Detran-MS reforça uso de sites oficiais para não cair em golpes: “se é oficial, é gov.br”

Divulgação

Compartilhe:

A frase “se é oficial, é gov.br” é do diretor de Tecnologia da Informação do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Robson Alencar. Há mais de 20 anos trabalhando na área de tecnologia, ele orienta a população para não cair em golpes da internet.

A principal dica para não cair em golpes, que são comuns nessa época do ano, é fundamental buscar canais oficiais. “Sempre olhar o domínio que hospeda o site para ver se é um domínio oficial. Se é oficial será gov.br , nenhum site de governo tem o final .com”, orienta.

Nessa época do ano, geralmente aumenta o número de golpes utilizando o nome das instituições públicas, pois é feito o envio de correspondências para pagamento de IPVA, pela Sefaz, por exemplo.

No caso do Detran-MS, em janeiro de 2024 serão enviadas correspondências para proprietários de veículos que estejam com mais de três taxas de licenciamento em atraso. Caso o cidadão fique em dúvida, poderá atestar a veracidade das informações por meio de consulta no site www.meudetran.ms.gov.br .

Golpes

Ao longo de 2023 o Detran-MS alertou para três tipos de golpes diferentes. Um deles foi sobre a falsa autoescola, com a orientação de consultar a lista de autoescolas credenciadas que fica disponível no site do Detran.

O outro caso foi o alerta para o golpe do recurso de multa e ainda os golpes que envolvem negociações de compra e venda de veículos.

Mireli Obando, Comunicação Detran-MS