Agems une tecnologia, comunicação e responsabilidade social em 10 grandes projetos de inovação

Divulgação

Compartilhe:

A inovação que a Agência Estadual de Regulação (Agems) vem experimentando nas áreas técnicas dos serviços que fiscaliza não acontece por acaso. Estratégia, tecnologia, responsabilidade social e comunicação moderna com os mais diferentes setores são foco permanente da atual gestão.

Os dez grandes projetos da Diretoria de Inovação e Relações Institucionais (DIR) programados para 2024 reúnem mais de 30 ações e atividades específicas que agregam modernidade ao desempenho das demais áreas, ao mesmo ao tempo em que geram novos produtos e entregas diferenciados no cenário estadual, tornando a agência referência nacionalmente.

Tecnológica

A diretora Rejane Monteiro destaca que a tecnologia é um instrumento que vai estar ainda mais presente, rumo a construir a Agência 4.0 que a atual gestão pretende.

“Estamos construindo um Plano de Inovação que traz grande ineditismo para a regulação, contando com a oportunidade de lançar um desafio para as startups nessa construção, avançando com o aplicativo AGEMS Digital agregando informações de todos os serviços à mão para o usuário. Estamos na vanguarda no País trazendo a Flor Solar, um projeto totalmente antenado com a geração sustentável de energia e o turismo moderno. E vamos investir ainda mais nos meios digitais para levar – e trocar – informações com o usuário, com outros reguladores, com governos, com instituições dentro e fora do Brasil”, conta a diretora, sobre as perspectivas envolvendo tecnologia.

Humanizada

Sistemas e dados são ferramentas que a Agência quer utilizar para chegar ao cidadão com as melhores entregas feitas pelos prestadores de serviço e pela própria instituição. Os projetos da DIR, então, pretendem fazer desses instrumentos aliados nas ações de caráter social e educativo, que ganham ainda mais força a partir de 2024.

Nas escolas estaduais, o concurso cultural sobre saneamento e meio ambiente vai ser ampliado e atingir um grande número de estudantes; vai ser criado o Agems Lab e ainda uma plataforma de transparência e participação.

O ciclo de seminários de regulação, que tem sido referência em conhecimento para Mato Grosso do Sul e para reguladores de todo o Brasil vai jogar luz sobre os mais importantes temas voltados para o desenvolvimento, como a consolidação da rota bioceânica, sustentabilidade, fontes renováveis de energia e saneamento rural.

Comunicação de resultados

Para integrar e fazer chegar todas essas ações aos mais diferentes públicos, a perspectiva da DIR inclui um moderno Plano de Comunicação. Jornalismo, publicidade institucional, redes sociais, eventos, prêmio de regulação. “Há 22 anos tem sido um desafio falar de ‘regulação’ com a sociedade, com a imprensa, com outras instituições. Com os projetos de inovação nós temos conseguido isso, levar a Agência, sua importância e seus resultados cada vez mais longe”, acredita a jornalista Gizele Oliveira, da equipe da DIR.

A também jornalista Bruna Aquino observa que a diversidade do trabalho dessa diretoria é um dos resultados mais gratificantes. “Energia, saneamento, transporte, rodovia, atendimento ao usuário, tudo passa pela comunicação. É um desafio e uma alegria para nós produzirmos tanto quanto estamos produzindo em conjunto com toda a Agência”, diz.

Já neste mês de janeiro, alinhada com a necessidade de segurança dos passageiros nas rodovias, a Agems levou ao ar uma campanha que tem chamado a atenção, por alertar para os riscos das viagens clandestinas.

Gizele Oliveira, Comunicação Agems