Dourados-MS,
Agosto_lilás

Suspeito de aplicar golpes usando identidade de ex-governador é preso

Policia
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Luiz Gustavo Ferreira, 37 anos, teve a prisão preventiva decretada por aplicar golpes pela internet, que ultrapassam R$ 1 milhão, utilizando documento falsificado em nome do ex-governador de Minas Gerais, Newton Cardoso. Mandado foi cumprido em Ladário.

De acordo com informações do delegado regional de Corumbá, Alex Sandro Peixoto, Lima utilizava documentos falsos para fazer compras na internet. Em um dos golpes, usando a identidade falsa do ex-governador, ele comprou produtos agrícolas em Pirapora, causando prejuízo de R$ 43 mil.

Também foram aplicados golpes em uma empresa em Montes Claros, que atua no ramo de concreto e cimento, com o mesmo documento falso.

“Para enganar as vítimas ele utilizava um e-mail falso e o nome de uma empresa de Minas Gerais, que é de propriedade do ex-governador”, explicou o delegado.

Juiz Nalbernard de Oliveira Bichara, da 2ª Vara Criminal de Montes Claros, em Minas Gerais, decretou a prisão preventiva do suspeito.

Policiais da 1ª Delegacia de Polícia Civil e Delegacia Regional de Corumbá prenderam Lima quando ele estava em um barco hotel no Porto de Ladário. Ele estava no município sul-mato-grossense com um grupo de mineiros que vieram pescar no Pantanal e será transferido para Montes Claros.