The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Pai de ex-vereadora deixa carta e escreveu que queria 'levar' neto

Pai de ex-vereadora deixa carta e escreveu que queria 'levar' neto

Antônio Lorival Cândido, encontrado morto na manhã de hoje junto à filha, ex-vereadora e ex-secretária de saúde, Ivanilde Farias Cândido, de 47 anos, deixou uma carta intitulada “Carta de Livramento”, dizendo que pretendia 'levar' também o neto. O crime aconteceu em Batayporã, hoje pela manhã.

Conforme a Polícia Militar da cidade, mãe de Ivanilde estava na residência quando ouviu o primeiro disparo. Logo que houve o tiro, que aconteceu no quarto da vítima, a mulher correu para a rua e pediu ajuda dos vizinhos, que acionaram a polícia. Posteriormente, o segundo tiro foi ouvido.

Quando os militares entraram na residência, Ivanilde e Antônio já estavam mortos no quarto. Ao lado dos corpos, um revólver calibre .38, além de uma carta foram encontrados.

No manuscrito, a PM informou para a reportagem que Antônio detalhou que também 'levaria' um dos netos, mas decidiu “poupá-lo” para que ele cuidasse da avó.

Como a letra da carta estava difícil de ser compreendida, a Polícia Militar informou que o documento vai precisar ser analisado de forma minuciosa. Não foi possível identificar se no documento estava descrito um possível motivo para o crime.

Ainda segundo a PM, o homem teria histórico de problemas psicológicos e tomava remédios controlados.

Ivanilde Cândido foi morta enquanto dormia e sofreu um tiro na cabeça. O pai dela se matou, logo depois de cometer o assassinato, com um disparo na boca. Ela era mãe de dois filhos e na casa também morava Antônio Cândido.

A Polícia Civil e a Perícia Criminal estão no local onde aconteceu o homicídio seguido de homicídio e ainda vai ser apurado a motivação do crime. Quem cuidará do caso é o delegado Rafael de Souza Carvalho. A reportagem entrou em contato com ele, mas ligações não foram completadas.

A carta encontrada no local onde estavam os corpos foi apreendida e será levada pela perícia para análise.

Foto: Maicon Douglas / Nova News

Correio do Estado