Campeões dos Jogos Abertos de MS são definidos após 4 dias de disputas intensas e momentos memoráveis

Foto: Luciano Muta

Compartilhe:

Foram quatro dias de disputas intensas e partidas emocionantes em sete locais na capital. Os JAMS (Jogos Abertos de Mato Grosso do Sul) chegaram ao fim neste domingo (5), coroando os campeões do basquetebol, futsal, handebol e voleibol.

Mais do que o título, os cerca de mil participantes desfrutaram de momentos memoráveis de uma competição que não acontecia há quase uma década. O evento foi resgatado e organizado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer) e Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania).

Ao todo, 21 municípios foram representados em quadra: Água Clara, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Antônio João, Bela Vista, Caarapó, Corumbá, Campo Grande, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Itaporã, Jardim, Maracaju, Nova Andradina, Ponta Porã, Rio Brilhante, Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia, Sonora e Três Lagoas.

Os municípios do interior dominaram o pódio no basquetebol: Dourados ficou com o título no feminino e Ponta Porã levou o troféu para casa, no masculino. O handebol, por sua vez, teve campeões da capital. Entre as mulheres, a equipe campo-grandense do Raça Handebol levou a melhor.

Já entre os homens, Campo Grande chegou ao lugar mais alto do pódio representado pelo time do Esporte Clube Máquinas Handebol.

Clássico e muita rivalidade

Quem compareceu ao Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis, o famoso Guanandizão, foi presentado com futsal do mais alto nível. Na decisão feminina, um verdadeiro clássico do salonismo feminino sul-mato-grossense: Campo Grande/UCDB x Douradina/Operário, adversários que vêm protagonizando, nos últimos anos, confrontos marcados por disputa a cada lance, tensão e rivalidade. Isso em competições estaduais, como Campeonato Estadual, e até nacionais, a exemplo da Copa do Brasil, da CBFS (Confederação Brasileira de Futebol de Salão).

Na luta pelo título dos JAMS, Campo Grande/UCDB se sobressaiu, com vitória por 2 a 0 e muita festa em quadra. No masculino não foi diferente. Sensação do campeonato na primeira fase, a seleção de Sonora sagrou-se campeã, ao vencer o time de Campo Grande/UCDB por 5 a 3. O duelo foi recheado de reviravoltas no placar.

Ginásio lotado

No voleibol dos JAMS (Jogos Abertos de Mato Grosso do Sul), o ginásio do Círculo Militar de Campo Grande lotou de espectadores para presenciar as finais do feminino e masculino. Na modalidade, as quatro equipes finalistas desempenharam um nível competitivo da mais alta qualidade, e quem esteve presente pode presenciar duas partidas muito disputadas, ponto a ponto.

Na final feminina, Corumbá levou a melhor sobre a equipe de Ponta Porã, vencendo por três sets a um. O treinador Samir Dalleh analisou brevemente sobre a partida e disse estar focado para próxima competição.

“Foi um jogo bastante emocionante. A nossa equipe iniciou essa competição com o objetivo de estar treinando para a Superliga C, que começa nesta quarta -feira (8). Iniciamos uma campanha bem bacana, chegamos na final, oscilamos no segundo set, mas depois o time recompôs e conseguiu a vitória”.

Como técnico, Samir conquistou pela primeira vez os JAMS. Mas como atleta, coleciona quatro títulos, um deles na última edição, em 2014, na cidade de Jardim.

“Eu fico muito feliz pelo retorno dessa competição, que é muito importante para fomentar o voleibol adulto, a transição da base para o adulto. E acho muito importante essa competição e espero que tenha continuidade nos próximos anos”.

No masculino, Dourados e Campo Grande Tatu Bola fizeram um grande jogo, com vitória do time douradense por três a um também. Os campeões iniciaram com derrota no primeiro set, mas depois conseguiram a virada, com placares apertados devido ao alto nível do time adversário.

O treinador de Dourados, Douglas Rodrigues, falou da importância do município conquistar os Jogos Abertos.

“Os JAMS, para nós, é muito importante. Fazia anos que Dourados não tinha time, então a gente chegou e conseguiu esse título para nós, contra os principais times do Estado. Então, essa final, essa medalha, para nós é muito importante, não só pelo nível técnico, mostrando que o nosso trabalho está dando certo, mas também para incentivar os jovens que acompanham, que estão no nosso projeto, que sabem que, quando acabar o escolar, eles têm onde jogar, eles têm agora o JAMS aqui”.

Além disso, o técnico douradense elogiou a estrutura oferecida na competição.

“Eu só tenho a parabenizar o evento, e foi muito importante que alguns atletas que estão nos JAMS hoje, não pegaram a fase dos jogos escolares atual. Pegaram a época em que as refeições eram nas escolas. Quando eles vieram nessa estrutura, foi a coisa mais elogiada. Falamos ‘olha como está o nível hoje do evento’. Então, atletas que já estavam sem participar dos jogos escolares, que não eram organizados aqui pela Fundesporte, hoje viram o tamanho do evento. Espero que mantenham isso, para nós que trabalhamos com esporte, isso que dá vida no nosso trabalho”.

Confira a classificação final completa dos JAMS 2023:

BASQUETEBOL

Feminino

1º – Dourados

2º – Campo Grande/Unigran

3º – Corumbá

4º – Maracaju

5º – Três Lagoas

6º – Campo Grande/Sevilha

7º – Campo Grande/Sevilha

8º – Nova Andradina

Masculino

1º – Ponta Porã

2º – Três Lagoas

3º – Rio Brilhante

4º – Nova Andradina

5º – Água Clara

6º – Campo Grande

7º – Corumbá

8º – Dourados

FUTSAL

Feminino

1º – Campo Grande/UCDB

2º – Douradina/Operário

3º – Sidrolândia

4º – Dourados

5º – Maracaju

6º – Corumbá

7º – Antônio João

8º – Campo Grande/Sefac

Masculino

1º – Sonora

2º – Campo Grande/UCDB

3º – WO

4º – Campo Grande/América e Ribas do Rio Pardo

5º – Água Clara

6º – Aquidauana

7º – Dourados

8º – Corumbá

HANDEBOL

Feminino

1º – Campo Grande/Raça

2º – Campo Grande/Unigran

3º – Itaporã

4º – Água Clara

5º – Dourados

6º – Corumbá

7º – Aparecida do Taboado

8º – Caarapó

Masculino

1º – Campo Grande

2º – Rio Brilhante

3º – Itaporã

4º – Corumbá

5º – Três Lagoas

6º – Água Clara

7º – Dourados

8º – Aquidauana

VOLEIBOL

Feminino

1º – Corumbá

2º – Ponta Porã

3º – Campo Grande

4º – Dois Irmãos do Buriti

5º – Bela Vista

6º – Dourados

7º – Três Lagoas

8º – Jardim

Masculino

1º – Dourados

2º – Campo Grande/Tatu Bola

3º – Corumbá

4º – Campo Grande/Pezão

5º – Bela Vista

6º – Sidrolândia

7º – Campo Grande/Amigos

8º – Campo Grande/Unigran

Confira neste link todos os boletins, com resultados e demais detalhes dos JAMS 2023.

Lucas Castro, Comunicação Fundesporte
João Pedro Flores, do Programa de Estágio Supervisionado