Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Grid List

Foto - Divulgação

Dourados

Uma jovem de 25 anos foi assaltada na noite de ontem (14) em Dourados enquanto trafegava de bicicleta pela Rua Iran Pereira de Matos. 
 
Segundo boletim de ocorrência, o crime aconteceu às 21h30, quando no trecho entre as avenidas Marcelino Pires e Weimar Torres, dois homens em uma motocicleta ‘fecharam’ o trajeto a vítima.
 
De acordo com o relato da jovem, o carona já desceu com arma em mãos dizendo “entrega tudo e fica quieta, não grita não”. Sem resistência, a garota entregou a mochila com o notebook, um aparelho celular, documentos e R$ 120 em espécie.
 
O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) como roubo.

 

 

Dourados News

Foto - Divulgação

Policia

Em duas semanas de governo, o presidente Jair Bolsonaro faz hoje (15) a terceira reunião ministerial. Será a primeira após a confirmação dos nomes para a liderança do governo na Câmara, o deputado federal Major Victor Hugo (PSL-GO), e do porta-voz, general Otávio Santana do Rêgo Barros.

A reunião do Conselho de Ministros ocorre horas antes da cerimônia de assinatura do decreto que flexibiliza a posse de armas, segundo a Casa Civil. O texto regulamentará a posse de armas de fogo no país, uma das principais promessas de campanha do presidente da República.

O decreto refere-se exclusivamente à posse de armas. O porte de arma de fogo, ou seja, o direito de andar com a arma na rua ou no carro, não será incluído no texto. A previsão é que seja facilitada a obtenção de licença para manter armas em casa.

Os detalhes do decreto, entretanto, não foram divulgados pela Casa Civil. A expectativa é que conceda 10 anos de prazo para renovação do registro de arma de fogo.

Fraudes

É aguardada para esta semana a edição da medida provisória (MP) que pretende reduzir de R$ 17 bilhões a R$ 20 bilhões as perdas na seguridade social até dezembro. Após reuniões no Palácio do Planalto, o secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou que há mais de 2 milhões de benefícios que devem ser auditados pela Receita Federal.

Segundo Marinho, são benefícios que têm indícios de ilicitude e devem passar por um mutirão de investigação. “Há relatórios de ações anteriores, inclusive convalidados pelo TCU [Tribunal de Contas da União], que demonstram uma incidência de 16% a 30% de fraudes nesse tipo de benefício”.

Liderança

Ontem (14), Bolsonaro confirmou, por meio de sua conta no Twitter, a escolha do deputado federal Major Vitor Hugo (PSL-GO), de 41 anos, para ocupar a liderança do governo na Câmara.

É o primeiro mandato do parlamentar, que tem dito aos mais próximos que seu ingresso na vida política foi incentivado pelo presidente da República.

Porta-voz

O general Otávio Santana do Rêgo Barros será o porta-voz da Presidência da República, segundo a Secretaria de Governo. O militar era o chefe do Centro de Comunicação Social do Exército, cargo que ocupava desde 2014.

Como chefe do centro, Rêgo Barros foi um dos principais assessores do então comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, que deixou o posto na semana passada e vai integrar a equipe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a convite do presidente.

 

Agencia Brasil

Foto - Divulgação

Policia

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual, deflagrou nesta segunda (14) a Operação Themis, para apurar envolvimento de servidores da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) no envolvimento com o tráfico de drogas.

Segundo nota do MPE, participam da ação o Batalhão de Choque da Polícia Militar, bem como a corregedoria da PM e a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), para cumprimento de três mandados de prisão preventiva e 17 de busca e apreensão em Três Lagoas, Ponta Porã e Campo Grande.

Os investigados respondem pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e coação no curso do processo. O Gaeco ainda não divulgou outros detalhes da operação, a fim de não comprometer os procedimentos.

Só no ano passado, a ligação com o tráfico de drogas e com o contrabando de cigarro levou dezenas de policiais de corporações estaduais e federais à prisão em Mato Grosso do Sul.

Ao todo, foram pelo menos 52 prisões ocorridas no âmbito de operações ou mesmo de forma isolada, por ligações com o crime organizado pelo recebimento de propinas para a facilitação de passagem de ilícitos por rodovias e estradas vicinais a partir das regiões de fronteira, especialmente com o Paraguai.

No último mês de maio, por exemplo, durante a Operação Oiketicus, as investigações do Gaeco desmontaram organização criminosa integrada por policiais militares que atuavam na facilitação do contrabando de cigarros. Somente nessa ofensiva foram presos 22 policiais militares, entre  praças e oficiais - dois tenentes-coronéis, comandantes de unidades da PM interior do Estado.

 

 

Correio do Estado

Foto - Adilson Domingos

Dourados

Acidente registrado por volta das 22h de domingo (13), na rua Pureza Carneiro Alves, Jardim Água Boa, em Dourados, deixou três pessoas feridas, duas delas crianças. O motociclista envolvido acabou encaminhado à UTI do Hospital da Vida em estado grave.

De acordo com a ocorrência, Everton Reis de Deus, 23, seguia na Honda CG Titan pela via e no mesmo sentido, Adailton Barbosa da Silva, 23, conduzia o Fiat Uno prata. 

Em situação que ainda é apurada pela polícia, ambos acabaram se chocando. 

Com o impacto, o motociclista perdeu o controle da moto e invadiu a calçada onde estavam duas meninas, de 8 e 9 anos, Em seguida, ainda atingiu uma árvore. 

Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionadas e realizaram o socorro dos feridos. As causas do acidente estão sendo investigadas. 

 

Dourados News

Foto - Divulgação

Dourados

Rapaz foi esfaqueado no pescoço durante assalto na noite de segunda-feira (7/1), em Dourados. Micael da Silva Pereira, 26, acabou encaminhado ao Hospital da Vida e seu estado de saúde é considerado grave. 

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima pilotava uma Honda CG Titan 150cc, azul, placa AMB-9982, pela rua Assaí, no bairro Estrela Verá por volta de 21h30, quando acabou surpreendido pelo criminoso. 

O ladrão portava uma faca e no momento da abordagem, desferiu o golpe na vítima e fugiu em seguida com a moto. 

Micael acabou socorrido por equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhado ao Hospital da Vida em estado grave. 

O caso é investigado e foi registrado no 1º Distrito Policial de Dourados. 

 

Dourados News.

Carro da vítima foi artingido por vários disparos - Foto: Porã News

Outras Cidades

A paraguaia Juana Bautista Torres Vera, 41 anos, foi executada a tiros, por volta de 13h desta segunda-feira (7) na Avenida Brasil, em Ponta Porã, cidade que faz fronteira com o Paraguai. O filho dela, um adolescente de 16 anos, também foi baleado e foi levado para o hospital da região. 

De acordo com informações do site Porã News, testemunhas disseram que a mulher estava em uma caminhonete Toyota Hilux SW4 prata, com placas Ponta Porã, com o filho no banco do carona, quando foi surpreendida por pistoleiros, que estavam em uma motocicleta. Eles efetuaram vários disparos de pistola 9 mm, que atingiram o vidro traseiro da caminhonete.

Juana foi atingida por pelo menos oito tiros e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu a caminho do hospital. O filho foi encaminhado a uma unidade de saúde e não há informações sobre o estado de saúde. 

Equipes do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil e da perícia foram ao local e realizam os procedimentos iniciais para a investigação. Suspeitos ainda não foram identificados.

Conforme informações, a vítima já havia vários boletins de ocorrência, que serão levantados para tentar identificar as possíveis motivações do crime. 

Dentro do carro foram encontradas várias malas, com roupas e objetos pessoais de Juana. Polícia suspeita que ela estava a caminho de deixar a cidade quando foi assassinada. 

 

Correio do Estado

 

O Palmeiras se reapresentou na tarde desta quinta-feira na Academia de Futebol para dar início aos trabalhos visando a temporada 2019. As novidades do dia foram a presença dos cinco reforços contratados, além do retorno de outros cinco emprestados. Confira ao final a lista completa do elenco de 39 nomes do Verdão.

Matheus Fernandes (meio-campista ex-Botafogo), Zé Rafael (meio-campista ex-Bahia), Felipe Pires (atacante ex-Hoffenheim-ALE), Carlos Eduardo (atacante ex-Pyramids FC-EGI) e Arthur Cabral (atacante ex-Ceará) conheceram a estrutura do CT palestrino e tiveram o primeiro contato com o elenco.

Já o lateral-direito Fabiano, o zagueiro Juninho, os meio-campistas Allione e Raphael Veiga e o atacante Erik retornaram à Academia de Futebol. Dos cinco, porém, a tendência é que apenas os dois últimos permaneçam no clube, apesar da situação indefinida dos demais.

Os jogadores vieram uma hora antes do horário previsto e foram para a sala da fisiologia para fazer exame de CK (creatina fosfoquinase), teste de saltos verticais e termografia. Em seguida, após uma reunião com a comissão técnica no vestiário, foram à sala de musculação e realizaram liberação miosfascial, mobilidade articular, core e exercícios de força. Para finalizar, o elenco foi a campo e fez corridas intervaladas.

O Palmeiras treina nesta sexta (04) em dois períodos (às 9h e 16h30), dando sequência às avaliações, exames e preparação física. A estreia na temporada será dia 20, contra o Red Bull, fora de casa, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

Confira abaixo o atual elenco de 39 jogadores do Palmeiras (37 se reapresentaram), com ressalva para alguns atletas.

Fernando Prass
Jailson
Weverton

Antônio Carlos
Edu Dracena
Gustavo Gómez
Luan
Nico Freire
Pedrão (de saída por empréstimo)
Juninho (situação indefinida)

Diogo Barbosa
Marcos Rocha
Mayke
Victor Luis
Fabiano (situação indefinida)

Guerra
Bruno Henrique
Felipe Melo
Gustavo Scarpa
Hyoran
Jean
Lucas Lima
Matheus Fernandes
Moisés
Thiago Santos
Vitinho (de saída por empréstimo)
Zé Rafael
Allione (situação indefinida)
Raphael Veiga (deve permanecer após empréstimo)

Arthur Cabral
* Artur (ausência nesta quinta e à caminho do Bahia)
Borja
Carlos Eduardo
Deyverson
Dudu
Felipe Pires
* Willian (ausência por lesão)
Yan (definitivamente promovido do Sub-20)
Erik (deve permanecer após empréstimo)

 

Gazeta Esportiva

No primeiro dia de treinamento do Corinthians em 2019, Romero não deu as caras no CT Joaquim Grava e os reforços já contratados ficaram apenas na academia. No campo, o destaque foi a presença de Gustagol.

Aliás, o centroavante mostrou muita disposição. Em um teste eliminatório de sprints no campo, o ex-jogador do Fortaleza venceu a disputa com seus companheiros de elenco.

Romero, por outro lado, sequer apareceu. Segundo a assessoria do clube, o atacante paraguaio teve um problema de logística e se apresentará normalmente nessa sexta-feira. Romero tem mais seis meses de contrato com o Timão, mas ainda não chegou a um acordo sobre sua renovação.

Richard, Ramiro e Sornoza, reforços recém-contratados, ficaram apenas na academia. Jadson e Gabriel fizeram companhia ao trio e não calçaram chuteiras nesse primeiro dia de trabalho.

Depois de Walmir Cruz forçar a parte física dos atletas, Fábio Carille comandou uma atividade com bola. Os jogadores foram divididos em duas equipes e tiveram de se movimentar em um espaço bastante reduzido.

De um lado ficaram: Fagner, Pedro Henrique, Léo Santos e Moisés; Ralf e Araos; Gustavo Silva, Clayson, Gustagol e Roger. Do outro lado: Michel Macedo, Marllon, Henrique e Avelar; Douglas e Thiaguinho; Pedrinho, Vital e Diaz; Jonathas.

Os goleiros não foram vistos porque fizeram um treino específico pela manhã. A programação dos arqueiros é diferente daquela montada para os jogadores de linha.

O Corinthians volta ao trabalho na manhã dessa sexta-feira, dia em que o clube deve apresentar pelo menos um de seus reforços e ainda aguardará a chegada de Mauro Boselli.

 

Gazeta Esportiva

 

Sampaoli chegou ao Santos. Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Futebol

O Santos se reapresentou na tarde desta quarta-feira para o início da temporada de 2019. Foi o primeiro contato do novo técnico Jorge Sampaoli com o elenco. Dodô, sem contrato após o fim de empréstimo da Sampdoria-ITA, não apareceu, assim como Gabigol, que já se despediu pelas redes sociais, e Rodrygo, com a seleção brasileira sub-20. Derlis González não veio por causa da insatisfação com o atraso no direito de imagem. 

O argentino foi a única grande novidade do Peixe para o começo do ano e comandou um treino físico. Nenhum reforço foi apresentado até aqui. E sete retornaram de empréstimo – Matheus Ribeiro, o único a obter liberação, seguiu no Figueirense. John foi para a Portuguesa Santista e Léo Cittadini para o Atlético-PR.

Alguns jogadores sofreram com o trânsito e se atrasaram, como Vladimir e Bruno Henrique – o atacante chegou a tempo, perto do fim da atividade. João Paulo teve o voo cancelado e não chegou a tempo. Carlos Sánchez avisou o clube e foi liberado para treinar nesta quinta. Leandro Donizete, com problema médico não divulgado, terá de passar por cirurgia. Lucas Veríssimo (estiramento em ligamento do joelho direito) e Anderson Ceará (cirurgia no joelho direito) ficaram no DM. O lateral-esquerdo Romário foi emprestado para o Red Bull Brasil.

Os zagueiros Fabián Noguera e Cleber Reis, o lateral-esquerdo Orinho, os meias Rafael Longuine e Matheus Oliveira e o centroavante Rodrigão estiveram no CT Rei Pelé. Todos têm futuro incerto. Sabino, Juliano e Diego Cardoso, do extinto time sub-23, e Kaio Jorge, com renovação emperrada, participaram da movimentação.

Noguera, na mira do Estudiantes, e Rodrigão, com propostas da Ponte Preta, Guarani e Coritiba, não devem ficar. Orinho, de volta depois de atuar na Ponte, e Longuine, destaque na Série B pelo Guarani, estão nos planos.

Vanderlei, Victor Ferraz, Diego Pituca, Yuri e Jean Mota treinaram normalmente. O goleiro foi procurado por São Paulo e Flamengo, o lateral-direito também foi alvo do Tricolor, Pituca ainda não acertou a sua renovação contratual, Yuri tem oferta do Fluminense e Jean do Bahia e Fortaleza, e Bruno negocia com Cruzeiro e Flamengo.

A estreia do Santos no Campeonato Paulista será contra a Ferroviária, dia 19, na Vila Belmiro. Antes, o Peixe disputará amistoso com o Corinthians, dia 13, em Itaquera, às 17h (de Brasília).

Veja os 31 jogadores presentes na reapresentação do Santos

Goleiro: Vanderlei
Laterais: Victor Ferraz, Daniel Guedes e Orinho
Zagueiros: Lucas Veríssimo, Sabino, Luiz Felipe, Gustavo Henrique, Kaique Rocha, Cleber Reis e Fabián Noguera
Meio-campistas: Alison, Anderson Ceará, Yuri, Juliano, Jean Mota, Diego Pituca, Guilherme Nunes, Bryan Ruiz, Gabriel Calabres, Rafael Longuine e Matheus Oliveira
Atacantes: Felippe Cardoso, Eduardo Sasha, Arthur Gomes, Yuri Alberto, Diego Cardoso, Copete, Kaio Jorge, Bruno Henrique e Rodrigão

 

Gazeta Esportiva

 

O São Paulo voltou aos trabalhos nesta quinta-feira no CCT da Barra Funda. Retornando de férias, o elenco participou de uma atividade intensa com bola já no primeiro dia de pré-temporada, fato que chamou atenção da imprensa. Sem qualquer treino específico para a parte física dentro de campo, os atletas tricolores ouviram a todo momento orientações do técnico André Jardine, que terá a missão de afinar a equipe o mais rápido possível, uma vez que já no início de fevereiro terá a disputa da Pré-Libertadores.

A atividade desta sexta não contou com nomes importantes do elenco. Hernanes, Diego Souza, Nenê, Everton, Arboleda e Tréllez se apresentarão diretamente nos EUA por motivo de logística. Alguns deles, inclusive, já estavam passando férias por lá. Por isso, Jardine só terá o elenco completo à disposição nesta sexta, dia em que a delegação desembarca em Orlando para a disputa da Copa Flórida.

Depois de terem uma conversa com o diretor de futebol Raí e o presidente Leco, os jogadores do São Paulo fizeram alguns exercícios na academia do CT e em seguida foram divididos em três grupos para uma atividade em campo reduzido. Em cada grupo havia duas equipes e dois “coringas”, que poderiam contribuir para ambos os lados. A ideia era estimular o senso de posicionamento e jogar entrelinhas, tentando manter ao máximo a posse de bola.

Durante todo o treinamento André Jardine foi bastante participativo, exigindo um melhor rendimento de seus atletas em algumas oportunidades. Em outras, o treinador também parava para fazer observações e instruir seus atletas quando percebia que as coisas não estavam caminhando como ele havia proposto.

Uma das novidades da equipe para 2019, Biro Biro fez exames nesta quinta-feira e posteriormente foi a campo com o restante do elenco participar dessa primeira atividade. Em seguida, porém, ele deixou seus companheiros e caminhou para as dependências internas do centro de treinamento, conforme previsto.

Na segunda parte da atividade, o trabalho foi parecido, mas em uma área de atuação maior, entre a linha de meio de campo e a grande área. Os jogadores foram divididos em apenas duas equipes, com quatro “coringas”. A proposta seguiu sendo a mesma, mas bem mais disputada. Divididas e um ritmo bastante intenso marcaram o trabalho derradeiro neste primeiro dia de pré-temporada.

Fora das quatro linhas também houve novidades. Joao Rojas, que se recupera de uma cirurgia para reparar uma ruptura no tendão patelar do joelho direito, fez seu primeiro trabalho na piscina do clube, acompanhado de um dos profissionais do departamento médico. O atacante, que se lesionou no duelo com o Vitória, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, só deve retornar aos gramados após o fim do Paulistão.

Agora, o São Paulo faz a malas pois já na manhã desta sexta-feira embarca para Orlando, nos EUA, onde disputará a Copa Flórida, torneio que serve como parte da pré-temporada do clube. O Tricolor enfrenta o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, no próximo dia 10, e o Ajax, da Holanda, no dia 12. No dia 14 a delegação retorna ao Brasil.

 

Gazeta Esportiva

 

O Real Madrid conquistou o Mundial de Clubes pela terceira vez consecutiva na tarde deste sábado. Em Abu Dhabi, o poderoso time espanhol confirmou seu favoritismo diante do Al Ain e venceu a decisão contra o algoz do argentino River Plate por 4 a 1.

A equipe madrilena conquistou o Mundial organizado pela Fifa nas temporadas de 2014, 2016, 2017 e 2018. Na antiga Copa Intercontinental, o Real levou a melhor nas edições de 1960, 1998 e 2002. Entre os dois torneios, portanto, a equipe merengue contabiliza sete títulos.

O próximo compromisso do Real Madrid está marcado apenas para o dia 3 de janeiro de 2019. Pela 17ª rodada do Campeonato Espanhol, o time merengue entra em campo pela primeira vez desde o título mundial para enfrentar o Villarreal, na condição de visitante. 

O Jogo – O Al Ain desperdiçou uma grande chance de inaugurar o marcador logo no começo. O lateral brasileiro Marcelo vacilou pela esquerda e a bola sobrou para El Shahat, que fez bela jogada individual, passou pelo goleiro Courtois e bateu, mas Sergio Ramos salvou.

Logo depois do susto, aos 13 minutos do primeiro tempo, o Real Madrid respondeu em grande estilo e saiu na frente. Após cruzamento vindo da direita, Benzema dominou e ajeitou para Modric. De fora da área, o meio-campista croata abriu o placar com um chute colocado.

Em vantagem, o time espanhol dominou as ações e deu trabalho ao goleiro adversário. Ainda no primeiro tempo, Khalid fez intervenções importantes em cabeçada de Bale e em novo chute desferido por Modric. Assim, o Real Madrid foi para o intervalo com a diferença mínima.

O time espanhol envolveu o Al Ain na etapa complementar e conseguiu ampliar a vantagem aos 14 minutos. Após cobrança de escanteio de Kroos pela direita, a zaga procurou afastar. De frente para o gol, Llorente completou a sobra de bate-pronto e o goleiro Khalid, imóvel, nada pôde fazer.

O Real Madrid praticamente assegurou o título mundial aos 32 minutos da etapa complementar. Após cobrança de escanteio pela direita, Sérgio Ramos subiu sem ser incomodado e cabeceou o firme. O goleiro Khalid chegou a tocar na bola, mas não conseguiu defender.

Aos 40 minutos do segundo tempo, o brasileiro Caio cobrou falta pela direita e o japonês Shiotani completou de cabeça para marcar o gol de honra do Al Ain. Nos acréscimos, o brasileiro Vinícius Júnior, colocado no lugar de Lucas Vazquez, invadiu a área pela esquerda e cruzou. Na tentativa de cortar, Yahia marcou contra.

FICHA TÉCNICA
REAL MADRID 4 x 1 AL AIN

Local: Estádio Xeique Zayed (Abu Dhabi)
Data: 22 de dezembro de 2018, sábado
Horário: 14h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Jair Marrufo (Estados Unidos)
Assistentes: Frank Anderson (Estados Unidos), Corey Rockwell (Estados Unidos)
Árbitro de vídeo: Danny Makkelie (Holanda)
Cartões amarelos: Sérgio Ramos (RMA)
Gol:
AL AIN: Shiotani, aos 40 minutos do 2º Tempo
REAL MADRID: Modric, aos 13 minutos do 1º Tempo, Llorente, aos 14 minutos do 2º Tempo, Sérgio Ramos, aos 32 minutos do 2º Tempo, e Yahia (contra), aos 45 minutos do 2º Tempo

REAL MADRID: Courtois; Carvajal, Sérgio Ramos, Varane e Marcelo; Llorente (Casemiro), Toni Kroos (Ceballos) e Modric; Lucas Vasquez (Vinícius Júnior), Benzema e Gareth Bale
Técnico: Santiago Solari

AL AIN: Khalid; Ahmed (Al Ahbabi), Ismail, Fayez e Shiotani; Doumbia, Abdulrahman (Amer), El Shatat e Yaslem; Caio Lucas e Berg (Yahia)
Técnico: Zoran Mamic

Na condição de favorito absoluto, o Real Madrid vai em busca do seu sétimo título mundial de clubes, diante do Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos que causou a maior surpresa do torneio ao eliminar o River Plate, da Argentina, campeão da última Taça Libertadores.

O time espanhol vai para a sua terceira final seguida e promete manter a mesma seriedade apresentada na semifinal, quando derrotou o Kashima Antlers por 3 a 1. O Al Ain é o chamado livre atirador. Nas últimas entrevistas, técnico e jogadores da equipe árabe têm repetido que a equipe já atingiu seu objetivo maior e que não tem nada a perder diante de um time poderoso como o Real.

No time espanhol, o técnico Santiago Solari, que disputa seu primeiro título depois que assumiu o comando, de forma interina, após a demissão de Jules Lopetegui, tem pedido aos seus jogadores para que não olhem a camisa do adversário e o tratem da mesma forma que trataria se o adversário fosse outro clube de maior expressão internacional.

 

A intenção do treinador merengue é repetir a equipe que derrotou o Kashima na última quarta-feira, mantendo Casemiro no banco. Gareth Bale, que se tornou a maior sensação da competição, ao marcar os três gols da vitória sobre o time japonês, está garantido. Ele foi poupado durante o último jogo, saindo no início do segundo tempo porque tem um histórico de lesões e Solari não pretendia correr o risco de perder seu artilheiro para a decisão. O atacante Asêncio ainda é dúvida. Ele sofreu um desconforto muscular logo após entrar em campo e entrou em tratamento intensivo para ter condições de ficar no banco de reservas. O volante Casemiro e o atacante Vinicius Júnior também estão confirmados entre os suplentes.

O Al Ain aumentou a intensidade do treinamento logo após eliminar os Millonarios. O técnico croata Zoran Mamic tem exaltado a determinação dos seus jogadores e que a vitória sobre o time argentino mostrou que as equipes dos Emirados têm condições de proporcionar outra grande surpresa ao mundo do futebol.

Para chegar à decisão contra o Real Madrid, o time árabe eliminou, além do River Plate, o Team Wellington, da Nova Zelândia, na primeira fase, e o Espérance, da Tunísia, nas quartas de final. Um dos motivos da confiança da torcida do Al Ain repousa nos pés do atacante brasileiro Caio Lucas que nunca disputou uma partida oficial em seu país, mas que apareceu para o mundo como um atacante rápido e insinuante. Antes de chegar ao time árabe, Caio Lucas brilhou no Kashima Antlers e sua naturalização chegou a ser cogitada para que ele pudesse defender a seleção japonesa.

Pelo Al Ain, Caio Lucas já marcou 45 gols em 100 jogos e já está sendo cogitado por clubes europeus, mas Caio garante que toda a sua atenção está concentrada na decisão diante do mais vitorioso clube do mundo.

FICHA TÉCNICA
REAL MADRID-ESP x AL AIN-EAU 

Local: Estádio Xeique Zayed (Abu Dhabi)
Data: 22 de dezembro de 2018, sábado
Horário: 14h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Jair Marrufo (Estados Unidos)
Assistentes: Frank Anderson (Estados Unidos), Corey Rockwell (Estados Unidos)
Árbitro de vídeo: Danny Makkelie (Holanda)

REAL MADRID: Courtois, Carvajal, Sérgio Ramos, Varane e Marcelo; Lhorente, Toni Kroos e Modric; Lucas Vasquez, Benzema e Gareth Bale
Técnico: Santiago Solari

AL AIN: Khalid, Ahmed, Ismail, Fayez e Shiotani; Doumbia (Yahia), Barman (Amer), El Shatat e Caio Lucas; Berg (Bandar Mohammed) e Mohammed (Ryan)
Técnico: Zoran Mamic

Precisamos destravar amarras que prejudicam o setor, diz governador - Foto: Chico Ribeiro/Governo

Outras Cidades

Governador do Estado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), criticou governos anteriores alegando que gestões passadas, ao defender suas “ideias extremamente ideológicas e contra o setor produtivo”, prejudicaram o agronegócio no Brasil.

O líder do Executivo estadual garantiu também que vai desburocratizar e facilitar normativas e resoluções que beneficiam o setor. "Infelizmente nesses anos que fomos governados por pessoas extremamente ideológicas e contra o setor produtivo foram se criando as amarras que atrapalham o setor", disse Azambuja.

“Precisamos destravar as amarras que foram criadas pelas ideologias, principalmente o segmento fundiário, setor ambiental, simplificar, desburocratizar o Brasil para poder avançar mais e ocupar mais mercado”, disse Azambuja.

A declaração foi dada pelo governador durante a feira tecnológica Showtec que está ocorrendo em Maracaju. Azambuja lembrou também que 11% está previsto para a quebra da safra da soja e que o trabalho de pesquisa tem ajudado muito o setor produtivo. 

Enaltecendo o setor agropecuário brasileiro, o governador salientou a importância de investir no agronegócio. “O setor agropecuário brasileiro que ajudou a sustentar (o Brasil na crise) para que a economia não caísse mais ainda e ele (setor do agronegócio) pode contribuir ainda mais”, disse Azambuja.

O governador chamou a responsabilidade dos governos estadual, federal e municipal para que entraves sejam diminuídos. “Temos que diminuir as amarras, primeiro temos que atender o sistema de logística dos transportes”, lembrou.

Ainda sobre a logística, Azambuja disse que a organização é primordial para o setor crescer. “Brasil deve muito a quem produz, tanto setor agropecuário como o industrial, logística é fundamental para competitividade e nós precisamos muito dos modais das ferrovias, rodovias, modais que vão dar competitividade ao Brasil”, finalizou.

 

 

Correio do Estado

Foto - Divulgação

Mato Grosso do Sul

A soja garantiu renda acima de R$ 12 bilhões aos produtores em Mato Grosso do Sul, mais de 50% de toda a riqueza produzida nas lavouras no ano passado. Em valores, foram R$ 2,3 bilhões a mais e índice de crescimento de 24,6%. Os dados são do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), do Ministério da Agricultura, que encerrou o ano de 2018 em R$ 32,1 bilhões, montante 3,5% superior ao de 2017.

As lavouras foram responsáveis por R$ 21,6 bilhões de ganhos, alta de 7,2%, puxados pela soja, seguida da cana-de-açúcar, com R$ 4,4 bilhões; milho, com R$ 3,5 bilhões; e algodão, com pouco mais de R$ 1 bilhão.

O ano não foi favorável para a pecuária, que teve redução de valor em suas principais atividades, como carne bovina, frango, carne suína, leite e ovos. Preços internacionais e retração do consumo interno estão associados a esse desempenho, analisa José Garcia Gasques, coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

Correio do Estado

Secretaria Municipal de Educação já prepara volta as aulas em Dourados – Assecom/arquivo

Dourados

O prazo para realização de matrículas na Rede Municipal de Ensino de Dourados foi encerrado neste domingo (13) e a Prefeitura de Dourados, por meio da Semed (Secretaria Municipal de Educação), iniciará a designação dos alunos no dia 21 de janeiro. Os pais ou responsáveis poderão conferir via internet a indicação da unidade educacional do aluno.

Para acompanhar a designação, após o dia 21, basta acessar o site da Prefeitura de Dourados (www.dourados.ms.gov.br), na aba “Cidadão”, acessar o link “Matrícula Digital” e clicar no subitem “Consultar Designação”.

A confirmação de matrícula nas escolas municipais deverá ser realizada do dia 22 a 25 de janeiro. Nos centros de educação infantil, a confirmação acontecerá nos dias 01, 04 e 06 de fevereiro.

A Semed destaca que para a confirmação é indispensável que os pais/responsáveis se desloquem até as unidades educacionais para o procedimento.

As matrículas da Reme serão reabertas no dia 22 de janeiro. O link para o procedimento no site da Prefeitura de Dourados ficará novamente disponível, no entanto, conforme a coordenação da Central de Matrícula, neste caso será necessário, após realizar os procedimentos via internet, que os pais/ responsáveis se dirijam até a Semed para verificação das vagas.

Os critérios adotados para designação, no caso dos Ceims, serão quanto à prioridade de vagas, crianças em situação de abandono, de risco social ou que são assistidas por portadores de doenças crônicas, crianças de família de menor renda, filhos de pai e mãe que trabalham e filho de doador de sangue.

Secretaria Municipal de Educação já prepara volta as aulas em Dourados – Assecom/arquivo

Para as unidades escolares, a prioridade será para crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica e familiar, aluno com necessidades educacionais especiais (mediante apresentação de comprovante de Avaliação Técnica e Laudo Médico no ato de matrícula), aluno, pai, mãe ou responsável legal que seja doador de sangue, com a apresentação de cópia dos respectivos comprovantes anexados junto à ficha de inscrição, aluno que tenha irmão estudando na unidade escolar e aluno de menor idade.

A estimativa de vagas passa de 24 mil para escolas e deve ultrapassar 6 mil nos Ceims, conforme dados da Semed. Dourados conta com 45 escolas municipais e 38 Ceims, além de instituições conveniadas.

Mais informações podem ser obtidas via contato com a Central de Matrículas. O telefone é 3411-7607.

 

 

Foto - Divulgação

Mato Grosso do Sul

Com valor de mercado aproximado de R$ 79 bilhões e números pra lá de gigantescos, a Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, iniciou ontem suas operações. A maior produtora de papel e celulose da América Latina nasce, em um processo quase sem percalços, com 37 mil funcionários diretos e terceirizados e receita total de R$ 31,7 bilhões somente até setembro do ano passado. O acordo, anunciado em março de 2018, foi submetido à aprovação de todos os órgãos reguladores nacionais e internacionais. 

“Concluímos com êxito a realização de um sonho. A jornada que começa agora é movida pelo desejo de sermos protagonistas na evolução da sociedade e referência no uso sustentável de recursos renováveis e, a partir disso, contribuir para a construção de um mundo melhor, agora e no futuro”, afirmou ontem em comunicado o presidente da Suzano Walter Schalka. 

A empresa já nasce com capacidade de produção de 11 milhões de toneladas de celulose de mercado e de 1,4 milhão de toneladas de papel por ano.  A competitividade da Suzano pode ser medida por sua presença global, com vendas para mais de 80 países, e pela dimensão das operações, com 11 fábricas distribuídas pelo País e cerca de 37 mil colaboradores diretos e indiretos.

 

Correio do Estado

Abastecimento com o combustível avançou 6,7% em MS - Foto: Luiz Alberto/Correio do Estado

Mato Grosso do Sul

O bom desempenho da economia de Mato Grosso do Sul influenciou no resultado da distribuição de gás natural no Estado. Uma das principais fontes de receita com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do gás, a distribuição do combustível encerrou o ano de 2018 com crescimento de 26,46%.

Conforme dados da MSGás, o volume distribuído foi de 214,218 mil metros cúbicos por dia no ano passado, contra 169,392 mil m³/dia em 2017, sem levar em consideração o consumo de termelétricas. O resultado corresponde a uma média de 6,426 milhões de m³ de gás natural distribuídos por mês. 

O principal responsável por esse desempenho ainda é a indústria. Sozinho, o setor correspondeu à demanda de 206,339 mil m³ por dia, 27,09% a mais em comparação com o mesmo período do ano passado (164,344 mil m³/dia).

“Nós tivemos um ano de estabilidade econômica muito importante e isso refletiu no setor produtivo do Estado, principalmente no comércio e nas indústrias, o que nos proporcionou um crescimento sólido”, destacou o presidente da companhia, Rudel Espíndola Trindade Júnior. 

 

Correio do Estado

Não restou quase nada da residência após o incêndio - Foto: Bruno Henrique / Correio do Estado

Campo Grande

Uma casa de madeira ficou totalmente destruída pelas chamas na manhã desta segunda-feira (14), no Jardim Noroeste, em Campo Grande. Os moradores, um homem de 60 anos e a esposa de 65, moravam há um ano na residência e não estavam no momento que a casa foi consumida pelo fogo. O Corpo de Bombeiros esteve no local e conteve as chamas.

De acordo com testemunhas, o incêndio começou por volta das 6h, mas quando conseguiram acionar os Bombeiros, a casa estava consumida pelo fogo. Os donos da residência não estavam no local. Amigos das vítimas contaram que o homem trabalha como pedreiro e sai bem cedo de casa e a esposa geralmente fica, mas teria saído junto com o esposo.

Ainda de acordo com as testemunhas, a residência tinha iluminação precária e o casal usava velas para ajudar na iluminação. A suspeita é que o casal tenha saído e deixado a vela acesa.

Vizinho das vítimas, o caminhoneiro Lucas dos Santos, de 27 anos, contou à reportagem que o filho acordou com o barulho vindo da casa ao lado por volta das 6h15 e quando saiu para fora, viu a residência em chamas. “Meu filho me chamou e imediatamente acionei os Bombeiros”, disse.

Com quatro viaturas, o Corpo de Bombeiros realizou o controle das chamas com aproximadamente 2,5 mil litros de água. Todo o trabalho de resfriamento do local e das casas ao lado foram realizadas.

 

Correio do Estado

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Politica

O presidente argentino, Mauricio Macri, chegou por volta das 10h30, ao Palácio do Planalto onde se encontra com presidente Jair Bolsonaro. É a primeira visita oficial de um chefe de Estado desde a posse de Bolsonaro, no dia 1º de janeiro.

A cerimônia oficial de chegada de Macri contou com a revista às tropas e a subida da rampa do Palácio do Planalto, onde foi recepcionado por Bolsonaro. Depois dos cumprimentos para as fotos no Salão Nobre, houve a apresentação das delegações.

Bolsonaro e Macri têm um encontro privado na sala de audiências no terceiro andar. Em seguida, haverá reunião ampliada com os ministros e outras autoridades dos dois países. O último compromisso no Planalto é uma declaração à imprensa.

Em seguida, os presidentes seguem para o Palácio Itamaraty, onde será oferecido um almoço a Macri por Bolsonaro.

Mais cedo, Bolsonaro disse no Twitter que a reunião com o presidente argentino é uma “grande oportunidade” de estreitar as relações com o país vizinho.

“Hoje, às 10h30, receberei o presidente da Argentina, Mauricio Macri. É a primeira visita oficial de um chefe de Estado ao Brasil desde a minha posse. Uma grande oportunidade de reforçar os laços de amizade com essa nação-irmã!”, disse Bolsonaro na rede social.

Negociações para acordos bilaterais, além de medidas de flexibilização do Mercosul (bloco que reúne Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, uma vez que a Venezuela está suspensa momentaneamente) e a crise na Venezuela estarão na pauta da conversa entre os presidentes.

Os acordos deverão ser negociados nas áreas de comércio, combate ao crime organizado e corrupção, indústria de defesa, desenvolvimento espacial, energia nuclear e dinamização do comércio bilateral.

 

Agencia Brasil

Foto - Divulgação

Politica

A Lei 13.808, que trata do Orçamento da União e estima receita para o exercício de 2019 em mais de R$ 3,3 trilhões está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16). Ela também fixa a despesa em igual valor.

No capítulo que trata dos orçamentos Fiscal e da Seguridade Social, a lei diz, em seu Artigo 2º, que a receita total estimada é de mais de R$ 3.2 trilhões, “incluindo a proveniente da emissão de títulos destinada ao refinanciamento da dívida pública federal, interna e externa”.

A lei foi sancionada nessa terça-feira (15) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

 

 

Agencia Brasil

Marcelo Camargo/Agência Brasil

Politica

O presidente Jair Bolsonaro disse que o decreto assinado terça (15), no Palácio do Planalto, devolve à população a liberdade de decidir sobre a compra de armas de fogo. “Por muito tempo, coube ao Estado determinar quem tinha ou não direito de defender a si mesmo, à sua família e à sua propriedade. Hoje, respeitando a vontade popular manifestada no referendo de 2005, devolvemos aos cidadãos brasileiros a liberdade de decidir”, afirmou.

Bolsonaro usou o Twitter para reforçar o discurso que fez no fim da manhã, ao assinar o decreto. Na rede social, o presidente afirmou que o decreto “respeita a vontade popular” expressa no referendo de 2005.

Naquele ano, os brasileiros foram às urnas para decidir se o comércio de armas deveria ser proibido. Na ocasião, o voto “não” venceu, com a população decidindo por manter o comércio de armas com as restrições que já vigoravam à época.

O presidente também lembrou o dispositivo que aumenta para dez anos o prazo para renovação de armas de fogo. “Além das inúmeras iniciativas tomadas nestes primeiros dias de governo, aumentamos de três [e cinco anos] para 10 anos o prazo para a renovação da posse da arma de fogo e acabamos com a subjetividade para a compra, que sempre foi dificultada ou impossibilitada. Esse é apenas o primeiro passo!”.

Jair M. Bolsonaro
 
@jairbolsonaro
 · 
 

Por muito tempo, coube ao Estado determinar quem tinha ou não direito de defender a si mesmo, à sua família e à sua propriedade. Hoje, respeitando a vontade popular manifestada no referendo de 2005, devolvemos aos cidadãos brasileiros a liberdade de decidir.

Jair M. Bolsonaro
 
@jairbolsonaro
 

Além das inúmeras iniciativas tomadas nestes primeiros dias de Governo, aumentamos de 3 para 10 anos o prazo para a renovação da posse da arma de fogo e acabamos com a subjetividade para a compra, que sempre foi dificultada ou impossibilitada. Esse é apenas o primeiro passo! ??

 
31,4 mil
Informações e privacidade no Twitter Ads
 
5.310 pessoas estão falando sobre isso
 
 

O decreto anterior estabelecia que o registro deveria ser renovado a cada três anos, nos casos em que o Exército é responsável pela expedição, e a cada cinco anos, nas situações sob responsabilidade da Polícia Federal. O decreto publicado hoje unifica esses prazos em 10 anos.

Foto - Divulgação

Politica

Esta semana será de mudanças na legislação com a edição de um decreto e uma medida provisória (MP), ambos aguardando aprovação do presidente Jair Bolsonaro. Uma delas flexibilizará a posse de armas de fogo no país. A outra combaterá fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). 

As duas propostas passaram os últimos dias em fase de ajustes finais pela equipe técnica do governo e chegarão à mesa de Bolsonaro esta semana.

Facilitar o acesso do cidadão à arma de fogo foi uma das principais propostas de Bolsonaro durante a campanha eleitoral. Em menos de um mês de governo, ele cumprirá sua promessa e vai desburocratizar a posse desse tipo de arma.

Licença

A MP deve tirar do delegado da Polícia Federal (PF) a decisão de conceder ou não a licença apenas com base na justificativa do solicitante. “[Atualmente,] se o delegado não for com a sua cara, ele pode dizer não porque esse requisito da necessidade comprovada é subjetivo, depende do arbítrio do delegado. Com o decreto, isso desaparece”, disse o deputado Alberto Fraga.

Na semana passada, Fraga foi chamado por Bolsonaro para tratar do assunto, uma vez que relata na Câmara um projeto de flexibilização do Estatuto do Desarmamento.

Segundo o deputado, ainda será necessário embasar o pedido de posse de arma, mas a justificativa não poderá ser usada como fundamento para uma negativa. Conforme o parlamentar, serão exigidos que o cidadão não tenha antecedentes criminais e a aprovação em teste de aptidão psicológica.

O decreto deverá aumentar para dez anos o prazo para renovação do registro de arma de fogo, além de conceder uma espécie de anistia para armas sem registro ou com o registro vencido. Será concedido um prazo para o cadastro dessas armas na Polícia Federal, desde que não tenham sido usadas para cometer crimes.

Fraudes

Bolsonaro também está prestes a assinar uma MP que visa a diminuir de R$ 17 bilhões a R$ 20 bilhões as perdas na seguridade social até dezembro. O secretário especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, esteve reunido com os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na semana passada, para tratar do texto que promete fechar o cerco às fraudes em benefícios previdenciários.

“[O presidente] assinando, passa a ser do conhecimento público e a gente vai poder explicar em detalhes o que pretende nesse projeto, que combate a fraude, aperfeiçoa os mecanismos de validação de benefício em todo o país e atende a uma preocupação da sociedade como um todo”, disse na ocasião.

Conforme o secretário, a MP também vai trazer “segurança jurídica” para o INSS. “Estamos prevendo algumas alterações na legislação que vão dar uma segurança jurídica ao próprio trabalho do INSS. Ao longo dos últimos anos, várias ações feitas pelo INSS para aperfeiçoar o sistema esbarraram na falta de fundamentação legal. Essas dificuldades que foram identificadas estão sendo corrigidas”.

De acordo com ele, existem mais de 2 milhões de benefícios que devem ser auditados pela Receita Federal. São benefícios que têm indícios de ilicitude e devem passar por um mutirão de investigação. “Há relatórios de ações anteriores, inclusive convalidados pelo TCU [Tribunal de Contas da União], que demonstram uma incidência de 16% a 30% de fraudes nesse tipo de benefício”.

 

Agencia Brasil

Decreto incluirá apenas a posse, e não o porte, que atuoriza a pessoa a circular com a arma - Arquivo/Agência Brasil

Politica

O presidente Jair Bolsonaro deve assinar, até a próxima terça-feira (15), o decreto que regulamenta a posse de armas de fogo no Brasil, informou o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O ministro fez a afirmação após a cerimônia de posse do novo comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, em Brasília, na qual estavam o presidente Jair Bolsonaro e várias autoridades federais.

 

Segundo o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que foi recebido há quatro dias pelo presidente Bolsonaro, o texto deve incluir anistia a portadores de armas irregulares, permitindo que o cidadão que tem arma em casa, sem registro ou com o documento vencido, faça o recadastramento.

De acordo com Fraga, o decreto também deve acrescentar um dispositivo que vai tirar do delegado da Polícia Federal o poder de decidir se a pessoa poderá obter a posse, além de elevar o prazo do registro da arma de três para 10 anos.

Fraga acrescentou que o decreto deverá ainda suprimir a necessidade comprovada para obtenção de posse de arma de fogo. Segundo o deputado, bastará o cidadão informar o motivo pelo qual deseja ter uma arma em casa. A justificativa não será mais um impeditivo.

A legislação é clara ao distinguir posse e porte de arma. A posse de arma de fogo, tratada no futuro decreto, permite ao cidadão ter a arma em casa ou no local de trabalho. O porte, que não será contemplado nesse decreto, diz respeito à circulação com arma de fogo fora de casa ou do trabalho.

 

Agencia Brasil

Foto - Divulgação

Politica

O presidente Jair Bolsonaro defendeu hoje (11) mudanças na legislação com a participação de todas as esferas de todos os Poderes e da imprensa para impedir o avanço da violência no país. A afirmação foi feita em referência a um vídeo que pode ser visto na conta pessoal de Bolsonaro no Twitter.

Nas imagens, aparece um prédio incendiado no Ceará e uma voz masculina ameaçando o presidente com xingamentos. As ameaças fazem referência às declarações de Bolsonaro no sentido de endurecer a política de combate à violência.

“Note a necessidade mais que urgente de se mudar a legislação com participação de todas as esferas de Poderes e Imprensa”, esceveu o presidente destacando a palavra “imprensa” com letra maiúscula.

Ao se referir ao vídeo, Bolsonaro afirmou que a população precisa ter uma resposta urgente e que não aceita ameaças. “Não porque o marginal ameaça, citando meu nome, mas para mostrar ao povo ordeiros de que lado estão o Executivo, Legislativo e Judiciário.”

Minutos depois, em um novo tuíte, o presidente destacou que os criminosos "sabem exatamente o que fazem". "Combatê-los é simples e rápido, mas requer que os Poderes permitam mecanismos para realmente defender a população", acrescentou. Segundo Bolsonaro, "é necessário [adotar] ações para que os agentes de segurança possam dar a efetiva resposta". 

Ataques no Ceará

A onda de violência no Ceará começou há mais de uma semana. Prédios e ônibus são incendiados, e moradores temem sair às ruas por causa dos riscos constantes.

A Força Nacional foi enviada à região para atuar com os agentes de segurança locais, assim como presos considerados mais perigosos foram transferidos para presídios federais.

 

Agencia Brasil

Foto - Divulgação

Economia

Contribuintes contemplados no lote de restituição residual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física dos exercícios de 2008 a 2018 recebem hoje (15) o crédito bancário. São 257.094 contribuintes que receberão R$ 667 milhões.

Desse total, R$ 268,9 milhões são para contribuintes com preferência para o recebimento: 7.677 idosos acima de 80 anos, 45.899 contribuintes entre 60 e 79 anos, 5.487 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 20.742 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146.

Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, com entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF - e situação no Cadastro de Pessoa Física - CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

 

 

Agencia Brasil

Foto - Divulgação

Economia

A Receita liberou hoje (14) a consulta ao lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física ,contemplando as restituições residuais referentes aos exercícios de 2008 a 2018.

O crédito bancário para 257.094 contribuintes será realizado no dia 15 de janeiro, totalizando mais de R$ 667 milhões. Desse total, cerca de R$ 268,9 milhões são para contribuintes com preferência para o recebimento: 7.677 idosos acima de 80 anos, 45.899 contribuintes entre 60 e 79 anos, 5.487 pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 20.742 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, com entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

 

Agencia Brasil

(Marcelo Camargo/Agência Brasil/EBC)

Economia

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechou 2018 em 3,75%. Em 2017, ela havia ficado em 2,95%.

Os dados foram divulgados hoje (11), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A inflação ficou dentro da meta estabelecida pelo Banco Central para 2018, que varia de 3% a 6%. 

Em dezembro, o IPCA registrou inflação de 0,15%, taxa maior que a de novembro, que teve deflação de 0,21%.

Em dezembro de 2017, o indicador havia registrado inflação de 0,44%.

Com alta de 4,04%, alimentos puxam inflação

O principal responsável pela inflação de 3,75% em 2018 foi o aumento do custo com alimentos, que tiveram alta de preços de 4,04% no ano passado. Em 2017, o grupo alimentação e bebidas registrou queda de preços de 1,87%.
 
O resultado foi impactado pela greve dos caminhoneiros em maio, o que provocou desabastecimento de itens alimentícios e aumento de preços desses produtos.
 
Os alimentos consumidos em casa ficaram 4,53% mais caros no ano, enquanto os preços dos alimentos consumidos fora de casa (em bares e restaurantes, por exemplo) subiram 3,17%.
 
Os produtos alimentícios que tiveram maior impacto na inflação de 2018 foram o tomate (71,76% mais caros), frutas (14,1%), refeição fora de casa (2,38%), lanche fora (4,35%), leite longa vida (8,43%) e pão francês (6,46%).

Outras despesas

Outros grupos de despesas que tiveram impacto importante na inflação do ano passado foram habitação (4,72%) e transportes (4,19%).

Entre os itens de transporte que ficaram mais caros estão passagem aérea (16,92%), gasolina (7,24%) e ônibus urbano (6,32%).

Já entre os gastos com habitação, o principal impacto no aumento do custo de vida veio da energia elétrica (8,7%).
 
Entre os nove grupos de despesa pesquisados, apenas comunicação teve deflação (-0,09%). Os demais grupos tiveram os seguintes índices de inflação: artigos de residência (3,74%), saúde e cuidados pessoais (3,95%), educação (5,32%), despesas pessoais (2,98%) e vestuário (0,61%).

Dezembro

Em dezembro, o IPCA registrou taxa de inflação de 0,15%. No mês, os alimentos também foram os principais responsáveis pela alta de preços, com uma inflação de 0,44%.
 
Os transportes e os gastos com habitação, por outro lado, evitaram uma alta maior do IPCA no mês, ao acusarem deflação de 0,54% e 0,15%, respectivamente.

Capitais

Entre as regiões metropolitanas e capitais pesquisadas pelo IBGE, Porto Alegre foi a que acumulou maior  inflação em 2018 (4,62%), seguida por Rio de Janeiro (4,3%), Vitória (4,19%) Salvador (4,04%) e Belo Horizonte (4%), todas acima da média nacional.
 
As menores taxas de inflação foram observadas em Aracaju (2,64%), São Luís (2,65%), Recife (2,84%), Fortaleza (2,9%) e Campo Grande (2,98%).

 

Agencia Brasil

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Economia

O recém-empossado presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, disse hoje (7) que o banco público não tem “nenhuma intenção” de reduzir sua oferta de crédito no mercado e declarou que qualquer eventual fechamento de agências ainda será objeto de estudos.

Novaes deu as declarações após a cerimônia de transmissão de cargo na sede do banco, em Brasília, ao ser questionado sobre uma fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, que disse hoje ser preciso promover uma “desestatização do crédito”.

“Ele [Guedes] não falou do Banco do Brasil, ele falou de uma maneira geral, aumentar a competição. Não tem nenhum recado direto ao Banco do Brasil”, disse Novaes. “Não está em cogitação [reduzir crédito]”.

Sobre reestruturações de pessoal ou um eventual fechamento de agências, Novaes disse que examinará estudos feitos por consultorias a respeito desses assuntos, mas acrescentou que “o banco tem que ter cuidado quando fala em fechar agências”, devido ao papel que desempenha na interiorização de serviços bancários.

“Enxugamento de despesa é objetivo de qualquer gestor, mas desde que isso não prejudique o funcionamento do banco. Reduzir despesa por reduzir despesa é um mau princípio”, disse.

Em relação a uma eventual redução dos juros no Brasil, Novaes disse se tratar de uma questão macroeconômica, e que “o Banco do Brasil não vai resolver essa questão do juro”.

Desinvestimentos

Na entrevista, Novaes detalhou um pouco sobre desinvestimentos a serem promovidos pelo banco, que antes foram mencionados em seu discurso na cerimônia de transmissão de cargo.

O presidente do banco disse que o BB não perderá controle sobre suas “joias”, que não serão alvo de desinvestimento, sendo somente passíveis de abertura de capital ou de captação de parceiros.

“A parte de administração de fundos, a parte de meios de pagamento, a parte de seguridade, crédito para pessoa física e pequenas e médias empresas”, respondeu ao ser indagado sobre quais seriam tais joias.

 

Agencia Brasil

Foto - Divulgação

Economia

O índice Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 (Bolsa de Valores), abriu o dia hoje (7) em alta e, às 10h46, atingia 92.134 pontos, alta de 0,34%.

O dólar é negociado neste momento a R$ 3,70 (R$ 3,7035), queda de 0,35% em relação ao pregão da última sexta-feira.

Dólar
Dólar está cotado a R$ 3,70      (Arquivo/Marcello Casal/Agência Brasil)

Na sexta-feira (4), o Ibovespa fechou com mais um recorde nominal ao encerrar o dia em 91.840 pontos, uma alta de 0,30% sobre o pregão anterior. Naquele dia, o dólar valia R$ 3,7160.

 

Agencia Brasil

Foto - Divulgação

Economia

Pelo segundo dia seguido, a Petrobras reduz o preço da gasolina vendida nas refinarias. Nesta sexta-feira (4), a empresa está negociando o litro do combustível a R$ 1,4537. Ontem (3) a estatal já havia reduzido o preço de R$ 1,5087 para R$ 1,4675.

De acordo com a Petrobras, a política de preços da empresa para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras “tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo”.

Segundo a estatal, essa “paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”.

A Petrobras informa ainda que “o preço considera uma margem que cobre os riscos (como volatilidade do câmbio e dos preços)”.

 

Agencia Brasil