Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-15-09- (1000X90)

Eduardo Júnior de Souza, de 38 anos, foi executado a tiros na manhã deste domingo (24) no Canaã I em Dourados.

Conforme ocorrência, dois homens encapuzados chegaram na casa dele, localizada à rua Rua Projetada 14, se identificaram como policiais e passaram a espancar Eduardo.

A dupla deixou o local, mas retornou em seguida, efetuando vários tiros. Eduardo morreu na hora.

Ainda não há informações sobre os pistoleiros e o motivo do crime. A polícia investiga o caso.

Zelador que limpava prédio público no Jardim São Pedro, encontrou tabletes de maconha escondidos próximo a um tanque. O fato ocorreu nas dependências do Centro de Apoio ao Deficiente de Dourados na tarde de ontem (21/11).

Conforme a ocorrência, o rapaz retirava o mato e percebeu alguns sacos próximo ao tanque. 

Desconfiado, acionou a Polícia Militar que esteve no local. Durante vistoria, foi encontrado 51 tabletes do entorpecente, totalizando 33,9 quilos. 

O caso será investigado. 

O corregedor-geral da Guarda Municipal de Dourados, Márcio Teles Arguelho Moreira, determinou a instauração de Sindicância Administrativa Disciplinar para apurar ocorrência que terminou na morte de um homem baleado com disparo de munição não-letal na tarde do dia 11 de outubro, na região do Parque Rego D’água.

Publicada na edição desta quarta-feira (20) do Diário Oficial do Município, mais de um mês após o ocorrido, a Portaria nº 26/CORR/GMD/2019 detalha que o procedimento de número 21/2019 será de natureza investigativa.

A intenção é “apurar homicídio decorrente de oposição a intervenção policial praticado por agente(s) desta Guarda Municipal no exercício da função e demais eventos verificados na Ficha de Ocorrência GMD nº 1141/2019, que chegaram ao conhecimento” da Corregedoria por meio do Memorando nº 379/GMD/2019 – “bem como investigar a existência de fato(s) conexo(s) e/ou a prática de transgressão(ões) conexa(s) com os fatos relacionados à referida Ocorrência, a serem determinados durante os trabalhos apuratórios”.

Foram nomeados Eleandro Aparecido Miqueletti e Weslei Henklain Ferruzzi como membros para comporem a Comissão Sindicante que será presidida pelo corregedor-geral e terá Odair Faleiros da Silva Junior na condição de Secretário.

O alvo central da investigação é a ocorrência atendida na tarde daquele 11 de outubro, uma sexta-feira, quando Elcindo Alexandre Neto, de 35 anos, conhecido como “Maninho”, morador na região do parque Rego D’Água, periferia de Dourados, morreu após ser baleado por agente da Guarda Municipal de Dourados.

Dias depois, o comandante da Guarda, Divaldo Machado de Menezes, revelou ao Dourados News ter mandado recolher as espingardas calibre 12, da marca Taurus, usadas com munições não letais naquela ocorrência.

Na ocasião, ele disse ter ficado surpreso com esse trágico desfecho. “Estou há 24 anos na Guarda e não ocorreu algo semelhante em Dourados, já ouvi uma ou outra situação em outros locais. A munição não é letal, mas acabou perfurando o corpo da vítima”, explicou.

Procurado na manhã de ontem, o comandante informou que as armas já foram novamente liberadas para uso, após passarem por perícia. Segundo ele, o laudo foi entregue para o MPE-MS (Ministério Público Estadual), responsável por eventual acusação na esfera judicial contra os envolvidos.

“O armamento e as munições já estão liberados para uso, com algumas restrições que passamos para o pessoal”, afirmou. Segundo o comandante, utiliza-se elastômero em eventuais ocorrências com multidão e polietileno (pó de arroz) em disparos mais perto. “Mas cada caso é um caso”, pondera.

Foto: Adilson Domingues

Anita da Silva, 72, moradora no Jardim Ouro Verde, morreu na tarde desta quinta-feira (7/11), em Dourados, após ser atropelada no cruzamento da avenida Weimar Torres com a rua Natal, região da Cabeceira Alegre. 

Ela tentava atravessar a avenida quando foi atingida pelo Renault Sandero conduzido por uma mulher de 32 anos. 

Com o impacto, a idosa acabou arremessada e o parabrisa do veículo chegou a trincar. 

O Corpo de Bombeiros esteve no local, porém, a mulher já não apresentava sinais vitais. 

O caso é investigado pela polícia. 

Foi preso na noite desta quinta-feira (21), o ex-marido que atirou contra a cabeça de uma mulher de 32 anos, na madrugada de quarta-feira (20), na cidade de Dourados. Ela foi ferida com um tiro de garrucha.

Policiais faziam rondas por volta das 19 horas no bairro Jardim Pantanal quando perceberam uma movimentação estranha em uma das casas. Ao descerem e fazerem a checagem encontraram o autor que não resistiu à prisão. Ele confessou que atirou contra a mulher por que havia sido traído.

A arma usada para o crime, uma garrucha, ele disse não saber onde estava, segundo informações do site Dourados News. Ele foi levado para a delegacia, onde deve ser autuado por tentativa de feminícidio.

O crime aconteceu por volta da 1 hora da madrugada de quarta (20), quando a mulher estava voltando de um curso técnico, e o homem ficou à espreita dela próximo a residência e ao vê-la desferiu o tiro contra a sua cabeça atingindo o ouvido. Em seguida ele fugiu.

A vítima estava separada do autor, que não aceitava o fim do relacionamento, e estava morando temporariamente com uma senhora que contou aos militares o que havia acontecido.

Foto: Adfilson Domingos

Policiais da DEFRON - Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira - prenderam na tarde desta terça-feira, 12/11/2019, J.C.P., homem de 29 anos, residente no parque das nações, na cidade de Dourados-MS.

J.C.P. foi condenado em um processo pelo crime de ameaça e possuía contra si expedido um mandado de prisão oriunda dos autos nº 000327.224.2016.8.12.0101.

Policiais da DEFRON chegaram até alguns possíveis endereços de J.C.P. e após a realização de monitoramento nos locais, realizaram a prisão do indivíduo no momento em que este chegava a uma chácara onde residem alguns familiares.

J.C.P. possui diversas passagens pela polícia pelos delitos de receptação, ameaça, lesão corporal dolosa, injúria, dano e desacato, e após a sua prisão foi encaminhado a uma das celas do 1º Distrito Policial de Dourados onde permanece a disposição da justiça.

A Guarda Municipal de Dourados prendeu um jovem de 26 anos conduzindo seu veículo pela contramão de direção e em zigue-zague na Rua Coronel Ponciano.

A equipe da GMD realizava rondas preventivas pelo local quando flagrou o condutor por volta das 23h50 de ontem quarta-feira conduzindo seu veículo VW Gol na contramão de direção e em zigue-zague pela Rua Coronel Ponciano.

Após realizar a abordagem os guardas municipais constataram que o condutor estava visivelmente embriagado, com odor etílico, fala alterada e falta de equilíbrio.

O rapaz confessou que estava em uma festa com amigos ingerindo bebida alcoólica. Após realizar o teste do bafômetro foi confirmada a embriagueis com a medição de 1,02 Mg/L no sopro do condutor.

Diante da situação foi preso em flagrante por dirigir embriagado e encaminhado a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais

Mais Artigos...