Abastecer com etanol tem variação superior a 16% em postos da Capital

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Compartilhe:

Motoristas que abastecem com etanol comum podem se deparar com diferença superior a 16% no valor do litro do combustível em postos de abastecimento de Campo Grande.

Equipes do Procon/MS (Secretaria-Executiva de Orientação e Defesa do Consumidor), instituição vinculada à Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos), compararam, nos dias 5 a 12 de março, o preço de nove combustíveis em 16 estabelecimentos.

A maior variação encontrada ocorre no pagamento com cartão de crédito, 16,62%, no litro do etanol comum. Ele é vendido entre R$ 3,25 no Bairro Nova Lima e R$ 3,79 no Jardim Vera Cruz. O mesmo combustível, pago no dinheiro ou cartão de débito, oscila de R$ 3,15 na Vila Aurora a R$ 3,59 no Jardim Vera Cruz, uma diferença de 13,97%.

Na sequência, o GNV (Gás Natural Veicular) apresentou 13,69% de variação, aplicada a todas as formas de pagamento. Isso porque o metro cúbico pode ser abastecido a R$ 4,09 em posto localizado na Vila Nossa Senhora de Lourdes ou R$ 4,65 na Vila Progresso.

“Relembramos que a pesquisa ajuda o consumidor a realizar melhores escolhas, mas é preciso considerar que não vale o deslocamento até outra região da cidade somente para garantir um desconto”, orienta o secretário-executivo do Procon/MS, Angelo Motti.

Comparativo

No comparativo entre os levantamentos realizados nos meses de fevereiro e março, o etanol aditivado apresentou aumento de 4,19% nas bombas de combustível. A gasolina comum na modalidade crédito teve alta de 2,94%, enquanto o GNV subiu 2,12%, em todas as formas de pagamento.

pesquisa completa e o comparativo mensal estão disponíveis no site do Procon/MS.

Kleber Clajus, Comunicação Procon/MS