Dourados-MS,
Câmara_lupa

Casal que furtou bancos da Capital é preso em motel de São Paulo

Casal viajava o Brasil fazendo furtos em agência bancárias - Foto: Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Campo Grande
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Juan Daniel da Silva Capzzello, de 33 anos, e Andréia Pereira dos Anjos, de 22, foram presos por policiais  da Delegacia Especializada em Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras), suspeitos de sete furtos a bancos em Campo Grande, nos dias 2 e 3 de fevereiro.

Conforme o delegado João Paulo Sartori, responsável pela investigação, a prisão aconteceu na segunda-feira (25), em um motel na cidade de São Paulo (SP), de onde a dupla é natural. Eles teriam gasto cerca de R$ 700 no local.

“Ele [Juan] é casado e tinha um relacionamento extraconjugal com essa menina [Andréia], que acompanha ele em todas as viagens, inclusive fazia as reservas dos hotéis no nome dela, pagava as contas com o cartão dela. Ela disse que fica com 15% do valor aferido”, disse o delegado.

Os furtos de envelopes de depósitos eram feitos com auxílio de placas de MDF e fita adesiva dupla face, que eram usados para “pescar” os envelopes. De acordo o delegado, o casal chegava na agência e aguardava o momento em que os locais ficavam vazios, geralmente aos fins de semana.

O dinheiro que eles levaram das agências de Campo Grande não foi encontrado. Os criminosos também realizaram furtos em cinco cidades do Paraná, em duas em Santa Catarina e em três em Mato Grosso. Há suspeitas que também atuaram em municípios nordestinos.

O casal foram presos e trazidos para Campo Grande, onde as prisões preventivas dos dois já foram solicitadas à Justiça, que responderá por furto qualificado.

 

Correio do Estado