Dourados-MS,
 Camara municipal

Comissão de Direitos Humanos do Senado visita Lula na PF para verificar condições da prisão

Ex-presidente Lula está preso na sede da PF em Curitiba desde o dia 7 de abril. (Foto: Dulcineia Novaes/ RPC Curitiba)

Politica
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Senadores da Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado entraram na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, na tarde desta terça-feira (17), para verificar as condições da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O grupo chegou ao local por volta das 14h40.

Lula está preso na sede da Polícia Federal desde o dia 7 de abril. Ele foi condenado em 1ª e em 2ª instâncias pelo caso do triplex em Guarujá (SP), na Operação Lava Jato.

 

Autorização

 

Nesta manhã, a juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, autorizou a visita da Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado. Os senadores pediram para verificar as condições da prisão de Lula e outros detentos.

A juíza destacou que somente poderão participar da visita membros integrantes da comissão. A lista encaminhada pelo Senado à Justiça tinha quatro nomes que não integram o grupo.

Carolina Moura Lebbos autorizou a visita mesmo sem que tenha sido comunicada a respeito de violação a direitos de pessoas custodiadas no local.

 

Sala especial

 

O ex-presidente está em uma sala especial na Superintendência da Polícia Federal, de 15 metros quadrados, que era usada como alojamento para policiais federais de outras cidades.

Na sala, que fica no quarto andar e é isolada das outras celas, há uma cama simples, um banheiro adaptado, uma mesa e uma televisão, de acordo com a PF.

 
Na sala especial de Lula tem uma cama de solteiro, mesa, cadeira e televisão. (Foto:  Igor Estrella)Na sala especial de Lula tem uma cama de solteiro, mesa, cadeira e televisão. (Foto:  Igor Estrella)

Na sala especial de Lula tem uma cama de solteiro, mesa, cadeira e televisão. (Foto: Igor Estrella)

 

 

g1.globo.com