Huawei quer trazer para o Brasil modelos de inteligência artificial usados na China

Divulgação

Compartilhe:

A Huawei Cloud, unidade de negócios da empresa voltada à tecnologia, anunciou a estratégia de investimento no mercado brasileiro durante a Huawei Cloud Summit 2023, evento realizado nesta quarta-feira (22), em São Paulo.

A ideia é trazer modelos já implementados em larga escala na China para o Brasil como o Pangu, que é um sistema de inteligência artificial voltado aos negócios e pode ser aplicado em diversos setores. O modelo usa aprendizado de máquina de alto desempenho para suprir necessidades diversas e superar desafios complexos.

“Um dos nossos objetivos é aplicar no Brasil os cases de sucesso da China. Nós atendemos 80% das 50 maiores empresas de internet da China. Ajudamos as empresas e indústrias a melhorar a sua eficiência operacional. Na China, a nuvem, a inteligência artificial e os dados estão se acelerando e afetando profundamente a economia e a competitividade de todos os setores. E essa é a tendência mundial”, comentou Duan Bin, chefe de tecnologia (CTO) da Huawei Cloud Brasil.

Outro sistema da Huawei Cloud, apresentado no evento em São Paulo, é o Pangu Weather, voltado à meteorologia. Com ele, é possível ter uma precisão maior na previsão do tempo e prever fenômenos climáticos com rapidez.

Por exemplo, prever a trajetória de um tufão nos próximos 10 dias, levaria 5 horas. Com o modelo Pangu é possível fazer isso em apenas 10 segundos.

A Huawei Cloud também desenvolveu o MetaStudio, que possui tecnologia capaz de criar avatares digitais realistas em pouco tempo. A espera para uma pessoa virtual ganhar vida, passou de nove dias para apenas três minutos.

As inovações fazem parte do investimento da Huawei em pesquisa e desenvolvimento. Em 2022, a empresa investiu US$ 23,2 bilhões na área, representando 25,1% da receita anual. A empresa não detalha os investimentos por país.

CNN Brasil