Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

MS já é o segundo em volume de apreensões de cigarros neste ano

Houve aumento de 39% nas apreensões do 1º semestre de 2018, com relação ao ano passado - Foto - Divulgação

Policia
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Mato Grosso do Sul já é o segundo estado em volume de apreensões de cigarros contrabandeados do Paraguai, principalmente no último semestre, quando perdeu somente para o Paraná.

Dados da Receita Federal indicam que, no período de janeiro a junho deste ano, foram interceptados no Estado 34.251.948 maços do produto.

No Paraná, também uma grande porta de entrada de contrabando, foram 38.220.429 maços. Logo em seguida aparece São Paulo, onde foram apreendidos 20.286.231 maços – com 20 cigarros em cada maço.

Na prática, em Mato Grosso do Sul, as ações policiais nas faixas de fronteiras com a Bolívia e o Paraguai, apesar do volume crescente de apreensões feitas pelo Departamento de Operações de Fronteira (DOF), pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e mesmo pela Polícia Militar, não têm sido suficientes para conter a entrada de contrabando de cigarros, eletrônicos, confecções e outros itens.

SÓ EM MS

De acordo com as informações, somente a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu em Mato Grosso do Sul, no período de 1º de janeiro até o dia 10 deste mês, um total de 31.338.450 maços, e no ano passado, dentro do mesmo período, os policiais da instituição recolheram 22.379.840. Em todo o ano de 2017, foram 32.188.690 maços.

 

 

Correio do Estado