Dourados-MS,
Câmara_plano_diretor

Frente Parlamentar apresenta cronograma do Junho Prata nesta quinta-feira

Politica
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa vai apresentar, nesta quinta-feira (6), a partir das 14 horas, o cronograma de atividades relativas ao mês de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa, conhecido como Junho Prata. O evento acontecerá no Plenarinho Deputado Nelito Câmara, conforme proposição do coordenador do grupo de trabalho, deputado Renato Câmara (MDB).

Também está prevista a explanação do 4º Seminário Estadual de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa. Além disso, serão discutidos o calendário de reuniões para 2019 e a inclusão de demandas nas pautas das próximas reuniões da Frente Parlamentar.

Junho Prata

O mês de combate à violência contra a pessoa idosa, denominado Junho Violeta/Prata, foi instituído no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul pela Lei 5.215, de 12 de junho de 2018. O objetivo da norma proposta pelo deputado Renato Câmara é sensibilizar a população para o tema.

“A violência contra as pessoas idosas configura uma grave violação dos seus direitos e sabe-se que muitas vezes, quando vítimas de maus-tratos, os idosos, em virtude de sua fragilidade física e emocional, temem denunciar os seus agressores por medo de sofrer represálias e também em virtude de, muitas vezes, alimentarem sentimento de afeto em relação aos seus algozes”, afirmou o parlamentar ao justificar o projeto de lei apresentado em 2017.

De acordo com a lei, o mês de junho de cada ano representa o período do ciclo anual no qual são reunidos esforços visando conscientizar a população sobre o respeito à integridade física e psíquica da pessoa idosa. Inclui ainda a divulgação dos meios e dos canais destinados à denúncia ou à representação de condutas que impliquem agressão aos direitos do idosos.

Segundo o deputado, a cor prata significa sabedoria, pureza, franqueza, consciência tranquila e fidelidade e complementa o conceito final da campanha de enfrentamento a violência contra a pessoa idosa. Já a escolha da cor violeta deu-se por representar espiritualidade, intuição, purificação e cura dos níveis físico, emocional e mental. Além disso, a cor simboliza respeito, dignidade, devoção, piedade e sinceridade.