PF participa de reunião da Ameripol sobre a situação do Equador

Compartilhe:

A Polícia Federal participou, na manhã desta sexta-feira, 12/1, de reunião extraordinária da Ameripol (Comunidade de Polícias das Américas) para debater ações no sentido de auxiliar na contenção da onda de violência por que passa o Equador.

O evento, realizado por videoconferência, foi convocado pelo diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues, que também é secretário-executivo da Ameripol. Ainda representando o Brasil, participou o diretor de cooperação internacional da PF e vice-presidente da Interpol para as Américas, Valdecy Urquiza; além de Fábio Mertens, coordenador-geral de cooperação policial. Também estiveram presentes representantes do Ministério das Relações Exteriores e da Assessoria Especial da Presidência da República.

Dentre os temas discutidos, com a participação da ministra do Interior do Equador, estão a criação de uma adidância da PF naquele país.

Além disso, haverá o encaminhamento de propostas tais como: intercâmbio de informações de inteligência para o enfretamento do crime organizado, disponibilização de equipamentos de inteligência, apoio na identificação dos presos do sistema penitenciário equatoriano e oferecimento de cursos de descapitalização do crime organizado com a doutrina da Polícia Federal.

Todos os países vão encaminhar as propostas de cooperação policial à Secretaria-Executiva da Ameripol, que as formalizará e enviará ao Equador até este sábado, 13/1.

Vale ressaltar que a Polícia Federal brasileira não atua como polícia judiciária no exterior. O que ocorre são ações multilaterais para propor soluções ao enfretamento de crimes. Atualmente, o Equador tem um policial trabalhando no Centro de Cooperação Policial Internacional da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

Participaram do evento: Gendarmeria Argentina; Policia Federal do Brasil; Policia Nacional do Equador; Polícia Boliviana; CICPC/Venezuela; Policia Nacional do Uruguai; Policia Nacional da Colômbia; Policia Nacional do Peru; Carabineros de Chile; PDI de Chile; Policia Nacional do Haiti; Polícia Nacional da Republica Dominicana; Polícia Nacional de Honduras; Fuerza Publica da Costa Rica; Policia Federal da Argentina; Policia Nacional do Paraguai; Policia Nacional de Belize e Policia Nacional da Guatemala.

Assinatura do Tratado de Brasília

O Tratado de Constituição da Comunidade de Polícias da América (Ameripol) foi assinado no dia 9/11/2023, no Palácio da Justiça em Brasília. A entidade, cuja sede fica em Bogotá (Colômbia), serve como mecanismo de cooperação e troca de informações entre as polícias e forças de segurança dos países das Américas.