Dourados-MS,

Grid List

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam, na tarde desta terça-feira, uma camionete S10 de cor branca carregada com 25 caixas de agrotóxicos de origem estrangeira, com peso total de 250 quilos do produto.

A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante um patrulhamento ostensivo na rodovia MS-164, região de Ponta Porã.

Os militares abordaram o condutor (34) da S10 branca, que disse transportar agrotóxicos; que adquiriu o produto no Paraguai e que não possuía a documentação de regularidade sanitária e fiscal.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia da Polícia Federal de Ponta Porã, onde o homem permaneceu à disposição da Polícia Judiciária.

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) prenderam, na tarde desta terça-feira, um homem (28) e sua esposa (21), em um veículo Peugeot 207 de cor vermelha carregado com 272 volumes prensados de maconha, com peso de 265 quilos.

A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante um bloqueio policial para fiscalização na rodovia MS-386, região de Ponta Porã.

Os militares deram ordem de parada ao casal que seguia para a cidade de Itajaí (SC), onde reside. Durante a vistoria no veículo localizou-se o entorpecente. O condutor disse que foi contratado e trouxe sua esposa até Ponta Porã e que entregaria a droga em Itajaí.

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia da Polícia Federal de Ponta Porã, onde o casal permaneceu à disposição da Polícia Judiciária.

Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste realizaram fiscalização em uma fazenda no município de Camapuã, a 35 km da cidade nesta terça-feira (19) e localizaram com uso de GPS, o desmatamento ilegal de 1,39 hectares de vegetação nativa, inclusive, parte em área protegida. O desmatamento verificado por técnica de sobreposição de imagem de satélites ocorrera entre o mês de maio e junho do ano passado (2020), conforme os comparativos nas imagens.

Parte da área foi desmatada em vegetação fora da proteção especial por lei, porém, sem licenciamento ambiental e atingiu também parte das matas ciliares (protegidas por lei) do rio Camapuã. A área já estava com plantio de pastagem. Parte da madeira proveniente da vegetação desmatada na área ainda se encontrava no local. As atividades foram interditadas.

O infrator, um administrador de empresas, residente em Camapuã, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 6.560,00. Ele também responderá por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção, pena agravada devido a área protegida. O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Com uso de drone foi realizada toda a caracterização e com GPS a aferição da área para emissão de relatório que irá subsidiar o processo administrativo relativo à multa ambiental, que será julgado pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul). Os documentos também serão encaminhados ao Ministério Público Estadual (MPE), para subsidiar a ação criminal, bem como para a possível impetração de Ação Civil Pública de Reparação de Danos.

No estádio da Ressacada, em Florianópolis, a noite de terça-feira (19) foi de confronto direto na parte de cima da tabela da Série B. Pela 36ª rodada, o Avaí só pensava na vitória para seguir sonhando com o acesso à Série A. O Leão da Ilha, mesmo vindo de dois empates, era o 8º com 49 pontos (seis abaixo do próprio Juventude, que, na abertura da rodada, era o último time classificado à elite). O Juventude, depois da vitória sobre o Cruzeiro na última rodada, alcançou os 55 pontos e estava dentro do G-4, no 4º lugar.

A sorte, na noite chuvosa de futebol na capital de Santa Catarina, sorriu para os donos da casa. Com uma vitória contundente de 5 a 2, o Avaí pulou para os 52 pontos e ganhou o direito de seguir acreditando. O Juventude se manteve nos mesmos 55 pontos.

O Leão foi melhor desde o início, e marcou logo aos 11. Depois do escanteio, Rômulo, atrás da zaga, mandou para a rede de cabeça. Os gaúchos conseguiram ainda empatar aos 20 com o atacante Matheuzinho, completando belo passe do Renato Cajá. Só que a alegria durou pouco, mais precisamente seis minutos. Esse foi o tempo que o Avaí precisou para pular na frente de novo. O goleiro Marcelo Carné saiu muito mal e o atacante Getúlio fez o segundo.

Aos 28, veio o terceiro. Rômulo deu um lindo passe e o lateral-esquerdo João Lucas ampliou. Apesar de jogar pior do que o rival catarinense, o Juventude conseguiu diminuir ainda na etapa inicial. Aos 36, outra vez Matheuzinho. Um bonito gol, depois do corte errado do zagueiro Betão.

Quando os gaúchos acharam que poderiam ir para os vestiários com apenas um gol de desvantagem, o atacante avaiano Rômulo foi derrubado dentro da área. O árbitro Caio Max Augusto Vieira apontou a marca da cal, e o veterano lateral-direito Edílson bateu forte, no canto direito do goleiro, para fazer o quarto dos catarinenses.

No segundo tempo, o ritmo de jogo caiu bastante. O único gol desse período saiu aos 45. Em um contra-ataque rápido, Rômulo cruzou e Jonathan fechou o placar. A vitória foi do Avaí por 5 a 2.

O penúltimo jogo do Juventude nesta temporada da Série B será na sexta-feira (22), contra o Figueirense em Caxias do Sul. O time da serra gaúcha precisa da vitória e de um tropeço do CSA para voltar ao grupo dos quatro primeiros. O desafio do Avaí será novamente em Florianópolis, contra o Guarani no sábado (23). Para seguir com chances de voltar à elite, o Leão da Ilha precisa vencer e torcer por maus resultados do Juventude e do CSA.

CRB goleia Figueirense

No Rei Pelé, em Maceió, o CRB fez 5 a 1 na outra equipe de Florianópolis, o Figueirense. O primeiro saiu aos 16. O atacante Hyuri aproveitou passe do companheiro Luidy, após rebote do goleiro Rodolfo.

O atacante Lucão do Break precisou de dois chutes para ampliaram aos 31. A segunda finalização, depois do bate e rebate, morreu na rede do time catarinense.

Na reta final do primeiro tempo, os alagoanos fizeram mais um, outra vez com Hyuri. Depois do cruzamento, ele aparece na área e balança a rede.

Na segunda etapa, aos 30, o meia Diego Torres dominou na área e bateu forte para deixar o placar em 4 a 0 para os alagoanos. O Figueirense ainda teve tempo para fazer o gol de honra. Aos 40, o atacante Erison driblou o adversário e bateu forte. Aos 46, o lateral-direito alagoano Reginaldo recebeu passe do atacante Hury e só rolou para a rede. A vitória ficou com o CRB por 5 a 1.

Provisoriamente, o time de Maceió ocupa a 10ª posição com 49 pontos. O próximo jogo da equipe será fora de casa contra a Ponte Preta, no próximo domingo (24). Enquanto isso, o Figueirense, no 15º lugar, segue muito ameaçado pelo rebaixamento.

O Cuiabá está muito perto da Série A do Campeonato Brasileiro. O Dourado venceu o Paraná por 2 a 0 nesta terça-feira (19), no Durival Britto, chegou a 61 pontos, e precisa de apenas um empate nos próximos dois jogos para se garantir na elite do futebol nacional sem se preocupar com outros confrontos. O Paraná permanece com 36 pontos, ocupando a 18ª posição e se complicou na luta contra o rebaixamento.

Gol no início

A primeira oportunidade apareceu logo aos dois minutos de jogo e foi para os donos da casa. Higor Meritão passou para Juninho, que tocou para trás. O próprio Meritão recebeu, entrou na área e chutou com perigo. A resposta do Cuiabá veio aos 15 minutos. Lucas Ramon dominou após rebote da defesa e cruzou na cabeça de Élvis, que, de peixinho, abriu o placar.

Dois minutos depois o Dourado reclamou de pênalti de Jean em Felipe Marques, mas o árbitro não marcou. Em vantagem no placar, o Cuiabá diminuiu o ritmo da partida e não teve muita dificuldade para manter o Paraná longe de sua área, mas também não criou mais chances na etapa inicial.

O segundo tempo começou mais acelerado. Precisando vencer para tentar sair da zona do rebaixamento, o Paraná voltou melhor. Aos sete minutos, Renan Bressan recebeu passe de letra de Guilherme Biteco e chutou para a boa defesa de João Carlos. Quatro minutos depois, Renan Bressan tentou de fora da área e a bola passou com perigo à direita do goleiro.

O Cuiabá quase ampliou aos 24 minutos. Yago recebeu pela direita, driblou Philipe Maia e chutou forte de perna esquerda para a boa defesa do goleiro Renan. O Dourado passou a dominar a partida e, na segunda oportunidade, Yago não desperdiçou. Ele invadiu a área após passe de Matheus Barbosa e tocou com categoria por cima na saída de Renan para confirmar a vitória.

Na próxima rodada, o Cuiabá recebe o Sampaio Corrêa, sexta-feira (22), às 21h30, na Arena Pantanal. O Paraná enfrenta o Oeste, terça-feira (26), às 19h15, na Arena Barueri.

A iniciativa revela o comprometimento do governador Reinaldo Azambuja com o esporte sul-mato-grossense. Para o governador, aplicar recursos em projetos sociais como o Bolsa-Atleta e o Bolsa-Técnico fortalece e projeta Mato Grosso do Sul no cenário nacional. “Quantos atletas que se destacaram nacionalmente não saíram dos projetos sociais, levando o nome de Mato Grosso do Sul para o Brasil. E mais: vai o atleta, fica o técnico, por isso, o programa valoriza este profissional”.

Em contrapartida, os atletas e técnicos bolsistas se comprometem a representar Mato Grosso do Sul em competições oficiais e em eventos esportivos promovidos ou patrocinados pelo Estado, na sua modalidade e categoria, sempre que convocado pela Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de MS) ou pela entidade de administração do desporto.

Os beneficiados além de ceder o direito de imagem, terão que divulgar o Programa e o Governo do Estado em seu uniforme de competição, salvo quando vedado pelo regulamento da competição, seguindo o manual de identidade da Fundesporte.

No edital conta além do quantitativo de bolsas a serem concedidas e seus respectivos valores, todas as etapas a serem adotadas, além dos requisitos para pleitear os benefícios, critérios de avaliação, pontuação e classificação.

Além disso, o documento traz a composição e competências do Cogeb (Comitê Gestor da Bolsa-Atleta e da Bolsa-Técnico), que será composto por sete membros titulares e igual número de suplentes, designados pelo diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.

O Cogeb será composto por três representantes da Fundesporte, um da Secretaria de Estado de Educação, um das federações das modalidades coletivas, um das federações individuais e um das entidades paraolímpicas.

O mandato do conselho é dois anos, permitida a designação consecutiva, por igual período, sendo que a competência desse órgão é analisar, coordenar e deliberar sobre a concessão, a suspensão, o cancelamento e, quando couber, o quantitativo das Bolsas-Atleta e Bolsas –Técnico.

Veja a quantidade, a modalidade e os valores das bolsas

Quantitativo e pagamento de bolsas
Modalidade Quantidade de bolsas Valor Unitário (R$)
Bolsa-Atleta Estudantil 100                          500,00
Bolsa-Atleta Universitário 15                          950,00
Bolsa-Atleta Nacional 50                          950,00
Bolsa-Atleta Nacional Paraolímpico 20                          950,00
Bolsa-Atleta Master 10                          950,00
Bolsa-Atleta Pódio Complementar 10                      1.200,00
Bolsa-Atleta Pódio Complementar Paraolímpico 10                      1.200,00
Bolsa-Atleta Internacional 10                      1.200,00
Bolsa-Atleta Olímpico e Paralímpico 10                      1.400,00
Bolsa-Técnico I 15                      1.000,00
Bolsa-Técnico II 15                      1.500,00
Recursos totais ao mês R$ 227.750,00

Visando a economia e a sustentabilidade, o presidente da Câmara Municipal de Dourados Laudir Munaretto (MDB), juntamente com a Mesa-Diretora da Casa, estuda a implantação de um sistema para modernizar os processos legislativos. Em alguns setores, como na Secretaria, esse trabalho ainda é realizado de forma manual. 

Em reunião realizada no plenarinho na terça-feira (19), seguindo os protocolos de biossegurança contra a Covid-19, a empresa GOVBR apresentou para a secretária Legislativa Tatiana da Silva Morena, ao diretor Fabiano Costa, ao responsável pela Controladoria do Legislativo Carlos Augusto Nantes, o software que otimiza os serviços dos servidores públicos.

Por meio da plataforma, as pautas discutidas e votadas nas sessões ordinárias, contratos e pagamentos serão todas digitalizadas, o que deve agilizar a execução do serviço e estreitar a comunicação entre os vereadores e o cidadão. 

“A proposta da presidência é modernizar a Casa. Dar mais agilidade aos processos, e fazer com que o cidadão se comunique mais e melhor com a Câmara Municipal, seja por meio de uma plataforma, como também, via aplicativo”, enfatizou o gestor público Augusto. 

Neste primeiro momento, foi apresentado e detalhado a proposta de como o software funciona. O representante da GOVBR detalhou que o projeto apresentado à Câmara Municipal de Dourados tem o intuito de dinamizar o processo legislativo da Casa e gerar mais economia aos cofres públicos, reduzindo o uso de papel.  

Com a chegada da vacina contra o coronavírus, muitas informações falsas e/ou incompletas sobre a imunização podem gerar dúvidas tanto em relação à eficácia, como a questões sobre reações, entre outros assuntos relacionados.

O primeiro lote com a vacina chegou, nesta segunda-feira (18), com 158 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde. A distribuição para os 79 municípios segue o Plano Estadual de Distribuição da Vacina contra a Covid-19, por intermédio de força-tarefa da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

Nessa primeira fase serão imunizados os idosos com mais de 60 anos que moram em instituições como casas de repouso, além de indígenas e trabalhadores da área da saúde que estão na linha de frente contra a pandemia de Covid-19.

Para a  gerente técnica de Imunização da SES, Ana Paula Rezende Goldfinger, as vacinas têm o propósito de estimular o sistema imunológico, pois ao serem aplicadas, introduzem vírus ou bactérias inativas ou atenuadas no organismo e fazem com que o sistema imunológico reconheça agentes que causam doenças, produzindo anticorpos que evitam acometimentos mais sérios ou até mesmo a morte. Com isso, a especialista conclui que as vacinas são seguras.

“Os imunizantes são rigorosamente testados e avaliados até que possam ser liberados e ofertados para população, com isso, têm eficácia comprovada, prevenindo doenças e em alguns casos erradicando-as, como é o caso da poliomielite, que não existe no Brasil desde o início dos anos 90 devido às políticas de prevenção do Ministério da Saúde. Portanto, não precisamos ter resistência quanto a sua eficácia”, reforça a gerente da SES .

Sobre as reações, ela explica que após a aplicação algumas poucas pessoas podem desenvolver sintomas de reação adversa, uma vez que as vacinas são medicamentos e podem causar algum incômodo, dor, febre local ou outro sintoma. “Mas reforçamos que o risco de possível evento adverso e muito pequeno perto dos benéficos ofertados por uma vacina, ainda mais nos dias atuais”.

A infectologista integrante do COE/MS (Centro de Operações Emergenciais), Mariana Croda, acredita que falhas nas informações podem trazer confusão à população em relação à vacinação. “O mundo inteiro está se vacinando, as pessoas de forma alguma estão sendo feitas cobaias, todas as fases de estudo foram muito bem feitas e conduzidas, temos vários países já utilizando, várias vacinas, milhões de pessoas já foram vacinadas em todo o mundo então não tem como Brasil não vacinar mais”.

Mariana ressalta que cientistas brasileiros já possuem ampla experiência com este tipo de vacina. "As vacinas são, na verdade, pequenas partes do vírus que vão fazer com o que corpo entenda, que faça esse reconhecimento e gere anticorpos, ficando então imunizados. Nós temos anticorpos produzidos especificamente contra esse vírus, então isso já é uma técnica que usamos há muitos anos, nós temos várias vacinas semelhantes. Então não temos o que temer”.

O exemplo citado por Mariana Croda se refere as demais virais já aplicadas há muitos anos. “Temos exemplos de vacinas que são seguras e que usamos há muitos anos como a Influenza, vacina do sarampo. A gente acredita que a vacina é eficaz e segura. E mais: não é somente o Brasil que vai usar essa vacina, a estratégia é que tenhamos outras variedades da vacina tanto no público, como no privado”.

“Estamos esperançosos e esperando o imunobiológico para que possamos frear esse vírus tão letal e que vem causando tanto sofrimento e angústia para toda população”, conclui Ana Paula.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou no dia 17 de janeiro o uso emergencial de 6 milhões de doses da vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantã e as 2 milhões de doses da vacina produzida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca.

As condições de tempo fechado com pancadas de chuva registradas ao longo desta semana devem se manter, estima a meteorologia.

Nesta quarta-feira (20) o céu estará nublado passando a parcialmente nublado, com possibilidade de pancadas de chuva para o Estado. As temperaturas se elevam um pouco, especialmente na região do bolsão, mas de modo geral podem registrar mínima de 20°C e máxima de 32°C.

Abaixo as condições e temperaturas estimadas pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) para a Capital e algumas cidades do Estado.

Campo Grande: Nublado com pancadas de chuva | 21°C a 28°C

Dourados: Nublado com pancadas de chuva | 21°C a 28°C

Corumbá: Nublado com pancadas de chuva | 20°C a 27°C

Três Lagoas: Nublado com pancadas de chuva | 23°C a 33°C

Conforme aviso do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) válido até as 17 horas desta quarta-feira (20) chuvas intensas com acumulados entre 50 e 100 milímetros e ventos intensos que podem variar entre 60 a 100 km/h.

Em caso de rajadas de vento a orientação é não buscar abrigo debaixo de árvores, não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, e se for possível desligar aparelhos elétricos.  

A Câmara Municipal de Dourados está acompanhando o início da vacinação contra a Covid-19 no município, que, de forma simbólica, vacinou profissionais da linha de frente nesta terça-feira (19) na unidade básica de saúde da Vila Índio.

O Poder Legislativo, atento a esse momento histórico e esperado por todos, criou uma Frente Parlamentar com o objetivo de coletar informações sobre o Plano Municipal de Imunização e verificar se o público-alvo da primeira fase de imunização está sendo alcançado.

Uma das prioridades nesta primeira etapa de vacinação contra a Covid-19 será as aldeias Jaguapiru e Bororó. Dourados concentra uma das maiores populações indígenas do Brasil e a previsão é que 14,5 mil pessoas recebam a primeira dose a partir desta semana, e após 28 dias, a segunda.

De acordo com o Ministério Público e a Secretaria Estadual de Saúde, a orientação é que indígenas com mais de 18 anos, profissionais de saúde e idosos que moram em casas de repousos sejam vacinados.

Amanhã (20), a Secretaria Municipal de Saúde dá início ao planejamento definido. Além disso, sobre a campanha de vacinação nas aldeias em Dourados, o DSEI (Distrito Sanitário Especial Indígena) ficará responsável pela logística e aplicação.

Outra preocupação da Câmara e, consequentemente da Frente, é verificar a logística da campanha de imunização contra a doença, que no maior município do interior de Mato Grosso do Sul já infectou mais de 16 mil pessoas e matou 200.

A vereadora e presidente da Frente Parlamentar Daniela Hall (PSD) ressalta que a quantidade de doses enviadas para o município é insuficiente para a primeira etapa da campanha, mas reitera que deputados federais e senadores já foram oficializados, e que, o segundo lote de vacinas depende da chegada de insumos da China ao Instituto Butantan.

“Estamos acompanhando de perto esse momento, fiscalizando. Vamos conscientizar o público-alvo para que tome a vacina, até porque nesse primeiro momento, ela não é obrigatória, mas se faz importante e necessária. Sabemos que Dourados precisa de mais doses, já estamos trabalhando para isso, porém dependemos também do Instituto Butantan para o envasamento de mais vacinas”, pontuou a parlamentar.

A variante britânica do vírus da covid-19 continua a espalhar-se pelo mundo e foi detectada, na semana passada, em 60 países e territórios, anunciou a Organização Mundial de Saúde (OMS). Em Portugal, se essa variante se tornar dominante, as aulas poderão ser suspensas.

A nova estirpe está presente em mais dez países e territórios, comparado com os números de uma semana atrás, 12 de janeiro, disse a OMS em sua Análise Epidemiológica Semanal.

Já a variante sul-africana, que, tal como a britânica, é muito mais contagiosa do que o vírus SARS-CoV-2 original, espalha-se mais lentamente e está presente em 23 países e territórios, mais três do que em 12 de janeiro.

A OMS informou ter monitorado a propagação de mais duas variantes que apareceram no Brasil (P1), no estado do Amazonas, uma delas detectada no Japão em quatro brasileiros.
"Há atualmente pouca informação disponível para avaliar se a transmissibilidade ou se as severidades são alteradas por essas novas variantes", observou a agência da ONU.

Escolas

A variante britânica comunicada à OMS em meados de dezembro é considerada 50% a 70% mais contagiosa do que o novo coronavírus original e está presente nas seis áreas geográficas da organização, enquanto a variante sul-africana está presente apenas em quatro delas, informou a OMS, sem especificar quais.

A informação preliminar indica uma possível maior transmissibilidade entre as crianças. Com o vírus original, a hipótese era e transmissão menor do que a dos adultos.

O primeiro-ministro adiantou nessa terça-feira (19), em discussão no Parlamento, que não hesitará em fechar estabelecimentos de ensino se verificar que a variante inglesa do novo coronavírus, mais contagiosa, tornou-se dominante.

"Neste momento, estamos buscando manter as escolas abertas, já que sabemos o enorme custo social que representa fechá-las. Nesta quarta-feira, vamos iniciar uma campanha de testes rápidos em todas as escolas, tendo em vista reforçar a segurança", disse.

Se para a semana ou daqui a 15 dias se souber, ou até mesmo se já nesta quarta-feira se souber, por exemplo, que a estirpe inglesa se tornou dominante no país, então, muito provavelmente, vamos ter mesmo de fechar as escolas", advertiu o líder do Executivo.

Na França, o Instituto Nacional de Saúde e Investigação Médica revelou que prevê que a variante inglesa se torne a prevalente no país entre o fim de fevereiro e meados de março.

Existe também a questão da eficácia das vacinas contra essas novas variantes, mas até agora não há provas de que sejam menos eficazes.

Além disso, os laboratórios deram garantias de que estão aptos a fornecer rapidamente novas versões da vacina, se necessário.

Na Análise Epidemiológica Semanal, a OMS advertiu para uma escalada mundial do nível de mortes, com recorde de 93 mil em sete dias, e 4.7 milhões de novos casos no período.

As novas variantes do vírus causam preocupação, pois podem estar ligadas a uma aceleração dos contágios.

Joe Biden assume nesta quarta-feira (20) como o 46º presidente dos Estados Unidos em uma cerimônia com limitações provocadas pela pandemia do novo coronavírus e com segurança reforçada, após o ataque ao Capitólio no início do mês. Acompanhado pela vice-presidente Kamala Harris eles tomam posse às 12h (14h no horário de Brasilia). 

Devido à pandemia, a cerimônia de posse do democrata terá poucos convidados e não terá público, ao contrário do que tradicionalmente ocorre.

A equipe de transição de Biden já previa um evento limitado devido à covid-19, que nos Estados Unidos matou mais de 400 mil pessoas, mas o ataque ao Capitólio no dia 6 de janeiro fez com que a prefeitura de Washington reforçasse a segurança da cidade. Na tarde ontem, 25 mil membros da Guarda Nacional aguardavam a chegada de Biden, mais que o dobro do efetivo de cerimônias passadas.

A posse de Biden e Kamala Harris não terá desfile, multidões ou baile, mas estão previstos atos virtuais e televisionados para compensar a falta de público. O atual presidente, Donald Trump, não vai comparecer à posse e será substituído pelo vice, Mike Pence.

O número de convidados será limitado. Além de congressistas e dos membros do governo, estarão presentes os ex-presidentes Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton, acompanhados de suas esposas, e o vice-presidente Mike Pence. Segundo os organizadores, serão colocadas 200 mil bandeiras dos estados para representar aqueles que não poderão participar do ato.

 

Biden fará o juramento com uma Bíblia que está com sua família desde o século 19 e o padre jesuíta Leo O'Donovan, amigo de Biden, fará a oração inaugural. O juramento à bandeira será feito por uma chefe dos bombeiros de South Fulton (Geórgia) e Lady Gaga vai cantar o Hino Nacional. 

Segundo a mídia local, a poetisa Amanda Gorman lerá um poema e haverá apresentações musicais de Jennifer López e de Garth Brooks. 

Na conclusão da cerimônia, Biben fará a tradicional inspeção das tropas como novo comandante-chefe do país. O desfile até a Casa Branca, no entanto, será substituído por um desfile virtual com a participação de pessoas de todo os EUA, segundo informaram os organizadores. Já o baile foi substituído por um especial de 90 minutos apresentado pelo ator Tom Hanks com a participação de vários artistas como Justin Timberlake, Bruce Springsteen, Bon Jovi e Demi Lovato. O evento será transmitido em vários canais, além das redes sociais.

Donald Trump

Ontem (19), Donald Trump exibiu um vídeo com seu discurso de despedida, divulgado no canal da Casa Branca no YouTube. Trump disse que encerra seu mandato como 45º presidente dos EUA orgulhoso de sua gestão. "Nós fizemos o que viemos aqui para fazer - e muito mais".

Trump desejou que a administração de Joe Biden mantenha “a América a salvo e próspera". "Nós estendemos nossos melhores desejos e também queremos que eles tenham sorte - uma palavra muito importante."

O presidente também falou sobre o ataque ao Capitólio. "Todos os americanos ficaram horrorizados com o ataque ao nosso Capitólio. Violência política é um ataque a tudo que celebramos como americanos. Nunca pode ser tolerada."

A Funtrab está com ofertas de emprego em vários setores para profissionais de ensino fundamental e superior, com salários acima de 3 mil reais, confira: 

Farmacêutico (1 vaga) – é preciso ter curso superior completo em Farmácia e no mínimo seis meses de experiência comprovada. O contratado atuará como responsável técnico e na dispensação de medicamentos. Salário é de R$ 3.120,00 com direito ao vale-transporte, alimentação no local e outros benefícios.

Farmacêutico logístico (1 vaga) – ter no mínimo seis meses de experiência comprovada em Carteira e ensino superior completo em Farmácia. É necessário ter experiência ou vivência em farmácia hospitalar. Atuará como farmacêutico hospitalar supervisionando unidades e equipe de auxiliares de farmácia, bem como suas rotinas, procedimentos e processos de atendimento. Será responsável pelo envio de relatórios de apontamentos para o RH. Emite e analisa relatórios operacionais. Reporta informações ao superior imediato. Controla manutenção e revisão de equipamentos utilizados na operação. Preenche e controla formulários técnicos, dentre outros. O salário é de R$ 3.057,00, com direito a vale-transporte, assistência médica-odontológica e tíquete-alimentação. 

Serralheiro (1 vaga) – pode ter ensino fundamental completo e seis meses de experiência não comprovada em Carteira para trabalhar como serralheiro/mecânico industrial, precisa ter conhecimento em solda. O salário é de R$ 3 mil mais tíquete-alimentação. 

Supervisor de logística (2 vagas) - ter no mínimo seis meses de experiência comprovada em Carteira e ensino superior completo em Administração ou Logística. Atuará na administração e liderança e terá como atribuições realizar visitas de negócios aos clientes em potencial, criar e acompanhar indicadores de performance; analisar os resultados e desenvolver estratégias para o alcance das metas; acompanhar e avaliar o mercado e a concorrência; selecionar, avaliar e contratar junto à área de Recursos Humanos; gerenciar o treinamento de equipes e campanhas motivacionais; orientar a equipe; planejar e trabalhar em conjunto com o cliente. O salário é de R$ 3.045, 00, com benefícios a combinar. 

Como proceder 

Para evitar filas e aglomerações a Funtrab disponibilizou o aplicativo para agendamento de atendimento. Baixe no celular o aplicativo “MS Contrata+ para Trabalhadores”. Acesse os links para download do aplicativo “MS Contrata+ para Trabalhadores”: 

IOS:  

https://apps.apple.com/us/app/ms-contrata-p-trabalhadores/id1544791407 

Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.bluetrix.contratamais 

Apesar da alta na inflação nos últimos meses, as instituições financeiras apostam na manutenção da taxa Selic (juros básicos da economia) em 2% ao ano, no menor nível da história. A taxa que vigorará nos próximos 45 dias será divulgada nesta quarta-feira (20), no fim da tarde, pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC).

A estimativa de manutenção da taxa consta do boletim Focus, pesquisa com instituições financeiras divulgada toda semana pelo Banco Central (BC).

O Copom reúne-se a cada 45 dias. O anúncio da Selic ocorre após a segunda parte do encontro, em que os membros do Copom, formado pela diretoria do BC, analisam as possibilidades e definem a taxa. Ontem (19), no primeiro dia da reunião, foram feitas apresentações técnicas sobre a evolução e as perspectivas das economias brasileira e mundial e o comportamento do mercado financeiro.

Meta de inflação

A Selic representa o principal instrumento do governo para controlar a inflação, garantindo que ela fique dentro da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Para 2021, a meta está em 3,75%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 2,25% e o superior, 5,25%.

Para 2022, a meta é 3,5%, também com intervalo de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Até alguns meses atrás, as instituições financeiras projetavam inflação abaixo do centro de meta. A situação, no entanto, mudou com a recente alta no preço dos alimentos. Os analistas consultados no boletim Focus agora projetam que a inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) terminará o ano em 3,43%. Para 2022, a estimativa está em 3,5%.

Controle da demanda

O Banco Central atua diariamente por meio de operações de mercado aberto – comprando e vendendo títulos públicos federais – para manter a taxa de juros próxima ao valor definido na reunião.

A Selic, que serve de referência para os demais juros da economia, é a taxa média cobrada em negociações com títulos emitidos pelo Tesouro Nacional, registradas diariamente no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia.

Ao manter a Selic no mesmo patamar, o Copom considera que as alterações anteriores nos juros básicos foram suficientes para chegar à meta de inflação, objetivo que deve ser perseguido pelo BC.

Ao reduzir os juros básicos, a tendência é diminuir os custos do crédito e incentivar a produção e o consumo.

Quando o Copom aumenta a Selic, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Cerca de 3,5 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do auxílio emergencial extensão nascidos em setembro podem sacar a última parcela do benefício a partir desta quarta-feira (20). Eles poderão sacar ou transferir os recursos da conta poupança social digital. Foram creditados cerca de R$ 2,4 bilhões para esses públicos nos ciclos 5 e 6 de pagamentos.

Desse total, cerca R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial extensão e o restante, cerca de R$ 200 milhões, às parcelas do auxílio emergencial.

O dinheiro havia sido depositado na conta poupança digital em 6 de dezembro para os beneficiários do ciclo 5 e em 21 de dezembro para os beneficiários do ciclo 6. Até agora, os recursos podiam ser movimentados apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de boletos, de contas de água, luz e telefone, compras com o cartão virtual de débito pela internet e compras em estabelecimentos parceiros por meio de maquininhas com código QR (versão avançada do código de barras).

Para realizar o saque em espécie, é necessário fazer o login no Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da Caixa, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

Os saques em dinheiro podem ser feitos nas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou nas agências.

360x310 (2) Imobiliaria
360x310 (3) Comercial Oshiro
Publicidade