Laudir cobra atenção em relação ao acúmulo de fios nos postes de energia

Compartilhe:

Preocupado com o acúmulo de fios nos postes de energia de Dourados e nos riscos que isso pode oferecer à população, o vereador Laudir Munaretto (MDB) apresentou uma indicação cobrando mais atenção dos órgãos competentes e do Executivo Municipal quando a situação.

Na 18ª sessão ordinária, realizada na segunda-feira (3), Laudir apresentou uma indicação cobrando atenção e ação imediata das autoridades competentes e da concessionária de energia elétrica Energisa, em relação à desorganização das fiações nos postes.

Com o passar do tempo é notável a quantidade de fios sem utilização. Além de causar poluição visual, isso contribui para a ocorrência de acidentes, sendo que, frequentemente, caminhões e veículos de grande estatura danificam os fios, deixando-os pendurados ou quebrados.

Na sessão, o vereador solicitou uma ação conjunta com as empresas de telefonia e internet, visando a identificação e remoção de fios inativos. Além de implementar um plano de organização das fiações ativas, garantindo que sejam devidamente fixadas e segregadas.

O parlamentar também citou a necessidade de estabelecer um cronograma de manutenção preventiva para verificar a situação das fiações e tomar medidas corretivas; e reuniões regulares entre os órgãos competentes a fim de garantir uma comunicação eficaz e uma rápida resolução dos problemas.

“Além de comprometer a aparência urbana, esses fios pendurados oferecem riscos à população e podem afetar a funcionalidade da rede elétrica. Precisamos de medidas para evitar acidentes e melhorar a estética da nossa cidade”, explica Laudir.

O documento foi encaminhado ao prefeito Alan Guedes; ao secretário de Governo e Gestão Estratégica, Wellington Rocha; ao secretário de Serviços Urbanos da Semsur, Marcio Antônio do Nascimento; com cópia ao diretor presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes Monteiro; ao diretor técnico e Comercial da Energisa, Paulo Roberto dos Santos; e ao supervisor geral da Energisa, Ivaldo da Conceição.