísticas que vão contribuir com a “descarbonização” do setor, que significa reduzir a emissão de gases causadores do efeito estufa. Mato Grosso do Sul inclusive tem a política do Estado Carbono Neutro até 2023.

Vão participar representantes da ONU Turismo, Ministério do Turismo, Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo), Banco do Brasil, BNDES e BID.  O evento tem como público alvo lideranças estaduais e municipais, universidades, associações, trade turístico e público em geral.

De acordo com a organização do seminário, o objetivo é sensibilizar e apresentar iniciativas que possam ajudar na jornada sustentável do turismo.

Atenção imprensa: O diretor-presidente da Fundtur, Bruno Wendling e o secretário executivo de Meio Ambiente, Artur Falcette, vão fazer o atendimento à imprensa às 8h30, antes de começar o evento.

Data: 20 de maio
Horário: 9 horas
Local: Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo

Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS