Pesquisa CNT: MS ocupa a 4ª melhor posição na infraestrutura rodoviária

Divulgação

Compartilhe:

O Mato Grosso do Sul ocupa a quarta melhor posição na avaliação realizada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) sobre a infraestrutura rodoviária do País. A 26ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias 2023 avaliou indicadores como a pavimentação asfáltica, sinalização e geometria da via, tanto em rodovias federais como estaduais.

O Estado foi bem avaliado, recebendo na classificação nacional os conceitos ótimo e bom (43,8%), e ficando atrás apenas do Distrito Federal (45,6%), Rio de Janeiro (53,7%) e São Paulo (74%).

Em Mato Grosso do Sul, a pesquisa analisou 4.738 km de rodovias estaduais e federais sendo que 4.379 foram classificadas como ótimo e bom, ou seja, 92%. A malha rodoviária em geral dentro do Estado alcançou 79,8% entre os conceitos ótimo e bom.

O titular da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seilog), Hélio Peluffo, avalia que o resultado da pesquisa é fruto dos investimentos realizados pelo Estado.

“Em 2023, investimos R$ 1,8 bilhão na melhoria e ampliação da malha viária de Mato Grosso do Sul e vamos continuar nesta sequência de investimentos, com a contratação de um empréstimo de R$ 2,8 bilhões junto ao BNDES. É uma antecipação de recursos para acompanharmos o aporte privado que o Estado vem recebendo”, classificou o secretário.

O transporte rodoviário é protagonista na matriz brasileira de modais, sendo responsável por 65% da movimentação de cargas e 95% da movimentação de passageiros no país.

O objetivo geral da Pesquisa CNT de Rodovias também tem por objetivo oferecer aos transportadores rodoviários e demais usuários da via informações atualizadas para auxílio no planejamento de rotas, ser referência sobre o estado da malha rodoviária no Brasil, identificar as deficiências da malha rodoviária pavimentada, subsidiar estudos para que políticas setoriais de transporte, projetos privados e programas governamentais e atividades de ensino e pesquisa, entre outros.

A pesquisa da CNT de Rodovias, considerada o maior e mais completo estudo sobre infraestrutura rodoviária no Brasil, avaliou em todo o Brasil 111.502 quilômetros de rodovias, incluindo a totalidade das rodovias federais pavimentadas (67.659 quilômetros) e 43.843 quilômetros dos principais trechos estaduais também pavimentados.

Nesta edição de 2023 foram percorridos e avaliados um total de 85.409 quilômetros (76,6%) de rodovias públicas e 26.093 quilômetros (23,4%) de rodovias sob gestão concedida.

Em Mato Grosso do Sul, a pesquisa analisou 4.738 km de rodovias estaduais e federais sendo que 4.379 foram classificadas como ótimo e bom, ou seja, 92%. A malha rodoviária dentro do Estado tem avaliação geral (ótimo e bom) de 79,8%.

Alexandre Gonzaga, Comunicação do Governo de MS