Quedas de energia elétrica em Bonito exige manutenção geral e aumento da potência em toda a rede, defende Renato Câmara

Deputado Renato Câmara defende na ALEMS melhoria da distribuição de energia elétrica para a população de Bonito. Foto: Assessoria/Agência ALEMS

Compartilhe:

Atento aos principais problemas enfrentados pelas comunidades sul-mato-grossenses, o deputado estadual Renato Câmara (MDB) abordou, durante sessão plenária da Assembleia Legislativa de MS, a constante queda de energia elétrica que há anos ocorre no município de Bonito. “Estamos solicitando providências urgentes por parte da Energisa, para que realize serviço de manutenção geral e, também, aumente a potência da energia elétrica em toda rede existente no município de Bonito”, afirmou Renato Câmara.

 

“Esta demanda é antiga e, desta vez, trata-se de um pleito encaminhado pela Câmara Municipal de Bonito através do Ofício nº 1615/2024, de autoria do vereador Lucas Leandro Paes, que, por sua vez, sintetiza uma reclamação geral da população que, por incontáveis vezes tem ficado sem energia elétrica em suas residências, comércios e empresas. É um problema que a concessionária precisa resolver com investimentos na modernização do sistema de distribuição”, argumenta o deputado em Indicação endereçada ao diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes Monteiro.

 

De acordo com informações do vereador Lucas Paes, a população do município tem sido frequentemente prejudicada por constantes quedas de energia, demandando muitas vezes longos períodos para a normalização do fornecimento. “Diante das informações entendemos que é de suma importância a realização da substituição dos fios e transformadores antigos que reiteradamente entram em curto circuito e provocam a queda da energia, bem como aprimorar o serviço prestado aos consumidores”.

 

Finalizando, Renato Câmara considera que para garantir o fornecimento adequado de energia elétrica e, desta forma melhorar a qualidade de vida da população que reside nessa região, é necessário o urgente atendimento da presente demanda. “Aliás, os usuários pagam pelos serviços prestados e têm direito a uma energia elétrica contínua, ao mesmo tempo em que Bonito, por ser a principal cidade turística do Estado precisa atender melhor seus visitantes e turistas com energia elétrica de qualidade”, alerta o vice-presidente da ALEMS.

 

(Roney  Minella – Assessoria Parlamentar)