Após demissão, Sam Altman concorda em retornar ao cargo de CEO da OpenAI em reviravolta 

Reprodução

Compartilhe:

Sam Altman concordou em voltar a liderar a OpenAI, segundo disse a empresa em uma postagem no X, poucos dias depois de sua surpreendente demissão do cargo de presidente-executivo e de uma reação dos funcionários que ameaçou minar o que tem sido a empresa líder na incipiente indústria de inteligência artificial.

“Chegamos a um acordo de princípio para Sam Altman retornar à OpenAI como CEO com um novo conselho inicial composto por Bret Taylor (presidente), Larry Summers e Adam D’Angelo”, dizia o post.

Em sua própria postagem no X, antigo Twitter, Altman escreveu que está “ansioso” para retornar à OpenAI e desenvolver a “forte parceria” da empresa com a Microsoft, que é o maior financiador da empresa desenvolvedora do ChatGPT.

O anúncio parece por fim a dias de caos para a indústria de IA, que incluíram negociações sobre quem deveria liderar a OpenAI e como a empresa deveria ser administrada, bem como discussões mais amplas sobre quão rápido a corrida armamentista para desenvolver a tecnologia de IA deveria estar se movendo.

CNN Brasil