Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Foto - Divulgação

O juiz Luiz Alberto de Moura Filho, da 1ª Vara Criminal de Dourados decretou a a prisão preventiva do vereador Cirilo Ramão (MDB). Com isso, o vereador afastado deve voltar para a cadeia nas próximas horas. 

O magistrado acatou o pedido do Ministério Público Estadual que alegou que o vereador esteve na Câmara de Dourados no período noturno, ato irregular, já que o mesmo estava impedido de sair de casa após às 18h, no ato do alvará de soltura.

Ele havia sido preso no contexto da Operação Cifra Negra, resultado de investigações por parte da 16ª Promotoria de Justiça, envolvendo suposto esquema de corrupção que acontece há pelo menos oito anos na Câmara do município. 

O vereador afastado estava em liberdade provisória e teve a prisão imediata decretada.  

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

A Polícia Militar prendeu na noite de ontem (5) Renan Almeida Soares, 19, após o rapaz ter sido flagrado armazenando droga dentro de casa. Ele confessou que fazia a venda de cigarros de maconha por R$ 5. 

As ações aconteceram no cruzamento da Rua Antônio Luiz Marra com a Rua Wilson Gabiatti, região do Canaã III. 

Inicialmente a abordagem havia sido direcionada a um rapaz de 20 anos, que foi visto jogando objeto no chão e pisando para cobrir com o pé. Ao abordar o suspeito, foi descoberto que seria um cigarro de maconha. 

Renan estava próximo do alvo da abordagem e acabou sendo vistoriado também. No celular dele os militares encontraram conversas sobre droga e fotos de armas. 

Os agentes se deslocaram então até a casa do pai de Renan para apurar armazenamento de entorpecente, mas lá não foi encontrado nada. Diferentemente da caso do rapaz, no Izidro Pedroso. Lá os militares acharam um tablete de maconha de 315 gramas. 

Ele confirmou que fazia o tráfico da droga e disse que o cigarro de maconha era vendido a R$ 5. Renan foi autuado em flagrante e preso em uma das celas do 1° Distrito Policial de Dourados.

 

Dourados News

O ex-secretário de Fazenda de Dourados, João Fava Neto foi preso na terça (22), em Campo Grande. Ele estava foragido da Justiça, desde o último dia 18, quando o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que determinou, que ele voltasse para a prisão. Ele é acusado de comandar uma organização criminosa responsável pelo desvio de R$ 23 milhões do município.

Com a regogação da liminar concedida na véspera do Natal, foi restabelecida a prisão preventiva” do ex-secretário. Assim o TJ expediu mandado da ordem de prisão, que deveria ter sido cumprido na semana passada, mas a Polícia Civil não encontrou João Fava Neto em Dourados e nem em Campo Grande. Desde então ele era considerado foragido da justiça.

Após ser preso João Fava Neto foi encaminhado ainda na noite de terça-feira, para a 3ª Delegacia de Polícia da Capital, localizada no Bairro Carandá Bosque. 

Fava é apontado pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul como o mentor do esquema de fraude em licitações para contratar empresas terceirizadas em troca de propina. Ele é sogro do deputado estadual eleito Neno Razuk (PTB) e da mais alta confiança da família da atual prefeita de Dourados.

OPERAÇÃO PREGÃO

As investigações tiveram por objetivo esclarecer a atuação de uma suposta organização criminosa composta por agentes públicos, políticos e empresários, visando a prática de diversos crimes incluindo fraude em licitação, dispensa indevida de licitação, falsificação de documentos, advocacia administrativa, além do crime contra a ordem financeira e da incidência na conduta descrita no artigo 5º,- IV, da Lei Anticorrupção, notadamente em razão de fraudes em licitações e contratos públicos, praticados, em tese, durante a atual gestão municipal.

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

Discussão entre casal na tarde de sábado (19), em Dourados, terminou com a mulher baleada. O caso ocorreu na Aldeia Jaguapiru, Reserva Indígena. Eloiza Souza, 25, foi levada ao Hospital da Vida.

O principal suspeito, o marido dela, Denildo Martins Jucá, ainda não foi localizado.

Conforme familiares, a relação  de ambos é conturbada e marcada por várias brigas. Hoje, em mais uma confusão, o rapaz teria atirado nela e posteriormente fugido. 

Populares ao perceberem a vítima, chamaram a mãe dela. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar se deslocaram à região, porém Eloiza acabou levada por uma ambulância da Sesai.

Ela possui ferimento na perna.

A polícia investiga o caso e procura pelo suspeito.

 

Dourados News

Idenor Machado (PSDB)

O vereador Idenor Machado (PSDB) que estava preso desde o dia 30 de janeiro, no 1° Distrito Policial de Dourados, foi transferido na tarde de segunda (04), para a PED (Penitenciária Estadual de Dourados). Idenor está preso por ordem do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que derrubou uma liminar do desembargador Paschoal Carmello Leandro, que havia concedido liberdade ao parlamentar no dia 17 de dezembro.

Idenor, que por três vezes foi presidente da Câmara de Vereadores de Dourados, é acusado de participação em um esquema de corrupção na Casa de Leis. No final do ano passado o Ministério Público Estadual levou ele, Pedro Pepa (DEM), Cirilo Ramão (MDB), o ex-vereador Dirceu Longhi (PT), os empresários Denis da Maia, Jaison Coutinho, Karina Alves de Almeida e Franciele Aparecida Vasul e o ex-servidor da Câmara Alexandro de Oliveira de Souza. Todos conseguiram habeas corpus ainda antes da virada de ano.

Agora, com a determinação do TJMS, apenas Idenor Machado segue preso. 

 

Dourados News

Foto - Divulgação

Um homem, que ainda não teve a identidade divulgada pela polícia, foi morto na noite de ontem (20) após invadir uma chácara no município de Ivinhema e sequestrar duas vítimas para roubar o carro delas. Ele estava na companhia de outros quatro criminosos que acabaram detidos pelas forças de segurança. 
 
De acordo com informações, por volta das 21h20, a quadrilha teria invadido a propriedade e rendido dois homens, os fazendo reféns em assalto. 
 
Os bandidos então tomaram das vítimas dois veículos, um Jeep Renegade e uma Toyota Hilux. A Polícia Militar recebeu a denúncia do sequestro e mobilizou forças de segurança.
 
Agentes do DOF (Departamento de Operações na Fronteira) e Getam (Grupamento Especial Tático de Motos) da Polícia Militar localizaram os criminosos na região de Naviraí e conseguiram interceptar a quadrilha. Na ação houve troca de tiros e um dos bandidos acabou baleado. 
 
Ele foi socorridos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Outros quatro integrantes da quadrilha foram presos, três deles já foram trazidos para o Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira) em Dourados. O outro criminoso está a caminho da delegacia.
 
Com a ação exitosa, as vítimas foram resgatadas e os veículos recuperados. Além do criminoso baleado, ninguém mais ficou ferido. 

 

 

Dourados News

Foto - Adilson Domingos

Renan Vinícius Ribeiro Nantes, de 19 anos, foi baleado no ombro durante tentativa de assalto na região do BNH I Plano em Dourados. 
 
Segundo a polícia, por volta das 20h ele seguia a bordo de uma motocicleta Honda Biz na companhia de um amigo, 20, quando no cruzamento das ruas Olinda Pires e Benjamin Constant foram abordados por dois homens desconhecido em outra moto. 
 
A dupla anunciou o assalto e um dos criminosos sacou revólver e disparou contra Renan, atingindo-o no ombro. Rapidamente a dupla fugiu do local sem levar nada das vítimas. A moto que os criminosos estavam era semelhante a uma Biz.
 
Socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados e encaminharam o rapaz ao Hospital da Vida. 
 
OUTRO ASSALTO
 
Cerca de 20 minutos após a tentativa de assalto que vitimou Renan, um rapaz, 20, a bordo de uma moto chegava na casa da namorada, na rua Pedro Celestino de Oliveira, no Jardim Clímax, quando dois homens se aproximaram em uma motocicleta Shineray anunciando assalto. 
 
Eles teriam dado ordem de parada à vítima, mandando descer da moto e entregar tudo o que estivesse portando. O rapaz obedeceu e deu a carteira. 
 
Um dos criminosos, o garupa, tentou levar a moto da vítima, mas não conseguiu deixar o local. Consta no boletim de ocorrência que na tentativa de sair com o veículo o criminoso até teria caído. Ele abandonou a moto e fugiu com o comparsa levando apenas a carteira da vítima. 
 
A polícia acredita que os dois crimes tenham sido cometidos pelas mesmas pessoas. Os casos foram registrados na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados e serão investigados.

 

Dourados News

Mais Artigos...