Procon de Dourados orienta consumidores sobre golpes e fraudes virtuais 

Compartilhe:

A Prefeitura de Dourados, através do Procon destacou as principais orientações aos consumidores relacionados aos golpes mais comuns aplicados no mundo virtual e como se prevenir deles, para evitar ser uma das vítimas. 

Atualmente o consumo ocorre por meio do mundo físico (compra no comércio presencial) e o virtual (por meios virtuais como a internet). Fisicamente, o consumidor analisa o produto in loco, faz teste, tira dúvidas, verifica sobre a questão da assistência técnica, solicita descontos, compara valores, analisa a qualidade e o tempo de garantia, entre outros esclarecimentos. 

É importante se atentar ao comércio virtual, o qual possui inúmeras nuances, facetas e incógnitas. Portanto, antes de finalizar uma compra de um produto de forma online, todo consumidor/fornecedor deve pesquisar, analisar, averiguar, consultar atentamente com muita cautela o fornecedor virtual. E como se faz isto?

Verifique o CNPJ da empresa, fornecedor junto a RECEITA FEDERAL;

Ligue para a empresa, pergunte o endereço, telefone, veja se estão coincidindo com os dados extraídos junto a Receita Federal;

Verifique os comentários junto ao site do fornecedor;

Consulte o PROCON de sua cidade;

Verifique junto ao comércio local o valor do produto que pretende adquirir;

Se o produto anunciado está com valor muito abaixo do usual, desconfie, pode ser golpe;

Tome cuidado ao realizar pagamentos via pix;

Antes de efetuar o pagamento verifique o CNPJ, se aquele que consta no boleto é o mesmo do anúncio e também se é o mesmo que você consultou junto a Receita Federal;

Jamais efetue um pagamento sem verificar a veracidade do mesmo, nem toda cobrança virtual é verdadeira, em caso de dúvidas procure o PROCON.

 Golpes mais utilizados:

Quando ligarem para fazer atualização de dados bancárias, jamais informe seus dados via telefone, muito menos envie fotos de seus documentos;

Ao atender as ligações aguarde identificação, caso desconheça desligue, bloqueie. Faça cadastro no site NÃO ME PERTURBE;

JAMAIS clique em sites recebidos no seu email ou outro sistema, pois, ao navegar você poderá instalar vírus que irão monitorar seu mundo virtual;

Ligações do “Governo Federal, bancos …” informando que você possui valores, dinheiro para receber. Que você foi contemplado, desconfie e vá se informar diretamente no banco antes de qualquer ação;

Empréstimos, financiamentos, faça cálculos em relação aos juros. Ao verificar que o fornecedor cobrará uma “taxa” para receber valores, não faça, pois poderá ser golpe;

Se você verificar dinheiro em sua conta bancária, sem conhecer a origem e motivo, vá até a agência e verifique a origem dos valores, não gaste os valores. Verificando a origem do dinheiro e venha até o PROCON para abertura de processo, para devolução de forma correta, se ligarem solicitando a devolução, cuidado, estão querendo seus dados bancários, é golpe;

Boleto falso, cobranças criadas. Ao receber boleto desconhecido tome cuidado, cautela. Verifique se de fato você tem pendência financeira com aquela empresa, ligue nos canais verdadeiros de comunicação e solicite informações. É importante ter a contabilidade mensal de suas dívidas, anotar tudo;

Golpe das renegociações das dívidas, com a promessa de redução dos juros e valores, muito cuidado, leia atentamente o contrato. Quando a promessa de redução de juros é grande demais desconfie;

Golpe do falso motoboy, do Whatsapp, do cartão por aproximação e, recentemente surgiu simulação via inteligência artificial, onde sua voz e imagem são clonadas, peça para os familiares ficarem atentos e fazerem perguntas pessoais. Nas situações diárias combinem com vossos familiares e amigos para terem cuidado ao aceitarem mensagens não usuais, retornem as ligações, peça alguma informação: data de nascimento, nome do avô, avó, etc.

Golpe da venda de Veículos: uma das maneiras que os golpistas utilizam é a de entrar em contato com o vendedor e falar que tem um comprador e para este comprador oferecem o mesmo veículo com entrada e parcelamento, exigindo que o valor da entrada seja transferido via pix ao intermediador/golpista e recebendo este o valor não recebe mais mensagens e ligações, ficando o comprador e até o vendedor no prejuízo,

Enfim, ao navegar no mundo virtual, faça com muita atenção e tenha prudência. Muitos cursos, notícias, informações, orientações estão a disposição dos consumidores, que somos todos nós. Não há como fechar as portas para o mundo virtual, que chegou para facilitar a vida de todos, todavia, quando existir dúvidas tome todas as medidas acima mencionadas.

Fonte:  (parte) Procon Sinop-MT