Dourados-MS,
Semestre- Camara

Quatro são presos no interior em ação que desarticulou quadrilha de traficantes

Arma de grosso calibre apreendida em operação da PF desencandeada em Dourados e Fátima do Sul - Foto: Divulgação/PF

Outras Cidades
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Quatro pessoas foram presas preventivamente pela Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, durante a manhã desta terça-feira (5), pela 'Operação Fura 556', que busca desarticular a atuação de quadrilhas responsáveis por traficar armas e drogas internacionalmente.

De acordo com a Polícia Federal, o nome da operação faz referência à forma como os integrantes da organização criminosa faziam referência aos fuzis 5.56, ou seja, “FURA 556”. A potência é tamanha, que o calibre é tem poderio para perfurar blindados e derrubar helicópteros. Equipamentos para embalar drogas também foram localizados.

Segundo a PF, o esquema criminoso consistia na obtenção de entorpecentes e armamentos no Paraguai e depois o envio das mercadorias ilícitas para o Espírito Santo e também estados da Região Nordeste, por meio de 'mulas' (como são chamados os transportadores de droga) atraídas por boas vantagens financeiras. O início das investigações se deu após grandes apreensões de drogas ocorridas em Recife (PE), espécie de 'sede' da quadrilha. 

Além dos quatro mandados de prisão preventiva, outros quatro mandados de busca e apreensão foram desencandeados nas cidades de Fátima do Sul (MS), Dourados (MS) e Gurarapari (ES). 

Um paiol de grandes proporções foi aprendido pelos agentes. Ao todo, o rol inclui uma carabina semi-automática calibre .22, munições de diversos calibres, inclusive de fuzil 5.56mm e de pistola 9mm, uma prensa utilizada para a formação de tabletes de maconha e mais de R$ 70 mil em dinheiro.

Os crimes investigados e desarticulados são o tráfico internacional de armas e de entorpecentes, falsificação de documentos e formação de organização criminosa.

 

Correio do Estado