Dourados recebe autorização do Ministério da Saúde para vacinar população indígena contra dengue

Divulgação

Compartilhe:

A Prefeitura de Dourados recebeu, nesta quinta-feira (15), autorização para iniciar, na Reserva Indígena, a vacinação em massa contra a dengue. A campanha, iniciada em janeiro em todo o município, aguardava o aval da Secretaria de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde, para incluir os moradores das aldeias Jaguapiru, Bororó e Panambizinho.

A consulta foi feita pelo secretário de Saúde, Waldno Lucena Júnior e, em seguida, equipes da Sems (Secretaria Municipal de Saúde) e da Sesai fizeram diversas reuniões para definir os detalhes da vacinação na população indígena de Dourados. A expectativa é que cerca de 16 mil pessoas, entre quatro e 59 anos, sejam vacinadas. 

No ofício, respondendo a consulta feita pela Sems, a Sesai afirma que “a Coordenação-Geral de Incorporação Científica e Imunização – CGICI, não vê impedimentos na ampliação da estratégia, desde que sigam as recomendações presentes em bula, a aprovação de uso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a disponibilidade de imunizante para a estratégia”. O documento foi assinado por Lindomar Terena, Coordenador Distrital de Saúde Indígena.

Com a autorização, o Núcleo de Imunização da Sems dá início à programação para que as Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI) e Divisão de Atenção à Saúde Indígena (DIASI) possam aplicar as vacinas. “As equipes já estão treinadas para o procedimento correto na vacinação contra a dengue. Já estamos com o planejamento da logística de distribuição e início da vacinação, o que deve acontecer efetivamente na próxima segunda-feira (19)”, afirma Edvan Marcelo Marques, gerente do NI.