Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Motorista de Parati morre após colidir com carreta na BR-060, na saída para Sidrolândia

Veículo ficou completamente destruído, às margens de rodovia - Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado

Outras Cidades
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida em acidente entre um veículo Volkswagen Parati e uma carreta Scania por volta das 5 horas deste domingo (14) no km 374 da BR-060, região da saída para Sidrolândia, a cerca de quatro quilômetros de Campo Grande. 

O carro de passeio, com placas da Capital, seguia no sentido Sidrolândia-Campo Grande e teria invadido a pista contrária, colidindo com a carreta, que estava carregada de adubo. Com o impacto, a Parati arrancou as rodas dianteiras da carreta, partiu-se ao meio e foi parar a cerca de 80 metros do local da batida.

Morreu no local o condutor da Parati, Leandro Roberts da Silva Santos, de 32 anos. A passageira do veículo, Taciane Elvira Peralta, também de 32 anos, sobreviveu a colisão e foi socorrida e encaminhada para a Santa Casa.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, conhecidos das duas vítimas estiveram no local do acidente e informaram ao Corpo de Bombeiros que momentos antes do ocorrido Leandro e Taciane estavam em uma festa, em uma chácara próxima dali.

O motorista da carreta, Valdemar de Melo, 50, que teve apenas escoriação na face, contou que iria entregar uma carga de fertilizante em uma fazenda a cerca de 18 km da Capital, quando ocorreu o acidente. “Ele (motorista da Parati) invadiu a pista contrária. Eu tentei tirar, saindo na braquiara, mas não teve jeito. Ou estava dormindo ou passou mal, vai ter que ver o que aconteceu”, comentou.

Após o acidente, a rodovia ficou parcialmente interditada e a Polícia Rodoviária Federal permaneceu controlando o trânsito no local, com liberação de um sentido por vez. Por volta das 8h, o trânsito foi restabelecido e um caminhão guincho foi para o trecho, para fazer a remoção da carreta.

 

 

Correio do Estado