Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Comerciante brasileiro é sexto assassinado em dois dias na fronteira

Comerciante tinha restaurante e trabalha com escolinha de futebol - Foto: Reprodução

Outras Cidades
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Executado a tiros por dois pistoleiros na tarde desta sexta-feira (19), o comerciante brasileiro Paulo Dionizio Ribeiro, 55 anos, é o sexto assassinado nas últimas 48 horas registrado por autoridades paraguaias na região da fronteira do país com Mato Grosso do Sul.

O crime aconteceu por volta das 14h30. Ribeiro chegava à sua casa em Pedro Juan Caballero, cidade que faz divisa com Ponta Porã, quando foi surpreendido pelos atiradores, que estavam em uma moto. Acabou atingido no peito e cabeça e morreu na hora.

Informações preliminares apontam que o comerciante, proprietário de um restaurante na região central da cidade paraguaia, vinha sendo ameaçado, chegando ao ponto de usar segurança privada e escolta. 

Testemuinhas relataram que Ribeiro estava dentro da casa e recebeu uma ligação pelo celular antes de sair à calçada e ser baleado pelo garupa na moto, armado com uma pistola calibre 9 milímetros.

Ninguém foi sequer identificado pelo crime até a publicação desta reportagem.

São 12 assassinatos no Paraguai na faixa da fronteira com Mato Grosso do Sul em oito dias. Antes de Ribeiro, foram cinco casos nas últimas 48 horas, quatro deles em Pedro Juan Caballero e um em Amambay.  

SANGUE E LÁGRIMAS EM MS

Uma onda de violência varre também Mato Grosso do Sul entre a noite de quarta-feira e na madrugada de quinta-feira, deixando sete mortos. Somente em Campo Grande, foram quatro assassinatos, e um deles teve como vítima Marcel Costa Hernandes Colombo, 31, também conhecido como “Playboy da Mansão”. Ele morreu com cinco tiros de pistola nas costas.

Dados da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública  (Sejusp) revelam que, em menos de uma semana (de domingo até ontem), 11 pessoas foram vítimas de homicídio em Mato Grosso do Sul.

PLAYBOY

Marcel Costa foi executado na madrugada desta quinta-feira, em uma cachaçaria localizada na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em Campo Grande. Tiago do Nascimento Bento, 18, que seria amigo de Marcel, também foi ferido. A autoria do crime ainda é desconhecida.

Marcel sempre foi conhecido pelo estilo ostentação, onde fazia questão de exibir-se com joias, carros e festas nas redes sociais. Também foi alvo de uma operação da Polícia Federal, que investigava um esquema de crime de descaminho (“importados”) e possível lavagem de dinheiro.

OUTROS

Por outro lado, Claudinei Seixas, 27, foi morto com quatro tiros, sendo dois na cabeça, na noite de quarta-feira. O crime aconteceu no cruzamento da Avenida Coronel Antonino com a Avenida Presidente Castelo Branco, na região do Bairro Coronel Antonino. Um borracheiro que trabalhava nas imediações disse ter ouvido os disparos e ao tentar descobrir o que estava acontecendo viu um homem fugindo com uma arma em punho. O suspeito entrou em um veículo Parati de cor clara e deixou o local às pressas.

Num outro episódio de violência, Josinaldo João da Silva, 44, foi encontrado morto com facada na barriga, na manhã desta quinta-feira, em loteamento situado na Rua Átomo, na região do Bairro Maria Aparecida Pedrossian. O suspeito teria sido identificado pelos vizinhos também como morador na localidade.

Outro homem, ainda não identificado, foi achado já sem vida, na madrugada de ontem, no Bairro Estrela do Sul. O corpo, com perfurações de três tiros, estava abandonado na Rua Aladin. Conforme o delegado Enilton Pires Zalla, plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro,  a polícia vai buscar imagens de câmeras de segurança da região, para tentar identificar as circunstâncias e a autor do crime.

INTERIOR

Márcio Lucas Preza Libanio, 21, foi encontrado decapitado no final da tarde de quarta-feira, em uma área localizada na parte baixa de Corumbá, próximo à ladeira Dona Emília, no Bairro Beira Rio. Segundo a polícia, moradores das imediações teriam ouvido tiros ao meio-dia, mas só por volta das 16h, o corpo foi localizado em área de alta vegetação. O delegado Sam Suzumura, do 1º Distrito Policial, informou que a vítima foi reconhecida por uma tia, com quem estaria morando há três meses . O rapaz teria vindo de Cuiabá (MT).

Em Paranaíba, um homem  não identificado, mas que seria açouqueiro, foi assassinado com mais de dez tiros, por volta das 18h30 de quarta-feira, na Rua Warto Barbosa Moraes, no Bairro Jardim Karina. 

Informações preliminares dão conta que duas pessoas teriam efetuado disparos de revólver contra a vítima, fugindo a pé.

Já em Três Lagoas, um indivíduo também  não identificado, foi morto em confronto com a Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira, no Bairro Quinta da Lagoa. Ele estaria em companhia de três homens, que foram presos pela PM. O trio, que  seria de São Paulo e estaria em Três Lagoas para sequestrar uma pessoa, teria reagido ao ser abordado pela PM. 

 

Correio do Estado