Prefeitura promove ação de prevenção e rastreamento do câncer de boca

Divulgação

Compartilhe:

A Sems (Secretaria Municipal de Saúde) de Dourados, por meio da Coordenação de Atenção à Saúde Bucal, promove, na próxima segunda-feira (27), uma ação especial de exames, orientações e prevenção do câncer de boca junto à população de Dourados.

O atendimento acontece no Odonto Móvel que estará na Praça Antônio João a partir das 8h até às 12h com a equipe de Saúde Bucal realizando exames voltados à detecção de lesões suspeitas que possam levar ao câncer de boca. Haverá também distribuição de material educativo voltado para a prevenção das doenças da boca, dentição saudável e higienização bucal. Não há necessidade de agendamento e basta comparecer ao local para ser atendido.

Apesar desta ação específica, o exame pode ser realizado também pelos cirurgiões-dentistas nas diversas Unidades Básicas de Saúde do município, que atendem de segunda a sexta-feira, a partir das 7h30. 

De acordo com o coordenador de Saúde Bucal da Sems, o cirurgião-dentista Sérgio Henrique Martins Rôas, o exame é recomendado para pessoas acima de 40 anos e que fazem uso de álcool ou cigarro. “Pessoas que possuem feridas na boca, lábios ou garganta que não cicatrizam a mais de duas semanas também precisam passar por uma avaliação do caso”. Segundo ele, um hábito importante e fundamental na prevenção do câncer de boca e no diagnóstico precoce é a visita anual regular ao cirurgião-dentista para ver sua condição de saúde bucal. “Nestas visitas, a população é orientada de como prevenir a doença e manter a saúde bucal”, completa.

Saiba Mais

Segundo o Ministério da Saúde, o câncer da boca (também conhecido como câncer de lábio e cavidade oral) é um tumor maligno que afeta os lábios e as estruturas da boca, como gengivas, bochechas, céu da boca (palato), língua (principalmente as bordas) e a região embaixo da língua (assoalho da boca). É o quinto tumor mais frequente em homens no Brasil. A maioria dos casos é diagnosticada em estágios avançados.

O  tabaco  e o álcool são os principais fatores de risco  para o câncer de boca.  Outros fatores como a dieta pobre em frutas e vegetais, a infecção pelo vírus HPV e a exposição dos lábios ao sol sem proteção também aumentam o risco de câncer de boca.

O estado de Mato Grosso do Sul, conforme o Conselho Regional de Odontologia (CRO/MS), possui a quinta maior incidência de câncer bucal nos lábios e na cavidade oral. A prevenção da doença ou o diagnóstico precoce são os grandes aliados que protegem a vida e garantem a cura da doença sem maiores complicações.

Arte: Ministério da Saúde