Fundect lança edital de R$ 5 milhões para apoiar ambientes de inovação em Mato Grosso do Sul

Compartilhe:

O Governo do Estado e a Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), via Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul), lança um novo edital com investimentos de R$ 5 milhões para apoiar ambientes de inovação em Mato Grosso do Sul. São considerados ambientes de inovação espaços de coworking e maker, pré-incubadoras, incubadoras, aceleradoras, hubs de inovação, polos tecnológicos, parques tecnológicos, entre outros. 

Na prática, são espaços que, de acordo com o Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação, agregam infraestrutura e arranjos institucionais e culturais, que atraem empreendedores e recursos financeiros, potencializando o desenvolvimento da sociedade do conhecimento. Cada ambiente de inovação poderá receber até R$ 200 mil. 

O edital foi lançado no encerramento da 5ª Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, promovida pela Semadesc, que reuniu nesta segunda-feira (18), em Campo Grande, representantes do ecossistema de inovação de Mato Grosso do Sul para debater as perspectivas da CT&I no Estado.

“O governo do Estado e a Semadesc, por meio da Fundect, realizam essa ação inédita que, ao mesmo tempo atende ao Programa Estadual de Ciência e Tecnologia e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Além disso, os investimentos são multiplicadores, pois destinados aos municípios, vão ajudar diversos pesquisadores inovadores a atuar em prol do desenvolvimento econômico e social do Estado”, explica Márcio Pereira, diretor-presidente da Fundect. 

Os recursos serão destinados aos ambientes de inovação localizados em Mato Grosso do Sul, e devem atender principalmente os 11 municípios que tiveram ecossistemas locais de inovação mapeados pelo Sebrae, sendo Aquidauana, Campo Grande, Chapadão do Sul, Corumbá, Dourados, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas. 

“Esses ecossistemas locais de inovação são arranjos compostos por diversos atores relacionados à sociedade civil organizada, universidades, empresas e governos com o objetivo comum de promover o desenvolvimento econômico, ambiental e social por meio da inovação. E é nos ambientes de inovação que a interação e integração de diferentes atores ocorre, propiciando o desejado desenvolvimento local”, explica o diretor-científico da Fundect, Nalvo Franco. 

Requisitos e inscrições

Para submeter uma proposta ao novo edital, o proponente deve ter vínculo empregatício ou funcional com uma Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT) ou com uma universidade sediada no Estado. 

O ambiente de inovação que receberá os recursos deve estar localizado no Estado e ser mantido ou possuir uma parceria com uma ICT ou Universidade. As inscrições estão abertas até dia 29 de abril, por meio do SIGFUNDECT.

O edital está disponível no endereço https://www.fundect.ms.gov.br/ambientes-de-inovacao-2024

Resultados Esperados

De acordo com a Fundect, os investimentos poderão contribuir para a geração de emprego e renda em setores de base tecnológica; aumentar a competitividade e elevar a produtividade das empresas de base tecnológica do estado; fortalecer o Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) e melhorar os indicadores de inovação do Estado, além de estimular a inserção da cultura de inovação na sociedade.

Paulo Ricardo Gomes, Comunicação Fundect