Dourados-MS,
Semestre- Camara

Foto - Divulgação

Uma ação conjunta entre policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) e o NRI (Núcleo Regional de Inteligência) terminou com a prisão de três homens, que segundo a polícia, formavam uma quadrilha atuante na prática de furtos em vários bairros de Dourados. 

José Cardoso dos Reis, 47, André Vargas Carvalho, 29, e Anderson Marcos da Silva Martins, 31, foram presos em flagrante na sexta-feira (11), porém, a informação foi repassada apenas nessa segunda. Eles já possuem passagem por roubo e cumprem pena em regime semiaberto e aberto. 

De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, os crimes foram cometidos contra vítimas de padrões sociais inferiores. A maioria em bairros isolados, onde os proprietários das casas passam o dia fora trabalhando. 

Algumas das vítimas afirmam não ter condições de restituir os bens furtados e até para o conserto das portas e janelas danificadas durante a ação criminosa.  Em um dos casos, o trio levou também os mantimentos da família, deixando os moradores completamente desprovidos de alimentos. 

A PRISÃO

A prisão do trio aconteceu na tarde de sexta-feira (11) após praticarem mais um furto na região da Sitioca Alvorada. 

Eles foram flagrados com televisão, máquina de cortar gramas e um voltímetro que havia subtraído de residência, dentro de um veículo GM Corsa Classic. O carro seria de André, e teria sido utilizado em todos os crimes para o transporte dos criminosos e dos bens furtados.

Ao serem questionados sobre o fato, eles afirmaram que teriam sido contratados por desconhecido para fretar os objetos tomado no crime. 

Eles foram levados para o 1° Distrito Policial de Dourados juntamente com os bens apreendidos. 

 

 

 

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte/Arquivo

A Justiça concedeu liberdade ao motorista Almir Rogério Balbo, preso no dia 24 de abril em Dourados durante ação conjunta entre policiais militares e federais. Ele estava na PED (Penitenciária Estadual de Dourados e era o motorista do caminhão Mercedes Benz apreendido com quase 700 quilos de maconha no Jardim Guanabara.

No dia, após o flagrante, foi possível chegar a um depósito de materiais recicláveis, onde havia mais entorpecentes. 

O juiz Marcus Vinícius de Oliveira Elias emitiu o alvará de soltura após pedido dos advogados Celso Berth e Rubens Saldivar. A alegação da defesa é de que Almir é réu primário, possuí residência fixa e trabalha como motorista.

Antes dele, outras duas pessoas acabaram soltas. Marlon Daniel Ferreira Oliveira, 18 e Pâmela Helen dos Santos, 24.

O caso
 

No dia da ação, 10 pessoas acabaram presas. Além de Almir, Pamela e Marlon, Valter Marcelo Demeu, 42, Gilmar Pinheiro Rojas, 35, Elecir Belini Silva, 38, David dos Santos Marques, 30, Maycon Michel dos Santos, 27, Miguel Augusto Souza dos Santos, 20 e Tatiane Almeida de Oliveira, 25 foram encaminhados ao 1º Distrito Policial.

Tatiane e Elecir são namorados e ela acabou autuada apenas por posse de munição .40. 

O rapaz, além do tráfico, responderá também por portar carregador de pistola e munições .40 e calibre 22. 

O proprietário do depósito onde estava parte da droga, Carlos Roberto dos Santos, o ‘Carlinhos’, 44, não foi encontrado e se apresentou acompanhado dos advogados no dia seguinte. Em depoimento, ele informou não saber da existência dos entorpecentes na carga e foi liberado para responder em liberdade. 

 

 

 

Dourados News

Foto - Divulgação PRF

Um traficante ainda não identificado, trafegava pela rodovia BR-163, a bordo de uma caminhonete GM/S-10, com placas aparente IVF-0308, de Matupã, no Mato Grosso, quando não obedeceu, ordem de parada de agentes da Polícia Rodoviária Federal, no Posto PRF de Dourados, dando início a uma perseguição.

O traficante conseguiu fugir passando pela Vila São Pedro, seguindo em direção à Vila Vargas, mas em dado momento perdeu o controle de veículo e capotou várias vezes, esparramando tabletes de maconha que estavam na carroceria da caminhonete sobre a pista da BR-163.

O traficante sofreu diversas escoriações pelo corpo e foi socorrido por uma equipe da CCR, em presa que administra a rodovia, sendo encaminhado para o Hospital da Vida de Dourados, onde está sob custódia policial.

 

 

 

Dourados News

Foto - Divulgação

Um casal morador em condomínio na Vila São Luiz viveu momentos de tensão após ter a casa invadida por três ladrões exigindo dinheiro. Eles usaram facas da própria residência para ameaçar as vítimas. 

O fato aconteceu por volta das 15h de ontem (4). Segundo o rapaz, 31, o trio chegou na casa e rendeu a jovem de 21 que estaria no quarto e ele ao sair do banheiro. 

Eles diziam saber que a vítima tinha dinheiro e em posse de faca, trancaram o casal no quarto e começaram a vasculhar a casa, encontrando R$8 mil. O dinheiro foi levado. 

Segundo relato à polícia, o trio tinha aparência mestiça oriental. Um deles teria uma tatuagem no braço direito escrita 'Mãe' e no braço esquerdo uma figura tipo maori. 

A ação durou cerca de 30 minutos e após o crime, os ladrões deixaram o casal preso no quarto, sendo posteriormente socorrido por uma vizinha. 

Caso foi registrado no 1° Distrito Policial de Dourados.

 

 

 

Dourados News

Foto - Dourados News

Um trabalho conjunto realizado por policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira), do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e do 3º Batalhão de Polícia Militar de Dourados, recuperaram uma caminhonete roubada e prendem os autores envolvidos.

Foram presos Matheus Eduardo Paulino Costa, 21 anos, Eduardo Rodrigo de Souza, 44 anos, Diogo Isfran Vargas, 24 anos, e Thaiano Flores Carvalho, 22 anos.

Na quinta-feira (10), dois homens armados invadiram a residência de uma família na cidade de Laguna Caarapã, ocasião em que roubaram uma caminhonete Toyota Hillux, dinheiro e alguns bens da família.

Na manhã desta sexta-feira (11), policiais militares abordaram a caminhonete na cidade de Dourados e prenderam e encaminharam para a Defron, Matheus, que dirigia a caminhonete.

Policiais da Defron, que vinham investigando junto com policiais do DOF uma quadrilha de assaltantes de veículos que atua na região, efetuaram diligências e identificaram Eduardo Rodrigo, como um dos autores do roubo e efetuaram sua prisão na tarde de hoje no bairro Terra Roxa, em Dourados.

Após a prisão de Eduardo, policiais da Defron foram até Laguna Caarapã, onde identificaram as pessoas de Diogo e Thaiano, que teriam auxiliado Matheus e Eduardo a realizarem o roubo.

Os policiais foram informados que Diogo e Thaiano estariam em um veículo VW/Gol, retornando da cidade de Nova Andradina, e solicitaram o apoio dos policiais da PMR (Polícia Militar Rodoviária) que abordaram e contiveram os autores até a chegada dos policiais da Defron.

Eduardo e Diogo cumprem pena na PED (Penitanciária Estadual de Dourados) e estavam gozando do benefício da saída temporária do dias das mães. Matheus também cumpria pena na PED e havia ganhado a liberdade há uma semana.

Eduardo, Matheus, Diogo e Thaiano foram autuados em flagrante na sede da Defron, em Dourados, por roubo e associação criminosa e encaminhados para uma das celas do 1º DP de Dourados onde permanecem a disposição da justiça.

 

 

Dourados News

Foto - Cido Costa

Operação Assepsia (limpeza) realizada pela Polícia Civil e com o apoio da Polícia Militar na manhã deste sábado (5) em Dourados prendeu 11 pessoas em flagrante, cumpriu 98 mandados de prisão e busca e apreensão em vários bairros da cidade. Um homem foi morto durante troca de tiros.

Segundo o delegado regional Lupersio Degerone, não havia um alvo específico. O objetivo era o de prender foragidos da justiça e apreender armas, drogas e objetos produtos de furto ou roubo.

Os primeiros passos da operação começaram a cerca de 40 dias, no entanto, os investigados já vinham sendo monitorados.

Aparelhos de som, bicicleta, cadeiras, rodas de veículos, objetos de trabalho da construção civil foram algumas das apreensões, além de armas, drogas, celulares e dinheiro.

Segundo o delegado, durante apreensão em uma residência no Altos da Alvorada, Joel Mendes Campos, o Joel do PCC, recebeu policiais a tiro. Eles revidaram e Joel foi morto.

Foto- Divulgação PF

A maconha apreendida na manhã desta sexta-feira (4/5) em ação conjunta entre PRF e PF no distrito de Vista Alegre, em Maracaju, totalizou 1.108 quilos.
 
Conforme a ocorrência, foi dada a ordem de parada ao veículo VW/Fox com placas de Água Clara, conduzido por uma mulher de 34 anos, em companhia dos filhos uma menina de 12 anos e um menino de 8.
 
A condutora declarou que estava fazendo serviço de batedor para uma caminhonete Toyota Hilux.
 
Logo atrás a equipe abordou o veículo com placas aparentes de Campo Grande, conduzida por um homem de 26 anos em companhia da passageira de 36.  
 
Na carroceira e no interior do veículo foram encontrados vários tabletes de maconha que somaram 1.108 kg quilos da droga.
 
Em compartimento oculto no Fox, os policiais encontraram um rádio telecomunicador que era usado para avisar o motorista da caminhonete sobre fiscalizações policiais no trecho.
 
Foi constatado também, que a Hilux possuía registro de roubo/furto em Brasília (DF).
 
Os três pessoas foram encaminhados à Polícia Federal de Dourados e as crianças ao Conselho Tutelar da cidade.
 
 
 
Dourados News

Mais Artigos...