“Mitos e verdades” marcarão palestras do II Seminário Estadual do Leite da ALEMS

Coordenador da Frente Parlamentar do Leite da ALEMS, deputado Renato Câmara. Foto: Igor Silva

Compartilhe:

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul atendendo proposição do vice-presidente da Casa, deputado estadual Renato Câmara (MDB), definiu, por meio da Frente Parlamentar do Leite, a realização do II Seminário Estadual do Leite de MS para o próximo dia 4 de junho. “Vamos desmistificar que o consumo de leite faz mal à saúde. Mostraremos que é alimento saudável e recomendado por médicos nutricionistas, pediatras e pela Organização Mundial de Saúde”, frisou Renato que é o coordenador da Frente na ALEMS.

 

A realização do II Seminário do Leite com o tema “Mitos e Verdades” conta com as parcerias da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Mato Grosso do Sul e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc), e terá como palco o Plenário “Júlio Maia” da ALEMS.

 

Ao destacar a importância do Seminário, Renato Câmara afirmou que fatores diversos têm contribuído para a diminuição da produção de leite em Mato Grosso do Sul. “Além dos problemas mercadológicos resultantes da importação do leite de países vizinhos, um dos principais desafios de nossos produtores é aumentar o consumo. Com o preço baixo pago ao produtor e com consumo em queda, a atividade leiteira fica ameaçada. Nosso compromisso como coordenador da Frente Parlamentar do Leite é buscar soluções, apontar caminhos, lutar por incentivos aos produtores e às indústrias lácteas. Através deste evento esclareceremos fatos para que mais famílias, crianças, principalmente nas escolas, bem como jovens, adultos e idosos adotem o costume de consumo diário de leite. Neste sentido, temos convicção de que também contribuímos com o setor e com a saúde das pessoas, por isso, a grande importância da participação de autoridades, produtores e da população neste Seminário”, argumentou Renato, o Deputado do Agro.

 

O II Seminário Estadual de Leite de MS definiu a seguinte programação:

13h – Credenciamento; 

13h30 – Mesa de Abertura 

14h – 1ª Palestra: Diferença sobre alergia ao leite e intolerância à lactose: Aspectos clínicos, gravidade e segmento do paciente, com exposições da Dra. Stella Arruda Miranda – Médica Pediatra, Alergista e Imunologista pela Associação Brasileira de Alergia (Asbai), professora do curso de medicina da Uniderp e atual Presidente da Asbai – Regional MS.

A Coordenação de mesa estará a cargo do produtor de leite e profissional de Marketing, Ronan Salgueiro – Presidente da ABRALEITE;

                                                                                     

14h30 – 2ª Palestra: Leite sob lupa, desmistificando mitos e verdades, apresentação de Tereza Cristina Abranches, Nutricionista ASMAN – Associação Sul-Mato-Grossense de Nutricionistas.

Coordenação de mesa: Médica Veterinária Paula Laryssa Souza Pereira – Analista de Assistência Técnica e Gerencial do SENAR /MS;

 

15h – 3ª Palestra: Mitos e Verdades sobre o leite com o Dr. Leonardo Aydos, Nutricionista e Doutor em Saúde pela UFMS.

A Coordenação de mesa ficará sob a responsabilidade do médico veterinário Paulo Fernando Pereira Barbosa, Presidente da Silems – Sindicato das Indústrias e Laticínios de Mato Grosso do Sul;

                                                                                                                                                 

15h30 – Mesa Redonda: Moderador: Profª Dra. Camila Soares Cunha – UFMS, tendo como participantes: Dr. Leonardo Pereira Alves – Perito Médico, Dra. Stella Arruda Miranda – Médica, Alergista e Imunologista, Tereza Cristina Abranches – Nutricionista ASMAN, Dr. Leonardo Aydos – Nutricionista, Ronan Salgueiro – Diretor da Abraleite, Rogério Thomitão Beretta – Secretário Executivo da Semadesc, e o deputado estadual Renato Câmara.

 

(Roney Minella – Assessoria Parlamentar)