Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-15-09- (1000X90)

Grid List

Dados do Anuário da Violência 2020, divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública com números da pandemia, apontam que Mato Grosso do Sul reduziu a maioria dos índices avaliados, comparando-se o primeiro semestre de 2020 com o mesmo período do ano passado.

Entre os maiores destaques está a redução de mortes decorrentes de intervenção policial (-53%), lesão corporal seguida de morte (-40%), posse e uso de entorpecentes (-34%), estupro de vulnerável (-32 %), estupro (-28%), estupro de vulnerável do sexo feminino (-28%), estupro de mulheres (25%), roubo total (-27%), roubo a residências (-26%), roubo de veículos (-24%), roubo de estabelecimentos comerciais (-15%), ameaças a mulheres (-15%) e lesão corporal dolosa a mulheres (-9%).

O governador Reinaldo Azambuja elogiou o resultado e creditou os dados ao empenho das forças de segurança. "Os números falam por nós. Sabemos que temos uma das melhores policias do Brasil, que continuaram desempenhando suas funções com maestria, protegendo a população mesmo durante a pandemia de coronavírus", disse o gestor.

 

Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira atribui os bons resultados aos investimentos em equipamentos, viaturas, capacitação e inteligência, bem como a integração e a dedicação das forças policiais. "Naquilo que se destacava entre as ações que deveríamos produzir, não só nos grandes centros urbanos, mas também nas regiões de fronteira e de divisas, foi feito, e isso tudo permitiu que Mato Grosso do Sul conseguisse, num momento de pandemia, otimizar os resultados com a intensificação dos policiamentos, principalmente preventivo e repressivo", explicou.

Dos 23 indicadores, Mato Grosso do Sul obteve redução nos 13 itens acima mencionados; variação inexpressiva (manutenção) em cinco e aumento em apenas cinco quesitos: latrocínio (42%), mortes violentas intencionais (6%), homicídio doloso (6%) e violência doméstica (0,24%). "Houve um aumento em alguns delitos, principalmente daqueles que ocorrem dentro das residências, locais onde as pessoas ficaram maior tempo reunidas durante a pandemia e atualmente há uma atenção especial para com esses grupos criminais", garante o secretário de Segurança.

Com relação à violência doméstica é importante considerar o aumento da subnotificação, tendo em vista a maior dificuldade de registros por parte das mulheres em situação de violência doméstica durante a vigência das medidas de distanciamento social impostas pela pandemia. Justamente por este motivo, o governo estadual criou mecanismos para incentivar as denúncias como a campanha Sinal Vermelho e plataformas como o site www.naosecale.ms.gov.br e o ícone mulher no aplicativo MS Digital.

Sobre o Anuário

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública utiliza informações fornecidas pelas secretarias de segurança pública estaduais, pelo Tesouro Nacional e pelas polícias civis, militares e federal, entre outras fontes oficiais da Segurança Pública. A publicação é uma ferramenta importante na promoção da transparência e da prestação de contas na área, além de auxiliar na elaboração de políticas públicas e promo-ver o debate de novos temas na agenda do setor.

Para acessar o material na íntegra acesse www.forumseguranca.org.br.

Uma Equipe da Policia Militar de Itamarati/4º BPM realizava patrulhamento ostensivo preventivo no núcleo urbano do Distrito de Nova Itamarati, quando, os policiais avistaram um veículo trafegando pela rodovia MS 164.

Quando o motorista do veiculo notou a presença da viatura policial militar, demostrou alteração, acelerando bruscamente para evitar uma abordagem. Diante da atitude suspeita, a equipe policial realizou acompanhamento tático, quando o condutor do veículo, um GM Vectra, de cor ver, com placas de Campo Grande/MS, abandonou o rodado as margens da rodovia e adentrou no meio de uma mata tomando rumo ignorado.

Os policiais militares realizaram diligencias na rodovia e incursão na mata em busca do autor, porém sem êxito. No interior do veículo abandonado havia grande quantidade de maconha e Skank (super maconha), após pesagem foi constatado que eram 510 (quinhentos e dez quilogramas) do entorpecente.

 

Diante dos fatos, a referida droga juntamente com o veículo foi entregue no 1º Distrito Policial em Ponta Porã para as providências cabíveis.

Foto: Cido Costa

Policia

Um acidente de trânsito ocorrido na manhã deste domingo (25), em Dourados, quase terminou em tragédia. Isso porque os veículos envolvidos por pouco não colidiram nas bombas de combustível de um posto na área central.

O acidente ocorreu na avenida Weimar Torres esquina com a Albino Torraca. Um gol branco com placas de Dourados, conduzido por um homem, colidiu com uma strada branca, também com placas de Dourados, conduzida por uma mulher. Às circunstâncias ainda estão sendo apuradas pela polícia.

O motorista do gol não teve ferimentos graves, já a condutora do veículo strada ficou inconsciente. A mulher foi socorrida e reanimada por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhada para uma unidade hospitalar da cidade.

 

DouradosAgora

O São Paulo se tornou o primeiro classificado para as quartas de final da Copa do Brasil após superar o Fortaleza por 10 a 9 na disputa de pênaltis em partida realizada neste domingo (25) no estádio do Morumbi.

O confronto foi para a disputa nas penalidades máximas após termina em empate de 2 a 2 no tempo regulamentar. No primeiro jogo, realizado no dia 14 no Castelão, as equipes ficaram na igualdade de 3 a 3.

São Paulo sai na frente

O São Paulo poderia ter alcançado uma classificação mais tranquila, pois chegou a abrir 2 a 0. O primeiro gol saiu logo aos 10 minutos de jogo, quando Brenner acertou de voleio bola que sobrou pelo alto. E o Tricolor ampliaria novamente com gol do jovem atacante, mas aos 25 minutos da etapa final.

Com a vantagem obtida já no meio do segundo tempo, a expectativa era que o time paulista garantisse a classificação sem maiores sustos. Mas aconteceu justamente o contrário, o Fortaleza cresceu na partida e descontou aos 35 minutos com David.

A partir daí a equipe do técnico Rogério Ceni abusou das bolas lançadas na área adversária. E foi justamente em uma jogada destas, aos 46 minutos, que a equipe cearense chegou à igualdade, com Roger Carvalho após cruzamento de Juninho. Com o 2 a 2, e o final dos 90 minutos, o confronto foi para a disputa de pênaltis.

Decisão nos pênaltis

Na disputa dos pênaltis, que chegou a 20 cobranças, a eficiência dos cobradores foi a tônica. Pelo Fortaleza, Juninho, Wellington Paulista, Bruno Melo, Marlon, Max Walef, Yuri César, Paulão, Osvaldo e Roger Carvalho não falharam. Já pelo São Paulo, Reinaldo, Tchê tchê, Daniel Alves, Pablo, Vitor Bueno, Tiago Volpi, Bruno Alves, Arboleda e Diego conferiram.

Já na 19ª cobrança do Fortaleza, o goleiro Tiago Volpi pegou o chute de Gabriel Dias. Depois, com a responsabilidade de garantir a classificação do São Paulo, Léo Pelé foi eficiente na 20ª cobrança da longa disputa.

Com isso, o Tricolor paulista se tornou o primeiro classificado para as quartas de finais da atual edição da Copa do Brasil.

O líder Internacional empatou neste domingo (25) com o vice-líder Flamengo por 2 a 2 no estádio Beira Rio, em Porto Alegre (RS), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com este resultado, os colorados se mantiveram no topo da tabela de classificação. Gaúchos e cariocas estão com os mesmos 35 pontos, mas a equipe comandada pelo técnico argentino Eduardo Coudet leva vantagem no critério de desempate do saldo de gols (15 a 11).

Os donos da casa começaram pressionando. Logo aos 6 minutos abriram o placar. O lateral do Flamengo Isla perdeu a bola para Patrick, que foi até a linha de fundo e tocou para Abel Hernández. Dentro da área, o atacante uruguaio se antecipou à zaga rubro-negra e chutou firme. Indefensável para o goleiro Hugo. Quatro minutos depois, os visitantes empataram. O atacante Pedro, de fora da área, bateu firme no canto esquerdo do goleiro Marcelo Lomba, que não conseguiu interceptar. Este foi o nono gol de Pedro no Brasileirão.

Após o placar igualar, o jogo ficou equilibrado. Entretanto, aos 24, após mais uma bobeira do sistema defensivo da equipe carioca, o Inter voltou à frente no marcador. Após erro de passe do zagueiro Gustavo Henrique, na saída do goleiro Hugo, Thiago Galhardo bateu colocado e balançou a rede adversária. Com este gol, Galhardo se isolou ainda mais na artilharia do campeonato, com 15. O jogador colorado ainda fez o terceiro aos 43, mas desta vez estava impedido.

Empate no final

Na segunda etapa, o Flamengo tentou reagir, mas foi o Inter que quase ampliou. Aos 4, Marcos Guilherme bateu de primeira, de fora da área, e acertou a trave de Hugo. Em seguida os rubro-negros incomodaram. Aos 7, de voleio, Pedro quase marcou o segundo dele na partida. Aos 12, o lateral-esquerdo rubro-negro Filipe Luís acertou o travessão. No decorrer do segundo tempo os cariocas dominaram a partida, embora não conseguissem transformar a pressão em gol. Até que nos acréscimos, aos 49, Gerson cruzou para Everton Ribeiro, que, de cabeça, empurrou para o fundo da rede. Internacional 2, Flamengo 2.

O próximo compromisso das duas equipes será na próxima quarta-feira (28). Estreando na Copa do Brasil, o Internacional enfrentará o Atlético-GO no estádio Olímpico, em Goiânia (GO), às 19h. Outro que vai debutar na competição é o Flamengo, que duelará com o Athletico-PR, atual campeão da competição, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), às 21h30.

Pelo Brasileirão, os colorados voltam a campo no sábado (31). O adversário será o Corinthians na Neo Química Arena, em São Paulo (SP), às 19h. Já o Flamengo receberá o São Paulo no domingo (1º). A partida acontecerá no Maracanã às 16h.

Triunfo gremista

De virada, o Grêmio bateu o Athlético Paranaense por 2 a 1 na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). O Furacão abriu o placar com Carlos Eduardo ainda no primeiro tempo. Após o intervalo, o zagueiro do Athletico-PR Thiago Heleno marcou contra. O gol da vitória dos gaúchos saiu dos pés de Ferreira, aos 41 minutos. Com o êxito fora de casa, o Grêmio chegou a 24 pontos, e ocupa a nona posição. Já o Athletico-PR é o 18º, com 16.

Assim como Flamengo e Internacional, Athletico-PR e Grêmio também estreiam pela Copa do Brasil. Enquanto o Furacão vai encarar o Flamengo, o tricolor gaúcho terá o Juventude pela frente na quinta-feira (29). O confronto acontecerá em Porto Alegre às 21h30.

Em seguida, a dupla volta a entrar em campo pelo Campeonato Brasileiro. No domingo (1º), às 16h, os paranaenses visitarão o Sport na Ilha do Retiro, no Recife (PE). Já o Grêmio receberá o Bragantino na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS). O embate será realizado no dia do feriado de Finados, em 2 de novembro, às 20h.

O Coritiba anunciou neste domingo (25) que Jorginho deixou o comando técnico da equipe, “junto com o auxiliar Luiz Iubel e o preparador físico Joelton Urtiga”.

 

A saída do treinador acontece após derrota, para o Ceará, no último sábado (24) na arena Castelão por 2 a 1.

Para quem está em busca de emprego a Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul intermedia 1.461 vagas de emprego nesta segunda-feira (26). Tem ocupação para todos os níveis de escolaridade e em diversas cidades do Estado, confira a lista aqui.

Campo Grande lidera com 422 vagas de emprego, entre elas estão a de técnico de enfermagem, agente e viagem, atendente de farmácia (balconista), auxiliar de lavanderia, motorista carreteiro, churrasqueiro, estoquista, garçom, estágio de engenharia, entre outras.

Amambai por exemplo, oferta 196 vagas, sendo grande parte delas a serem preenchidas por trabalhadores que vão atuar no cultivo de árvores frutíferas. Em Miranda são 126, a maioria para atuação na cultura de maçã.

Também há oportunidades nas seguintes cidades: Dourados (102), Três Lagoas (89), Sonora (80), Ponta Porã (79), Nova Andradina (60), São Gabriel do Oeste (59), Naviraí (32), Chapadão do Sul (26), Jardim (26), Sidrolândia (25), Aquidauana (22), Bataguassu (21), Itaquiraí (16), Corumbá (13), Coxim (10), Ivinhema (9), Maracaju (8), Rio Brilhante (6), Aparecida do Taboado (5), Eldorado (5), Guia Lopes da Laguna (5), Paranaíba (5), Batayporã (4), Nova Alvorada do Sul (3), Caarapó (2), Cassilândia (2), Ribas do Rio Pardo (2), Rio Verde de Mato Grosso (1).

Caso haja interesse por alguma das vagas detalhadas é necessário comparecer à instituição, tendo em mãos documentos pessoais como RG, CPF e Carteira de Trabalho. Na Capital a Funtrab está localizada na Rua 13 de maio, n° 2.773, e o atendimento voltado a seleção para destinação a entrevista, é de segunda à sexta das 7h30 e 13h30. No interior do estado os candidatos devem procurar a Casa do Trabalhador mais próxima, confira endereços, telefones e horários de funcionamento aqui.

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES/MS), foi um dos destaques na avaliação da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que esteve no Estado analisando a política local quanto ao enfrentamento à Covid-19. Com equipamentos modernos, o laboratório foi responsável pela realização de mais de 131 mil testes ‘padrão ouro’ (RT-PCR) com resultados devolvidos à população em menos de 72 horas. Atualmente, o Lacen realiza 1,8 mil testes/dia. Com essa agilidade, o laboratório se transformou em uma das principais armas no combate ao coronavírus no Estado.

Para o consultor de Vigilância, Preparação e Resposta a Emergências e Desastres, do escritório da OPAS e da OMS no Brasil, Rodrigo Frutuoso, as parcerias interssetoriais como a do Corpo de Bombeiros Militar, por exemplo, foram de extrema importância no enfrentamento à Covid-19 no Lacen. “A colaboração de outras instituições, conseguiram se organizar de uma forma tal, que hoje em dia tem um parque tecnológico completamente adequado e que suporta o enfrentamento desta epidemia”

Segundo o diretor do Lacen/MS, Luiz Henrique Ferraz Demarchi, o empenho dos colaboradores foi de fundamental importância e contribuiu para os excelentes resultados da avaliação da OPAS. “No começo, achamos que poucas pessoas iriam participar deste processo, mas no final, todo mundo acabou participando. Tivemos várias parcerias, professores de universidades, da Fiocruz, trabalhando com a gente manualmente, realizando os exames, e ainda continuam fazendo o transporte. É um trabalho árduo, porém, muito gratificante e positivo, agradeço a todos que participaram conosco”.

Durante análise, os técnicos da OPAs constaram de forma positiva que não foram evidenciadas faltas de EPIs ou kits de coleta, incluindo swabs, durante o período de pandemia no Lacen.  E apontaram que a SES criou protocolos laboratoriais que se estenderam à comunidade indígena e às populações prisionais, o que mostrou rápida resposta quanto a evolução do quadro no Coronavírus no Estado.

O prazo de resposta para o resultado do RT-PCR também foi considerado adequado pelos técnicos, em pleno pico dos casos de Covid no Estado, a resposta do exame chegou a ficar pronta em até quatro dias. Agora, com cenário mais tranquilo, o resultado do exame pode ser liberado às vezes no mesmo dia ou menos até 72 horas. “A maior parte dos casos confirmados foi com critério laboratorial sendo mais da metade destes casos, confirmados por RT-PCR (swab)”, pontua Frutoso.

A logística eficiente no transporte de amostras vindas do interior do Estado também foi um ponto registrado como positivo, considerando que a chegada delas ao laboratório é feita antes de completarem 24 horas, classificado como 'excelente' em reposta à Covid-19.

Infraestrutura

O Parque Tecnológico do Lacen também recebeu avaliação positiva da OPAS quanto a capacidade de sua infraestrutura, sendo inclusive, considerada incomparável frente a outros estados do país. Em análise, os técnicos constatam a presença de equipamentos que suportam a extração de diagnóstico molecular: automatizado ou por meio de equipamentos de amplificação; bem como, por meio de capacidade técnica de absorção de diferentes protocolos de extração sendo manual e automatizada, incluindo diferentes equipamentos como KingFicher, M2000, QiaSymphony; E também, por capacidade técnica de absorção de diferentes protocolos de amplificação como Biomanguinhos, IDT e IBMP.

Outro ponto levantado foi quanto ao setor de confecção de kits de coleta considerado estruturado, quer seja para a produção de meio de conservação viral, como a absorção de meios de transporte comercial e confecção de kits apropriados. Quanto ao setor de recebimento de amostras com fluxo de processos, há infraestrutura para recebimento inclusive dos motoristas dos vários municípios, bem como, a conferência das amostras e documentação, como a guarda das amostras refrigeradas até o envio para o laboratório de biologia molecular.

Os técnicos também avaliaram quanto às salas de freezers para curadoria de amostras estruturadas, onde constataram in loco vários equipamentos ligados a geradores como forma de garantir a estabilidade de temperatura em eventual falta de energia. Os técnicos das OPAS ainda lembraram que a equipe do Lacen optou por manter o painel viral ativo, diminuíram de oito para cinco vírus respiratórios: influenza A e B, vírus respiratório sincicial, adenovírus, metapneumoniae.

Segurança

Rodrigo Frutuoso também comentou quanto ao quadro de técnicos do Lacen. “O laboratório conta com uma equipe estruturada, composta por pessoas de vários setores e de secretarias que se envolveram na resposta à Covid. E isto também contribuiu muito para os resultados. Isso fez com que o Estado de Mato Grosso do Sul ficasse entre os mais transparentes do Brasil segundo ranking do Instituto Open Knowledge Brasil (OKBR)”.

Segundo a avaliação dos técnicos, as equipes atualmente trabalham em três turnos até meia-noite, sendo que no pico da pandemia, trabalharam por 24 horas todos os dia. Na visita, ainda constataram as boas condições de biossegurança e bioproteção adequada para se trabalhar com a SARS-Cov-2 e pela não contaminação laboral de colaboradores do Lacen. E a Comissão de Biossegurança implementada e ativa garantindo os processos nos mais variados setores.

Os técnicos ainda destacaram a criação de uma rede de ajuda evolvendo diversas instituições: Fiocruz, Corpo de Bombeiros Militar, UCDB, Embrapa, UFMS, UFGD, Hemosul, atuando na realocação de profissionais e garantia da disponibilidade de RH; criação de uma rede diagnóstica envolvendo Fiocruz, Embrapa, Hemosul, UFMS, UFGD para Covid-19, quanto ao número da capacidade instalada.

O processo de habilitação de laboratórios privados e públicos de outras cidades estruturado e desenvolvido pelo Lacen também foi outro ponto levantado. Foi lembrado também quanto ao treinamento estruturado para os 79 municípios em: utilização do Gal, cadastro, coleta, armazenamento e transporte de amostras; plataformas tecnológicas para PCR expresso disponíveis com perspectivas de absorção de insumos, se disponibilizados. Rastreabilidade das amostras garantida em todo o processo; capacidade técnica de absorção de sorologia tradicional para covid-19 em diferentes plataformas tecnológicas.

O ar quente e úmido registrado em Mato Grosso do Sul durante o fim de semana deve se repetir nesta segunda-feira (26). A diferença é que podem ocorrer chuvas com ventos fortes em todo Estado, conforme aviso emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para este dia. Dois avisos detalham a possibilidade de chuva entre 30 a 100 milímetros, ventos intensos entre 60 a 100 quilômetros e queda de granizo. 

As condições estimadas pelo Previsão do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) são de céu nublado a encoberto com possibilidade para chuvas com acumulados expressivos em todo Estado. Nos setores sul, central, norte e bolsão a possibilidade é de chuva fraca. 

Os índices de umidade relativa do ar para esta segunda podem variar entre 100% a 60%. Apesar da chuva, a semana no Estado começa com temperaturas entre 17°C a 36°C. Já para a Capital a mínima está estimada em 21°C e a máxima em 29°C. 

Quinzena

Tendência de precipitação estimada pelo Cemtec indica que nos últimos dias do mês de outubro as chuvas continuam a ocorrer em todas as áreas do Estado. Os acumulados poderão ser mais altos e mais intensos nos dias nos dias 26, 27, 29 e 30 de outubro, especialmente as regiões sudoeste, sul, central e bolsão. O volume de chuva estimado para essas áreas varia entre 80 a 100 milímetros. Já nas regiões norte e pantaneira são esperadas acumulados entre 40 a 70 milímetros.  

A orientação para esse período é que a população tenha atenção redobrada às possíveis condições adversas que podem ocorrer como chuvas intensas, ventos fortes, raios e granizo. 

Já no mês de novembro, pelo menos até o dia 7 a expectativa de chuva é baixa e os modelos meteorológicos indicam volume máximo de 05 milímetros em pontos isolados. Nestes dias as condições esperadas são de tempo firme, queda na umidade relativa do ar e gradativa elevação de temperatura, especialmente sobre as regiões pantaneira, norte e central. As chuvas devem retornar a partir do dia 8 de novembro.

O Senado vai promover uma sessão especial de homenagem aos médicos nesta segunda-feira (26), às 16h.

A sessão, sugerida pelo senador Izalci Lucas (PSDB-DF), será realizada de forma remota.

Segundo Izalci, os médicos sempre se dedicaram muito a cuidar da saúde das pessoas.

 

Durante este ano de pandemia, porém, essa missão se tornou ainda mais especial, pois os médicos trabalharam de forma incansável nas emergências e nas UTIs para salvar vidas, destacou o senador. Izalci ainda lamentou que muitos deles também tenham sido vítimas da covid-19.

Todos merecem nosso respeito, gratidão e reconhecimento e, por isso, vamos realizar esta sessão especial e inédita — declarou o senador.

Entre os convidados para a homenagem, está o primeiro vice-presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Donizetti Giamberardino, e o presidente do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF), Farid Buitrago Sánchez.

Os presidentes do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (Sindmédico), Guttemberg Fialho, e da Academia de Medicina de Brasília, Marcus Vinícius Ramos, também estão entre os convidados para a sessão especial.

São Lucas

O Dia do Médico é comemorado no Brasil em 18 de outubro. Outros países como Portugal, Itália, Espanha, Inglaterra, Bélgica e Polônia comemoram no mesmo dia.

A data foi escolhida porque também é o dia de São Lucas. Conforme a tradição cristã, Lucas foi médico.

Ele escreveu o evangelho que leva seu nome e também o livro de Atos dos Apóstolos. Em uma de suas cartas bíblicas, o apóstolo Paulo de Tarso chama Lucas de "médico amado".

Pesquisa Datamax aponta Barbosinha (DEM) com 33% da intenção de votos para Prefeitura de Dourados, 225 quilômetros de Campo Grande. Em segundo, Allan Guedes (PP) aparece com 22%.

João Carlos (PT), 4%, Racib Harb (Republicanos) tem 3%, mesmo percentual de Wilson Matos (B). Mauro Thronicke () aparece com 2% e Jeferson Bezerra (PMN), 1%. 

“Nenhum deles” soma 9%, branco e nulo, 4%, e não sabe ou não responderam, 19%.

 

A pesquisa estimulada, ou seja, quando são apresentados aos eleitores os nomes dos candidatos, foi feita entre 22 e 23 de outubro, com aplicação de entrevistas para 780 eleitores.

Ainda segundo a consulta, a margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Rejeição

O levantamento mostrou, ainda, que o primeiro colocado na intenção de votos também lidera índice de rejeição, com 24%

 

Em seguida, Alan Guedes, 11%, João Carlos, 9%, Racib, 4%, Wilson, Mauro e Jeferson, 3%, cada um. 35% não souberam responder; brancos e nulos somam 2% e nenhum deles, 7%.

A pesquisa está registrada sob o número MS-09465/2020 no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul).

A votação das eleições 2020 está marcada para 15 de novembro.

Balanço divulgado neste domingo (25) pelo Ministério da Saúde (MS) mostra que o país registrou 13.493 novos casos de covid-19, nas últimas 24 horas. No total, o país acumula 5.394.128 casos, desde o início da pandemia. Além disso, foram registradas 231 novas mortes, totalizando 157.134 óbitos. O número de casos em investigação soma 2.390.

O último balanço do governo indica ainda que 4.835.915 pessoas (89,7%) são consideradas curadas da doença. Outras 401.079 pessoas estão em acompanhamento, segundo os dados oficiais.

Os números de novos casos e óbitos costumam ser mais baixos nos finais de semana, em razão da dificuldade de alimentação dos dados pelas secretarias estaduais de saúde aos sábados e domingos. O balanço do Ministério da Saúde é feito a partir de registros reunidos pelas secretarias estaduais de saúde e enviados à pasta para consolidação.

 

Covid nos estados

São Paulo lidera o ranking de maior número de casos acumulando 1.091.980 pessoas contaminadas. Os outros estados com maior número de casos são Minas Gerais (348.804) e Bahia (344.705). Já o Acre tem o menor número de casos (30.304), seguido de Amapá (51.127) e Roraima (55.862).

São Paulo também lidera o número de mortes, com 38.747. Rio de Janeiro (20.203) e Ceará (9.248) aparecem na sequência. Os estados com menos mortes são Acre (687), Roraima (691) e Amapá (741).

O governo federal anunciou na quinta-feira (22), em solenidade no Paláco do Planalto, um programa para eliminação e simplificação de normas, batizado de Descomplica Trabalhista.

Como primeiras medidas, foram revogadas 48 portarias trabalhistas consideradas obsoletas e foi assinada uma nova norma regulamentadora de saúde e segurança na área rural.

Também foi apresentado o eSocial simplificado, com redução nos campos de preenchimento por parte dos empregadores, que têm que prestar informações à Receita Federal sobre funcionários.

 

"Nós queríamos tirar, como sempre disse o presidente, o estado do cangote das pessoas. Foram 11 ou 12 simplificações na agricultura, sete na infraestrutura, e ele [Bruno Bianco, secretário especial da Previdência e Trabalho] vai anunciar, daqui a duas semanas, 2 mil simplificações", afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Agronegócio

Entre as principais medidas assinadas durante a cerimônia, está a nova redação da Norma Regulamentadora 31 (NR 31), que trata especificamente da saúde e segurança na agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e aquicultura.

Segundo o governo, a nova versão foi aprovada em consenso entre trabalhadores e empregadores na Comissão Tripartite Paritária Permanente (CTPP).

Um dos pontos mais importantes é o fim da exigência de aplicação de normas urbanas no meio rural sem observância das peculiaridades do setor.

Para o governo, esse item gerava uma grande insegurança jurídica e aplicação de multas, além de causar confusão para o produtor rural sobre qual norma ele deveria seguir.

"Será que faz sentido obrigar um proprietário a oferecer instalações permanentes de refeitórios ou de alojamentos, em atividades itinerantes, que muitas vezes são desenvolvidas sobre um cavalo? Isso era exigido, e nós revisamos isso por unanimidade, por consen

Estamos entregando normas mais racionais, sem complicações e com menos custo para o setor produtivo", afirmou o secretário Bruno Bianco.

eSocial

Outra mudança anunciada na cerimônia é a instituição do Sistema Simplificado de Escrituração Digital de Obrigações Previdenciárias, Trabalhistas e Fiscais (eSocial simplificado).

De acordo com o governo, as mudanças no leiaute do sistema simplificam o preenchimento e eliminam campos que tomavam desnecessariamente tempo para preenchimento. "

O formulário mais leve atende às procedentes reivindicações do setor produtivo do país, sem prejuízo da manutenção de informações importantes para a continuidade das políticas públicas de trabalho e de previdência", informou o Ministério da Economia, em nota.

Agora, o CPF passará a ser o único número de identificação do trabalhador, dispensando a referência a outros números cadastrais, como, por exemplo, PIS e Pasep.

Também foram excluídos os pedidos de informações que já constam nas bases do governo, como é o caso do número de RG e da CNH.

As regras de validação não impedem mais a transmissão de dados, e os impedimentos foram substituídos por avisos, evitando a cobrança de multas por atraso na entrega de informações. As exigências que não estavam previstas em lei também foram retiradas.

Ainda de acordo com a pasta, uma parceira do eSocial com as juntas comerciais permitirá o registro dos empregados no momento da inscrição da empresa (sem necessidade de ingresso em novo login ou sistema).

Já os módulos de empregador doméstico e microempreendedor individual passaram por transformações de facilitação que incluem a alteração da linguagem, existência de um assistente virtual e lançamento automático do 13º salário.

Em agosto, foi lançado o aplicativo do empregador doméstico, que permite a este fechar a folha de pagamento de seu empregado em apenas alguns cliques no próprio smartphone.

O tratamento dental de crianças teve uma queda durante a pandemia do novo coronavírus. Após o registro do primeiro caso, a redução foi de 66% nos procedimentos odontológicos infantis, alcançando 89% na fase mais aguda da pandemia da covid-19 no Brasil, em abril.

Essa queda nos atendimentos se deu pelo distanciamento social e pelas orientações de autoridades de saúde de reduzir as atividades como forma de evitar riscos de contágio, reduzindo esses procedimentos àqueles de urgência e emergência.

A análise foi feita por pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas e publicada como artigo no periódico científico International Journal of Paediatric Detistry neste mês. Os autores avaliaram dados de procedimentos odontológicos promovidos no âmbito do Sistema Único de Saúde, como extrações e restaurações, no período de janeiro a maio. A queda dos tratamentos odontológicos em crianças foi mais intensa no Nordeste.

Uma pesquisa feita pela mesma universidade e publicada em junho identificou que os dentistas diminuíram bastante o atendimento, mais na rede pública do que na privada. O estudo também constatou que esses profissionais passaram a adotar medidas de prevenção e combate à pandemia, como o emprego de equipamentos de proteção individual.

Com a alta do dólar, as remessas de brasileiros que vivem no exterior para familiares no Brasil têm batido recordes. Em setembro, foram registradas US$ 293 milhões de receitas de transferências pessoais, segundo dados do Banco Central (BC). Esse foi o maior volume para o mês de setembro, na série histórica, iniciada em 1995. Em setembro de 2019, as transferências somaram US$ 248,6 milhões.

De janeiro a setembro deste ano, foram US$ 2,407 bilhões enviados para o Brasil, crescimento de 11,6% em relação a igual período de 2019. Segundo o chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, o dólar mais caro faz com que o dinheiro convertido em reais no Brasil represente um volume maior de recursos. Ele diz que isso pode incentivar os brasileiros no exterior a mandarem mais dólares para o país.

“Como a pessoa no exterior que está mandando para seus parentes no Brasil sabe que aquela mesma quantidade de dólares que manda sempre vai representar uma quantidade maior, pode ter um incentivo para aumentar esse fluxo em dólares”, disse, ao apresentar o relatório das contas externas, na última sexta-feira (23).

Por outro lado, a alta do dólar desestimula o envio de recursos do Brasil para o exterior. Em setembro, essas transferências chegaram a US$ 128 milhões, queda de 18,9% na comparação com o mesmo mês de 2019. No acumulado do ano até setembro, o valor chegou a US$ 1,065 bilhão, recuo de 31,1% contra igual período de 2019.

Países de origem

A maior parte das transferências que vêm para o Brasil são dos Estados Unidos. Esse setembro, o volume chegou a US$ 147,2 milhões. Outros US$ 57 milhões vieram do Reino Unido, US$ 17 milhões de Portugal, US$ 9,8 milhões da Espanha, US$ 7,7 milhões da Itália e US$ 7,6 milhões do Japão.

360x310 (2) Imobiliaria
360x310 (3) Comercial Oshiro
Publicidade