Entre em contato conosco: Contato@folhadoms.com.br

Parceria entre Governo de MS e cooperativismo é reforçada em evento de 45 anos da OCB-MS

Compartilhe:

Somar esforços para gerar desenvolvimento. A premissa básica do cooperativismo e tudo o que nasce em torno das atividades dessa natureza são protagonistas no crescimento de Mato Grosso do Sul, algo reforçado na noite de ontem (4) pelo Governo do Estado no evento de 45 anos da OCB (Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras) sul-mato-grossense.

O governador Eduardo Riedel e o secretário Jaime Verruck (Desenvolvimento) participaram do evento, ao lado do presidente da OCB-MS, Celso Ramos Régis, e do coordenador da Frente Parlamentar de Defesa do Cooperativismo, o deputado estadual Rinaldo Modesto. Ambos ressaltaram o poder da atividade e sua importância socioeconômica.

“A gente veio aqui para ratificar o nosso compromisso com o sistema cooperativista, que tem um importante papel na nossa economia e na formação cultural pela qual o nosso desenvolvimento passa”, comenta o governador, citando também em seguida o crescimento entre 5% e 7% ao ano, o pleno emprego e a baixo índice de pobreza extrema do Estado.

Os índices citados por Riedel são frutos de um ambiente de crescimento que se autoalimenta, já que melhorias sociais refletem também em um ambiente melhor para o desenvolvimento econômico. “Isso tem a ver com a uma série de ações coordenadas e com uma estratégia clara por parte do Governo, que é criar um ambiente de confiança”, destaca o governador.

Eduardo Riedel frisa ainda que é fundamental que as pessoas não tenham surpresas ao buscarem investir em Mato Grosso do Sul. “Quando a empresa, a cooperativa vem investir aqui, ela tem absoluta segurança de que a diretriz de que o rumo formado pelo Estado não vai gerar nenhum tipo de surpresa para o empreendimento colocado”.

A capacidade de investimento por parte do Estado, com 18,5% da receita corrente líquida sendo aplicada em ações diretas, é outro trunfo apontado por Riedel. Mato Grosso do Sul é o estado que mais investiu ‘per capta’ e o que mais investiu percentualmente.

“É o crescimento associado a essa responsabilidade como comunidade, com a força da consciência de que quem faz as mudanças somos nós. Não vamos ficar esperando vir de alguém, vamos realizar, vamos executar e é o que o sistema cooperativo faz. Então a nossa gratidão por acreditarem no Mato Grosso do Sul, seja das cooperativas de fora, sejam com as que aqui nasceram, construíram”, conclui Eduardo Riedel.

Termo de cooperação e agradecimentos

Durante a solenidade, Riedel, Verruck e outros presentes foram homenageados com troféus pela OCB-MS. Além disso, o Governo também assinou termo de cooperação mútuo com a OCB, reforçando a parceria que ocorre há anos entre o Poder Público e as cooperativas aqui estabelecidas.

“Temos um trabalho de fortalecimento, de criação de cooperativas de Mato Grosso do Sul e a OCB fazendo toda essa capacitação. Nós do Governo entendemos que tem vários seguimentos que ainda tem o potencial de cooperar e desenvolver o cooperativismo no nosso Estado, e principalmente apoiar também aqueles que já estão instalados”, explica Verruck.

O secretário acrescenta ainda que em conjunto foi possível garantir várias melhorias na busca por recursos e outros instrumentos de fomento ao desenvolvimento do cooperativismo local e, consequentemente, crescimento econômico de Mato Grosso do Sul. Atualmente, as cooperativas representam 15% do PIB (Produto Interno Bruto) do Estado.

“Somente na atual gestão estadual nós já temos investimento de mais de R$ 2 bilhões na economia sul-mato-grossense, investimentos do cooperativismo. Esses R$ 2 bilhões geraram nesse curto período de um ano e meio mais de 1,25 mil empregos diretos para o Estado de Mato Grosso do Sul. Então a estratégia do cooperativismo está dentro da estratégia de desenvolvimento do nosso Estado”, finaliza o secretário de Desenvolvimento.

Antes do fim da cerimônia, o presidente da OCB-MS fez questão de ressaltar a importância do apoio do Governo de Mato Grosso do Sul para o crescimento do cooperativismo no Estado. “Aquilo que é bom tem que continuar, e nós estamos em um Estado com certeza de um Governo que prega aquilo que chamamos de felicidade, e se felicidade é coisa boa para o ser humano, nós vamos continuar com felicidade”, disse Celso Régis.

Nyelder Rodrigues, Comunicação Governo de MS