Dourados-MS,
Audiencia_Câmara1

Foto - Osvaldo Duarte

Paulo Angelo da Silva, 39, morreu no início da tarde deste sábado (9) após colidir a motocicleta em que estava contra uma árvore.

O acidente ocorreu na rua Ponta Porã, próximo ao cruzamento com a rua Pedro Celestino, em Dourados. 

De acordo com o apurado no local, a vítima seguia numa Honda Biz pela via, quando perdeu o controle da moto e acabou chocando-se contra a guia de meio-fio e posteriormente contra a árvore. 

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas Paulo morreu antes do socorro. 

A polícia investiga o caso. 

 

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

José Aparecido de Souza, 46, é o motorista que morreu após o acidente registrado no início da noite de ontem (8) em Dourados. Ele seguia com a família na 5ª linha, sobre a ponte do córrego Laranja Lima, quando acabou perdendo o controle do veículo e caiu na água.

A esposa dele, Laurentina Bispo dos Santos, está internada em estado grave. Além dela estavam no carro também os filhos do casal, um menor de 11 anos, Janaína Bispo de Souza, 23, e o genro Bruno Caravanti Osório, 25.

Eles estavam a bordo de um Ford Corcel de cor verde, ano 79, com placas BHB 6767. José seguia no sentido Cruzaltina/Vila Vargas com uma carretinha atrelada ao veículo. Eles estariam indo buscar um porco. 

Numa descida José teria desligado o carro, estratégia utilizada por motoristas para economia de combustível, quando o volante do veículo travou e ele perdeu o controle da direção. 

O carro então acabou caindo no córrego. José e Laurentina ficaram submersos na água e informações que ainda estão sendo apuradas pela perícia apontam que o condutor pode ter morrido por afogamento, já que não foram encontradas lesões no corpo dele. A mulher está em estado grave justamente por ter ingerido muita água.

O Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) estiveram no local. A esposa do motorista foi levada ao Hospital da Vida onde está sob supervisão médica.

As circunstâncias da morte e do acidente estão sendo apuradas pela polícia. O laudo pericial deve sair em breve e atestar se de fato José morreu por afogamento após não conseguir sair da água.

 

Dourados News

Foto - Divulgação - PM

Três pessoas foram presas na tarde de segunda-feira (25/2) em Dourados por envolvimento com o tráfico de drogas. Os flagrantes aconteceram após policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) encontrarem uma obra abandonada onde eram armazenados vários tipos de entorpecente. 

A ação ocorreu no cruzamento da avenida Marcelino Pires com a rua José Valério Fabiano, região do Jardim Alhambra. 

Aparecido Orgue Oligário, 45, morador em Ponta Porã, Douglas Nunes Vieira, 24, residente na Vila Santa Catarina e Gabriel Siqueira Gondim, 20, o ‘Bibi’, acabaram autuados e encaminhados à Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

Um Fiat Strada com placas de Monte Negro (RO), também foi apreendido. 

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais receberam a denúncia de que no local funcionava uma espécie de distribuidora de entorpecentes.

Após investigações, ocorreu a abordagem no local e inicialmente foi encontrado 300 gramas de maconha. 

Acionado para suporte, o canil da Polícia Militar apontou ainda para a existência de mais drogas dentro do barracão, resultando na apreensão de 534,5 quilos de maconha divididos em 23 fardos, 300 gramas de cocaína, 2,3 quilos de pasta base e mais 15 quilos de haxixe. 

Os três foram encaminhados à Defron responderão pelo tráfico de drogas. O entorpecente chegava do Paraguai e era armazenado no local antes de ser distribuído para os grandes centros consumidores do país.  

 

Dourados News

Foto - ASSECOM 3º BPM

Na madrugada dessa quinta (21), policiais militares da radio Patrulha do 3º BPM foram acionados para o atendimento de uma ocorrência de furto em um apartamento localizado na Vila São Francisco em Dourados.

No local a vítima, um jovem de 35 anos, relatou aos policiais que objetos e pertences pessoais estariam sumindo de seu apartamento desde o final do ano passado e que teria localizado parte deles no apartamento de um vizinho posteriormente identificado como Anderson Ferreira da Silva(30).

Os policiais foram até o apartamento de Anderson e acabaram localizado os objetos furtados, inclusive uma garrafa de vinho que segundo a vítima teria sido furtada naquela data.

Anderson relatou aos policiais que teria “achado” os objetos jogados no pátio do condomínio e levado pra casa.

Foram recuperados no apartamento de Anderson dois aparelhos celulares, panos de prato, uma garrafa de vinho, higienizador bucal, creme de barbear e um baralho erótico, todos pertencentes a vítima.

O caso foi registrado na DEPAC de Dourados, onde o acusado autuado em flagrante pelo crime furto.

 

ASSECOM 3º BPM

 

 

Foto - Osvaldo Duarte -Dourados News - Arquivo

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça (26), a segunda fase da Operação Nepsis, que mira esquema de contrabando de cigarros. Nesta etapa, são cumpridos um mandado de prisão preventiva e três mandados de busca e apreensão no município de Dourados.

A ação tem objetivo de buscar elementos de prova e prender um homem que se passava falsamente por policial federal, a fim de solicitar propinas da Organização Criminosa desmantelada na primeira fase, em 22 de setembro do ano passado.

Na época, vários policiais rodoviários federais acabaram levados à delegacia da PF em Dourados em cumprimento a ordens judiciais. 

De acordo com a PF, a organização investigada formou um verdadeiro consórcio de grandes contrabandistas, com a criação de uma sofisticada rede de escoamento de cigarros contrabandeados do Paraguai. 

Os produtos entravam no país pela fronteira do Mato Grosso do Sul, a qual se estruturava em dois pilares: um sistema logístico de características empresariais e, ainda, a corrupção de policiais cooptados para participar do estratagema criminoso.

O preso foi indiciado pelos crimes de Organização Criminosa (art. 2º da lei n. 12.850/2013) e Tráfico de Influência (art. 332 do Código Penal).

NEPSIS

Segundo a mitologia grega, “Nepsis” significa vigilância interior, estado mental de atenção plena. A operação foi assim batizada em alusão ao cuidado necessária para se combater as sofisticadas atividades criminosas ligadas ao contrabando e à vigilância em relação à própria atividade de fiscalização estatal para conter a corrupção de servidores públicos.

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

Pouco mais das 13h, deste domingo (24), Jovem identificado como Clodoaldo Romero Ramires, 18, foi encontrado morto no residencial Monte Carlo, em Dourados. Ele teria sido assassinado a facadas. 

O jovem é indígena, morador na Reserva em Dourados. O corpo de Clodoaldo se encontra no residencial, em um ponto distante cerca de 100 metros do acesso ao anel viário. 

Aparentemente o rapaz foi morto a facadas. A Polícia Militar está no local. A perícia é aguardada. 

 

 

Dourados News

Foto - Divulgação - SIG

Thalis Eduardo Assis de Souza, 19, e um adolescente de 13 anos se apresentaram na segunda-feira (18/2) à Polícia Civil. Eles são acusados pela morte de Anderson Salustiano da Silva, 28, ocorrida na madrugada do dia 10 de fevereiro, na rua Cândido de Carvalho, no João Paulo II, em Dourados. 

A vítima foi esfaqueada e teve a faca cravada nas costas. No corpo dela havia ainda sinais de agressão.  

De acordo com o delegado do SIG (Setor de Investigações Gerais), Rodolfo Daltro, após o crime, relatos de testemunhas apontavam para uma rixa entre Thalis e Anderson. 

Durante as investigações, a polícia descobriu que o suspeito havia deixado a cidade e se mudado para uma propriedade rural em Maracaju e também que outra pessoa teria participado da ação. 

Em meio aos trabalhos de apuração do caso, acompanhados da defesa, ambos se apresentaram ao SIG.

Nos depoimentos, o menor assumiu o homicídio, enquanto o rapaz negou ter qualquer tipo de participação, alegando ainda não possuir problema com o rapaz assassinado. 

O adolescente contou que no dia do crime, ele caminhava com Thalis e percebeu a faca na mão de Anderson.

Em posse de uma pedra, atingiu a vítima, derrubando a arma branca da mão dele. 

Logo em seguida, pegou o objeto e o esfaqueou por três vezes, deixando-a cravada nas costas. 

O jovem acabou encaminhado à Delegacia do Menor, enquanto Thalis foi indiciado pelo homicídio. 

 

Dourados News

Mais Artigos...