Com investimento superior a 188 milhões, Sanesul expandiu os sistemas de água e esgoto ao longo de 2023

Divulgação

Compartilhe:

O ano de 2023 ficará marcado como um período determinante para a Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), companhia  referência nacional em saneamento básico, que concretizou um investimento histórico, ultrapassando a marca de R$ 188 milhões.

Os recursos destinados à área de saneamento nos 68 municípios do Estado, incluindo obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário, somam R$ 188.345.803,35 até outubro deste ano.

Por determinação do governador Eduardo Riedel, o investimento significativo da empresa em saneamento é um exemplo notável de compromisso com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul.

Segundo o diretor-presidente da companhia, Renato Marcílio, a ampliação dos serviços essenciais reflete não apenas uma visão estratégica, mas também um impacto positivo direto na qualidade de vida dos cidadãos sul-mato-grossenses.

Esse valor substancial ao longo desses meses do ano permitiu à empresa manter e também ampliar sua presença, levando sistemas de água e esgoto a novas regiões atendidas.

Renato Marcílio compartilha sua visão sobre o sucesso dos empreendimentos realizados ao longo de 2023, destacando a importância estratégica desses investimentos para o desenvolvimento sustentável e o bem-estar das comunidades onde empresa detém a concessão dos serviços de água e esgoto.

“Estamos extremamente satisfeitos com os resultados alcançados em 2023. O investimento milionário não só fortaleceu a infraestrutura existente, mas também possibilitou que levássemos nossos serviços a áreas que há muito ansiavam por melhorias no saneamento básico,” afirmou o dirigente da estatal.

Ao longo do ano, a Sanesul concentrou seus esforços em projetos que visavam a expansão de sistemas de água e esgoto. Com um planejamento meticuloso, a empresa conseguiu atingir todas as regiões de sua área de abrangência, proporcionando acesso a serviços essenciais a milhares de pessoas.

“A expansão dos nossos sistemas representa um avanço operacional para a Sanesul e, acima de tudo, um compromisso com a qualidade de vida das comunidades que servimos. É gratificante vermos a diferença concreta que fazemos na vida das pessoas,” acrescentou o diretor-presidente.

Renato Marcílio ressaltou que o investimento maciço da Sanesul não se limitou apenas à infraestrutura física, mas também abrangeu a implementação de tecnologias de ponta. Novos sistemas de monitoramento e gestão foram incorporados para otimizar a eficiência operacional e garantir a entrega de serviços de alta qualidade.

“Nosso compromisso com a sustentabilidade também foi reforçado. Buscamos constantemente soluções que minimizem o impacto ambiental, ao mesmo tempo em que garantimos o acesso a recursos hídricos seguros para as gerações futuras,” enfatizou ele.

A Sanesul atende 68 dos 79 municípios do Estado, com  investimentos substanciais em obras de fornecimento de água e de expansão de rede de esgoto, agora sob a responsabilidade da Ambiental MS Pantanal, a partir da consolidação da PPP (Parceria Público-Privada) com o grupo Aegea.

Apesar de o sistema de água ser universalizado, a companhia garante a segurança hídrica nos municípios sob a sua responsabilidade, perfurando novos poços onde é necessário visando ampliar a captação do produto, atendendo as demandas das prefeituras.

As obras incluem perfuração de poços, construção de reservatórios e ETA (Estação de Tratamento de Água), ligação de rede coletora e implantação de ETEs (Estação de Tratamento de Esgoto), entre outras obras complementares.

Perspectiva para o futuro

Faltando poucos dias para encerrar o ano, a diretoria da empresa expressa otimismo em relação ao futuro. Projetos inovadores estão em andamento, visando superar os padrões estabelecidos em 2023.

Renato Marcílio diz que a previsão de investimentos da companhia no setor de saneamento até 2026 é de R$ 456.640.817,70.

“O compromisso da Sanesul em expandir e aprimorar as infraestruturas de abastecimento de água tratada e esgotamento sanitário reflete a visão do governador Eduardo Riedel em promover um Estado mais saudável, próspero e sustentável para todos os moradores”, assegura.

Área de cobertura

A área de cobertura do esgoto é de 62% e o objetivo é Mato Grosso do Sul antecipar a meta estabelecida pelo novo marco legal do saneamento que prevê a universalização do sistema até 2033.

Entre as cidades com a área de cobertura avançada estão Alcinópolis (99%), Santa Rita do Pardo (99%), Tacuru (99%), Três Lagoas (99%), Paranaíba (98,36%), Japorã (96,76%), Bonito (96.13%), Ponta Porã (94,09%), Por Murtinho (92,29%), Dourados (85,07%), Chapadão do Sul (84,39), Ribas do Rio Pardo (83,91) e Jateí (83,15%).

Com um investimento milionário que deixará um legado duradouro, a Sanesul encerra o ano de 2023 com conquistas notáveis e uma visão clara para um futuro sustentável e próspero.

Comunicação Sanesul