Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Assassinos de ex-vereador e esposa recebem pena total de 93 anos

Rogério, Alberto e Rivelino no dia da prisão - Foto: (Foto: Divulgação / BPChoque)

Campo Grande
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Rivelino Mangelo, de 45 anos, e seu filho Rogério Mangelo, de 19, receberam pena total de 93 anos de prisão pelo assassinato do ex-vereador Cristovão Silveira e a sua esposa, Fátima de Jesus Diniz Silveira, ocorrido em julho de 2017, em Campo Grande.

Em julgamento realizado na 4ª Vara Criminal, Rivelino foi condenado a 48 anos de reclusão, u m ano de detenção e 70 dias-multa pelo crime de latrocínio (por duas vezes), vilipêncio de cadáver e destruição parcial de cadavér. Já Rogério foi condenado a 45 anos de reclusão e 40 dias-multa por latrocínio (por duas vezes). O outro filho de Rivelino, Alberto Mangelo, de 20 anos, denunciado por receptação e favorecimento pessoal, teve o processo desmembrado dos demais e aguarda julgamento em liberdade.

O CRIME

No dia 18 de julho de 2017, no Sítio Bem-te-vi, localizado na saída para Rochedo, Rivelino, que era caseiro do sítio, Rogério e Diego André dos Santos, surpreenderem as vítimas, que foram mortas a golpes de faca e facão, e roubaram uma caminhonete, televisão e pertences das vítimas. 

O crime foi planejado e, em depoimento, Rivelino disse que ele teria sido ameaçado e maltratado pelo patrão, por isso decidiu se vingar.

Após o crime, Rivelino foi para o distrito pedir ajuda, alegando que a chácara tinha sido invadida por ladrões, enquanto que Diogo e Rogério foram para a casa de Alberto, morador em uma fazenda na zona rural de Aquidauana. Diogo não sabia dirigir e pediu apoio a Gabriel, e foram para a fronteira, onde o primeiro acabou morto em confronto com a polícia.

 

Correio do Estado