Entre em contato conosco: Contato@folhadoms.com.br

IV Encontro Estadual sobre prevenção e erradicação do trabalho infantil em MS acontece na quarta-feira

Compartilhe:

O IV Encontro Estadual Sobre Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Mato Grosso do Sul (MS) – Desafios e Possibilidades tem como objetivo fortalecer o PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), enfatizando a prevenção e erradicação do trabalho precoce, em consonância com as normativas do SUAS (Sistema Único de Assistência Social). Organizado pela Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos) , o encontro acontece na quarta-feira (26), a partir das 8h, no auditório do Sebrae na Capital.

Conforme a Secretaria Executiva de Assistência Social da Sead, o evento reunirá gestores e técnicos das AEPETI (Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), parceiros comprometidos com a prevenção e erradicação do trabalho infantil, gestores das secretarias de Assistência Social, técnicos de referência do PETI, coordenadores e técnicos dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), além de representantes de outros serviços, projetos e programas socioassistenciais.

Também participarão representantes do protagonismo infanto-juvenil.

A disseminação de informações, promovendo a troca de experiências entre técnicos e gestores dos 79 municípios de MS, com ênfase especial naqueles que apresentam alta incidência de trabalho infantil, também é pauta do encontro, buscando fortalecer e sensibilizar as políticas setoriais e os órgãos de responsabilização para ações em rede quanto à prevenção e erradicação do trabalho infantil.

Na sua quarta edição, o encontro reforça o chamamento da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que desde 2002 convoca a sociedade, os trabalhadores, os empregadores e os governos do mundo todo a se mobilizarem contra o trabalho infantil.

Anualmente, para marcar a data, é proposto um tema sobre uma das formas de trabalho infantil e realiza-se uma campanha de sensibilização e mobilização da população em geral.

Conforme a OIT, o trabalho infantil é ilegal e priva crianças e adolescentes de uma infância normal, impedindo-as não só de frequentar a escola e estudar normalmente, mas também de desenvolver de maneira saudável todas as suas capacidades e habilidades, sendo, antes de tudo, uma grave violação dos direitos humanos e dos direitos e princípios fundamentais no trabalho.

Serviço

  • Evento: IV Encontro Estadual sobre o Trabalho Infantil
  • Data: 26 de junho, a partir das 8h
  • Local: Auditório do Sebrae, centro de Campo Grande

Leomar Alves Rosa, Comunicação Sead