Entre em contato conosco: Contato@folhadoms.com.br

Nova ponte entre Mato Grosso do Sul e Paraná vai reduzir distância até o Porto de Paranaguá

Reunião teve a participação de autoridades do MS e PR

Compartilhe:

O governador Eduardo Riedel reafirmou o compromisso do Estado na construção de uma nova ponte, que vai ligar Mato Grosso do Sul ao Paraná. Ele se reuniu nesta sexta-feira (21) com representantes da sociedade civil do Paraná para discutir o tema. A estrutura vai reduzir em até 130 km a distância até o Porto de Paranaguá.

A ponte terá 2 km de extensão, contribuindo de forma direta para reduzir os gastos e dar competitividade ao escoamento da produção local. A Itaipú contratou o projeto – EVTEA (Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental) – para definir o melhor traçado. O estudo deve ficar pronto em agosto.

Do lado do Mato Grosso do Sul, o governador confirmou que assim que ficar pronto o estudo, com a definição do traçado mais viável, vai viabilizar a pavimentação do trecho da MS-473, para acesso a estrutura da ponte.

“Esta obra é estratégica para Mato Grosso do Sul, do nosso lado vamos fazer nossa parte, não vejo mais como retornar. Vamos ser parceiros e trabalhar junto com o Paraná. Esforço de todos. Agora é o momento de esperar o estudo ficar pronto para saber qual é o melhor traçado. Depois junto com o Paraná vamos buscar recursos para construção da ponte”, afirmou Riedel.

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Helio Peluffo, explicou que todo projeto começa pela obra de pavimentação da PR-577 no Paraná, que vai se encontrar com a MS-473. “Do nosso lado vamos esperar a definição do estudo para saber o melhor traçado, em relação ao fator econômico, técnico e com menor impacto ambiental. Entre as opções estão Nova Andradina, Taquarussu e Batayporã. É uma economia de 130 km até Paranaguá. Projeto de mão dupla com o Paraná. Depois os dois estados vão buscar recursos junto a Itaipú para construir a ponte”.

Representando a comitiva do Paraná, Demerval Silvestre, ressaltou que hoje foi uma reunião histórica. Ele é presidente da Socipar (Sociedade Civil Organizada do Paraná). “Será uma obra de integração do Mato Grosso do Sul com o Paraná. Neste caminho envolve o desenvolvimento do agro e turismo. Uma obra importante ao Brasil”.

Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS