Dourados-MS,
CMD-DROGAS

Foto: Porã News

Proprietária de empresa de contabilidade e executada a tiros por pistoleiros na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã.

A vitima foi identificada como a brasileira Elisandra Aranda Maldonado (38) executada a com nove disparos de pistola do calibre 9mm na manha de sábado (12) 09:05hs, quando saia da feira livre situada na avenida Tenente Herrero esquina com a rua Perpetuo Socorro no centro da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero a bordo de um veiculo Ssa Yong Corando, cor preta, placas IBT 086 Paraguai, após realizar compras no local momento em que foi abordado, supostamente por um casal que se encontrava a bordo de uma motocicleta que sem mediar palavras realizaram contra a vitima nove disparos pela que a mesma faleceu de forma instantânea no local antes mesmo de receber atendimento medico.

Segundo os investigadores da Divisão de Homicídios, a mesma se encontrava realizando compras na feira livre na manha de hoje e quando saia do local a bordo de seu veiculo foi interceptada e executada com nove disparos de pistola 9mm, ainda segundo os investigadores a mesma era proprietária da empresa de contabilidade “Aliados” situada na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero e a vitima se encontrava gravida, manifestaram os investigadores.

Agentes da Policia Técnica apoiados pelos investigadores de Homicídios e pelo promotor Gabriel Segovia realizaram os procedimentos de rigor e encaminharam o corpo ao IML da cidade a espera dos familiares da vitima, o caso poderia ter relação com um ajuste de contas do crime organizado na região de fronteira.

 

Porã News

Arma foi encontrada ao lado do corpo de Tiago - Foto: MS Todo Dia

O assistente de encarregado de serviços gerais Tiago de Jesus, 32 anos, matou a ex-namorada, Ana Paula Marçal Paes, 21 anos, com dez tiros de revólver calibre 38 na madrugada deste domingo, em Costa Rica, cidade distante 390 quilômetros de Campo Grande. O autor do crime chegou a carregar a arma durante a seqüência de disparos. Sete dos tiros foram dados contra o peito da vítima. 

Conforme o site MS Todo Dias, depois de cometer o feminicídio, o autor se matou. Testemunhas informaram que ele não aceitava o fim do relacionamento. O crime ocorreu por volta das 02h50, na residência da vítima.  Equipes policiais chegaram a ir até o local, mas a vítima já havia sido encaminhada ao hospital.  

De acordo com a irmã da vítima, Ana Paulo estava no quarto de casa quando Tiago chegou em um Vectra prata, junto com um comparsa que dirigia o veículo. Ele parou na frente da residência e chamou pela vítima, na tentativa de reatar o namoro. No entanto, após breve conversa, a jovem não aceitou e voltou para o interior da residência. Tiago então invadiu o local e foi na direção dela que estava no sofá da sala. 

Da porta de entrada, ele deu início aos disparos, mesmo diante dos pedidos feitos pela irmã da vítima, para que ele parasse. Ele teria dado cinco disparos, recarregado e dado mais cinco.
Antes de fugir com o amigo, ainda atirou no pneu de um veículo GM Cruze na garagem, para evitar que ela fosse socorrida ou que tentassem persegui-lo. 

Na casa, os policiais encontraram cinco cápsulas deflagradas, o que sustenta a hipótese de que Tiago recarregou a arma. Em continuidade, a PM deu início às buscas pelos suspeitos. Após receber denúncias, as equipes encontrado numa estrada com um tiro no peito. Os indícios apontam que ele tirou a própria vida depois de matar Ana Paula. A Polícia Civil e a perícia técnica foram acionadas para fazer os levantamentos necessários.

PASSADO

Em 2009, Tiago matou um homem identificado como Gilmar José Bezerra, de 32 anos, na cidade de Coxim. Apesar do crime, foi solto e depois acumulou série de passagens pela polícia em Costa Rica, como receptação, lesão corporal, ameaça e, de acordo com a polícia, era investigado por tráfico de drogas. O detalhe é que, antes mesmo do homicídio, ele já havia sido preso outras vezes. Mesmo assim, estava em liberdade.

 

Correio do Estado

Foto: MS News

Everton Marcos Gomes Silva, 22, morreu em acidente de trânsito envolvendo três veículo, na tarde deste domingo, dia 23 de setembro, na rodovia MS-376, entre as cidades de Vicentina e Fátima do Sul.

A colisão envolveu um ônibus, um carro de passeio e a motocicleta. O motorista do ônibus contou aos policiais que seguia sentido Fátima do Sul, quando o motociclista invadiu a pista contrária e entrou na frente do veículo.

Ele relatou que ainda que tentou evitar a batida, mas sem sucesso. Por causa da colisão, um outro carro, com placas de Glória de Dourados, acabou batendo na traseira do coletivo. 

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas ao chegar no local a vítima já estava morta. 

 

MS News

Foto - Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 200 tabletes de cloridrato de cocaína escondida em compartimento oculto de um caminhão munck, usado para destombamento de veículos, no final da manhã desta sexta-feira, 21 de setembro. A droga totalizou 223,8kg.

Uma equipe realizava ronda na BR-060, em Sidrolândia, quando na altura do km 400 observaram um caminhão munck VW/24.250CN, com placas de Campo Grande, conduzido por um homem de 40 anos.

O motorista se mostrou bastante nervoso com a abordagem policial e não soube informar os motivos de estar com aquele tipo de caminhão, ensejando uma fiscalização minuciosa no veículo.

Nada encontrando, a equipe solicitou apoio do Grupo de Operações com Cães da PRF (GOC). Foram passados 11 cachorros e todos identificaram o odor do entorpecente.

Nos quatro braços do caminhão, usado para içar e destombar veículos, foram criadas “gavetas” para ocultar os tabletes de cocaína.

Foram retirados do compartimento oculto, 200 tabletes de cloridrato de cocaína, os quais estavam cobertos com pó de café para disfarçar o cheiro.

Questionado, o motorista apenas informou que pegou o caminhão já carregado com a droga em Maracaju e deixaria em um posto de combustíveis em Campo Grande.

O homem, o veículo e a droga foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Campo Grande, onde todo o carregamento será pesado.

Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos hoje - Foto: Divulgação/MPE

Após investigação e constatação de um prejuízo de pelo menos R$ 670 mil ao Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Naviraí (SFPMN), o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual (MPE), deflagrou a operação Remake, que cumpriu quatro mandados de busca e apreensão e dois mandados de afastamento cautelar nesta terça-feira (25).

Conforme o MPE, o presidente e a tesoureira do sindicato foram afastados dos cargos, além de terem os bens bloqueados. A investigação é conduzida pela 2ª Promotoria de Justiça de Naviraí e apura o crime de peculato contra os cofres do Sindicato dos Funcionários Públicos do Município.

O prejuízo ao sindicato, onde estão credenciados servidores da prefeitura e da Câmara Municipal, já foi estimado em cerca de R$ 670 mil, até outubro de 2017, podendo ser superior dependendo das provas que forem obtidas até a conclusão da investigação.

Participam da operação, dois promotores de Justiça e 12 policiais militares. Os mandados foram expedidos pelo Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Naviraí. A operação foi denominada “Remake” porque um dos alvos já foi processado pelos crimes contra a administração pública em 2014, inclusive, tendo sofrido a perda de mandato político.

 

Correio do Estado

Foto: BV News.

Adriana Fretes, de 34 anos, morreu ao ser esfaqueada pelo próprio marido que se suicidou logo após o crime por volta das 17h20 de sexta-feira (21), na rua Bolivar Marthins, no Bairro Costa e Silva, em Bela Vista, cidade localizada na fronteira com o Paraguai.

De acordo com vizinhos do casal, Antônio Manoel Benites, de 46 anos, teria iniciado uma discussão dentro da residência. A esposa então tentou fugir do local, mas foi seguida e atingida com várias facadas no meio da rua. Logo em seguida Antônio atingiu o próprio abdômen.

Os dois morreram na hora. A Policia Militar foi acionada e isolou a área. Após a realização de perícia os corpos foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) da cidade.

 

 

BV News

Polícia realizou ação ontem. - Foto: Divulgação

Operação realizada ontem pela Polícia Civil, em Eldorado, desarticulou organização criminosa que roubava caminhões em Mato Grosso do Sul e em outros estados. O veículos eram levados para desmanches em São Paulo (SP) ou então para o Paraguai. Além dos policiais da cidade, também participaram agentes de Naviraí.

De acordo com a polícia, as cargas encontradas eram vendidas ilegalmente. Dois homens identificados como A C..O.L. e I. M.F. foram presos na ação. Foram apreendidos bloqueador de sinal utilizado para desativar rastreadores, além de comprovantes de depósito de altos valores entre os criminosos do grupo, e outros objetos.

 

Correio do Estado

Mais Artigos...