Para garantir crescimento econômico e desenvolvimento, Governo de MS reúne cadeias produtivas na Expogrande

Compartilhe:

Com foco no desenvolvimento das cadeias produtivas de Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado atua para garantir crescimento econômico aliado a geração de emprego e renda. Nesta quinta-feira (11), durante a 84ª Expogrande – a maior feira agropecuária do Estado, realizada em Campo Grande –, o governador, Eduardo Riedel, fez reuniões e atendimentos a representantes de diversas áreas do agronegócio.

“A gente realizou atendimentos a manhã inteira, no gabinete do Governo aqui dentro da Expogrande. Discutimos investimentos com cada um dos setores organizados, e uma série de cadeias produtivas. Projetamos um plano de ação para que a gente possa atuar para dar cada vez mais competitividade para cada uma delas no nosso Estado. A gente faz a construção de maneira permanente e novos projetos estão por vir”, afirmou Riedel.

No ‘gabinete itinerante’ foram realizadas reuniões com a ASPNP (Associação Sul-mato-grossense de Produtores de Novilho Precoce), ASUMAS (Associação Sul-mato-grossense de Suinocultores), ABPO (Associação Pantaneira de Pecuária Orgânica e Sustentável), Avimasul (Associação dos Avicultores de Mato Grosso do Sul), além de representantes da Câmara Setorial do Leite, psicultura e avicultra.

A agenda de atendimentos realizados na Expogrande teve como foco a diversificação produtiva do Estado. “Foi uma manhã extremamente produtiva, para atender uma estrutura de cadeias de diversos setores com propostas da área, e não só a do produtor e da indústria. Nós temos que ser competitivos na estrutura da cadeia produtiva, não adianta eu ser muito bom no agro e não na agroindústria, ou vice-versa, nós temos que ter esse equilíbrio no processo de desenvolvimento. Com diversificação e agregação e valor, além de sustentabilidade”, afirmou Jaime Verruck, secretário da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação).

O vice-governador José Carlos Barbosa (Barbosinha), além dos secretários Rodrigo Perez (Segov) e Frederico Fellini (SAD), e outras autoridades do Estado também participaram das reuniões.

A manhã de trabalho na Expogrande foi encerrada no II Encontro de Lideranças da Suinocultura de Mato Grosso do Sul. “A Expogrande dá uma grande contribuição para que a gente possa reforçar a nossa vocação, de um Estado que produz, processa, industrializa, agrega e conquista mercados no Brasil e no mundo inteiro. Nosso governo está absolutamente comprometido com o Estado, no que diz respeito ao fortalecimento das cadeias produtivas. Estamos avançando na medida que o Estado ganha cada vez mais tração na sua capacidade de investimento, é isso que dá efetividade no dia a dia. Estamos olhando os próximos 10, 20 anos, e estamos muito bem posicionados, temos eixos que fazemos a diferença, segurança alimentar, transição energética e sustentabilidade”, afirmou Riedel.

Natalia Yahn, Comunicação Governo de MS