Em 2023 DOF aumenta em mais de 60% os resultados positivos de enfrentamento aos crimes contra o patrimônio

Divulgação

Compartilhe:

O DOF (Departamento de Operações de Fronteira) divulga resultados positivos, de ações de enfrentamento aos crimes contra o patrimônio e contra a vida, em relação ao mesmo período de 2022.

VEÍCULOS RECUPERADOS

Este ano, as ocorrências do DOF envolvendo veículos furtados ou roubados em vários estados brasileiros cresceram 63%. São veículos que deixaram de ser usados no cometimento de crimes e, consequentemente, contra a vida. Até a presente data, os policiais militares do DOF recuperaram 155 veículos. As ocorrências em relação ao mesmo período do ano passado somaram 95 veículos.

MANDADOS DE PRISÃO

Já os mandados de prisão, cumpridos pela Águia da Fronteira, foram ainda maiores. Um aumento de 170%. Em 2022 foram retirados de circulação 23 foragidos da Justiça. Neste ano, as ocorrências chegam a 62 foragidos capturados. Essas pessoas foram presas em abordagens de rotina e em ocorrências de crimes transfronteiriços.

ARMAS DE FOGO E MUNIÇÕES

Em relação às armas de fogo ilegais, o DOF retirou de circulação 69% a mais que em 2022, quando foram apreendidas 29 unidades. Em 2023, esse número sobe para 49 armas de fogo de vários calibres. As apreensões de munições aumentaram 11%. Em 2022 foram retirados de circulação 741 projéteis e, neste ano, 823 unidades de vários calibres.

PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS

As ocorrências envolvendo prisões por tráfico de drogas também cresceram. Foram 12% em relação ao ano de 2022, quando os militares prenderam 193 (40 homens e 153 mulheres). Já em 2023 foram presas 216 pessoas (47 homens e 169 mulheres).

REDUÇÃO DA CRIMINALIDADE

Conforme divulgado pela Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), Mato Grosso do Sul registra diminuição dos índices de roubo na faixa de fronteira, que abrange 45 municípios, com redução de 16,6% desses crimes em 2023, se comparados ao mesmo período do ano passado. Caíram também os roubos de veículos, com redução de 34,7%, além dos crimes de roubos a comércios, com redução de 28,1% e os roubos em via urbana, com redução de 10,1%, além de uma presença efetiva do DOF no aumento do policiamento ostensivo e preventivo nas áreas indígenas do Estado.