Dourados-MS,
Audiencia_Câmara1

Ivinhema já perdeu três vereadores por morte apenas no atual mandato

Politica
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

O falecimento nesta manhã (09) do vereador de Ivinhema, Messias Furtado (PP), traz um dado triste para cidade do interior do Estado, pois se trata do terceiro parlamentar que faleceu apenas neste mandato, na Câmara Municipal. Os outros dois foram Aluísio Soares de Azevedo (PPS) e Valdir Kuhnen (PT), respectivamente em 2018 e 2017.

A cidade de Ivinhema, que fica a 282 km de Campo Grande, elegeu em 2016, na última eleição municipal, 11 vereadores, para o mandato até dezembro de 2020. A primeira perda foi um ano e três meses após a posse, com a morte do vereador Valdir Kuhnen (PT), na época com 52 anos, vítima de câncer.

Ele chegou a fazer tratamento em Barretos-SP, mas não resistiu à doença em 17 de maio de 2017. Na época o então presidente da Câmara, Aluísio Soares de Azevedo, pediu até a realização de uma solenidade, em homenagem ao ex-colega.

Um ano depois, em 15 de maio de 2018, o vereador Aluízio Soares (PPS), conhecido na região por “Junior do Posto”, também faleceu pelo mesmo motivo (câncer), após tratamento em Barretos (SP). Ele já estava afastado de suas funções na Câmara Municipal. Estava em seu terceiro mandato como parlamentar.

Acidente - A história de Messias Furtado passa também estes incidentes em Ivinhema, já que assumiu o mandato de vereador em 26 de julho de 2017, justamente na vaga deixada pela morte de Valdir Kuhnen, pois era o seu segundo suplente. O primeiro (suplente) Valdemar Ângelo (PDT), não pode assumir por questões judiciais.

No dia posse de Furtado, a sessão foi conduzida por Juliano Ferro (PR), pois o então presidente da Câmara, Aluísio Soares, já estava em tratamento de saúde. Delegado de profissão, o novo vereador assumiu levando a bandeiras de projetos de gestão e segurança pública.