Dourados-MS,
Audiencia Reforma - Camara

ASSECOM 3º BPM

Policiais da Radio patrulha fizeram na manhã dessa sexta-feira(25) a recuperação de uma motocicleta que teria sido furtada na manhã de 24/05 no BNH 4º plano.

Os policiais receberam uma denúncia de que teria uma moto abandonada na rua Arapongas, próximo a matinha, sendo que em diligencias pelo local foi encontrada uma motocicleta Honda CG 125 Titan de cor verde com placa de Itaporã, sem as rodas e alguns assessórios. Em checagem ao veículo foi constatado que o mesmo seria produto de furto.

A motocicleta foi encaminhada ao 1º DP.

 

 

ASSECOM 3º BPM

Foto - Divulgação

O fazendeiro Alcino Dias Campos, 82, conhecido como “Criatura” foi absolvido pelo assassinato do advogado Paul Oserow, em março de 2010, no interior do Cartório do 1° Ofício em Dourados. A decisão do júri ocorreu nesta quinta-feira (24), no Fórum Dr. João Adolfo Astolfi, em Dourados. 

A justiça entendeu que no caso ocorreu legítima defesa putativa. Alcino foi absolvido por quatro votos a favor, sendo que não ocorreu voto contrário. 

Foi determinada ainda a devolução ao fazendeiro da arma utilizada no crime, pistola calibre 380. Ele possuía porte regulamentar da mesma, bem como registro ‘legal’. 

O caso 

O advogado Paul Oserow, de 62 anos, foi assinado com quatro tiros de pistola, dentro do Cartório do 1º Ofício em Dourados, no dia 26 de março de 2010. O fazendeiro Alcino Dias Campos, na época com 75 anos foi acusado pelo crime. 

O desentendimento entre os dois seria por conta de problemas quanto a documentação de um imóvel. O “Criatura” fugiu após a ação. 

Alguns dias depois, o então acusado se apresentou no 1° Distrito Policial acompanhado de advogado. 

 

 

Dourados News

Delegado Daltro durante entrevista Fotos: Cido Costa

A droga apreendida na manhã de terça-feira (15) em Dourados era adquirida por meio de financiamento e quem bancava eram garagistas sócios de uma empresa na cidade. "Eles financiavam o tráfico", disse em entrevista o delegado-chefe do SIG (Setor de Investigações Gerais) Rodolfo Daltro.

Agentes do SIG apreenderam 1,3 tonelada de maconha na casa de um homem identificado como Thiago Henrique, de 32 anos, em Dourados, no Jardim Esplanada, que fica na região do Guaicurus.

Em diligências, os policiais chegaram até os sócios de uma garagem de veículos, localizada na rua Coronel Ponciano, onde Thiago havia deixado uma caminhonete S10 como garantia para empréstimo de dinheiro para compra de drogas.

Por conta disso, o delegado disse que a garagem servia como financiamento do tráfico. Foi realizado buscas na empresa e no local apreendido duas armas - 9 milímetros e calibre 180, além de dinheiro. "A finalidade era a de pegar veículos como agiotagem", declarou o delegado Rodolfo Daltro.

Segundo ele, os veículos eram deixados no local por um valor bem abaixo do mercado, a exemplo da S10, que custava R$ 80 mil, mas nela foi feito "negócio" de R$ 2 mil. Caso o financiamento não fosse pago, o veículo ficava para a garagem.

Na casa de um dos sócios foi apreendido outra pistola, calibre 380, e na residência do outro, mais dinheiro. Eles foram autuados por financiamento do tráfico de drogas.

Armas, dinheiro e documentos apreendidos.
Armas, dinheiro e documentos apreendidos.
 
 
 
 
Dourados Agora

Foto - Divulgação

Uma ação conjunta entre policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) e o NRI (Núcleo Regional de Inteligência) terminou com a prisão de três homens, que segundo a polícia, formavam uma quadrilha atuante na prática de furtos em vários bairros de Dourados. 

José Cardoso dos Reis, 47, André Vargas Carvalho, 29, e Anderson Marcos da Silva Martins, 31, foram presos em flagrante na sexta-feira (11), porém, a informação foi repassada apenas nessa segunda. Eles já possuem passagem por roubo e cumprem pena em regime semiaberto e aberto. 

De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, os crimes foram cometidos contra vítimas de padrões sociais inferiores. A maioria em bairros isolados, onde os proprietários das casas passam o dia fora trabalhando. 

Algumas das vítimas afirmam não ter condições de restituir os bens furtados e até para o conserto das portas e janelas danificadas durante a ação criminosa.  Em um dos casos, o trio levou também os mantimentos da família, deixando os moradores completamente desprovidos de alimentos. 

A PRISÃO

A prisão do trio aconteceu na tarde de sexta-feira (11) após praticarem mais um furto na região da Sitioca Alvorada. 

Eles foram flagrados com televisão, máquina de cortar gramas e um voltímetro que havia subtraído de residência, dentro de um veículo GM Corsa Classic. O carro seria de André, e teria sido utilizado em todos os crimes para o transporte dos criminosos e dos bens furtados.

Ao serem questionados sobre o fato, eles afirmaram que teriam sido contratados por desconhecido para fretar os objetos tomado no crime. 

Eles foram levados para o 1° Distrito Policial de Dourados juntamente com os bens apreendidos. 

 

 

 

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

Caminhonete carregada com maconha foi encontrada carregada com maconha na manhã deste domingo (20/5) em Dourados. O veículo tem registro de furto datado de 10 de abril e estava no pátio de um posto de combustíveis na BR-163, próximo a saída para Campo Grande. 

De acordo com o boletim de ocorrência, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) recebeu denúncia da GM S-10 branca, placas GCL-3420 de São Paulo estacionada no local e foi checar a informação. 

Lá, perceberam que o veículo estava travado e na carroceria havia nove fardos com maconha, totalizando 232,7 quilos. 

Durante checagem, observaram também que a caminhonete se tratava de produto furtado e sua identificação original, GGT-6844. 

A S-10 e a maconha foram apreendidas e encaminhadas ao 1º Distrito Policial de Dourados. 

 

 

 

 

 

 

Dourados News

Um homem que não teve o nome divulgado foi preso nesta segunda-feira, dia 14 de maio, na rodovia BR-463, entre Dourados e Ponta Porã, com um carro roubado. Ele veio de Ponta Porã até o Aeroporto Francisco de Mattos Pereira, em Dourados, para buscar o cantor Thiago Brava que chegou de Porto Alegre para show em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Paraguai.

O motorista dirigia um Toyota Rav4 que tinha sido roubado em Porto Alegre no dia 5 de fevereiro deste ano e estava com placas clonadas de outro veículo.

Parado na fiscalização da Polícia Rodoviária Federal, os agentes descobriram a clonagem e o motorista foi preso.

O cantor Thiago Brava e o empresario dele identificado apenas como Gordinho foram liberados e levados até Ponta Porã, já que não tinham nenhuma participação no episódio. O motorista foi levado para a Polícia Federal de Ponta Porã.

Quando desembarcou em Dourados, Thiago gravou alguns vídeos e postou em uma rede social dizendo que estava indo fazer show em Pedro Juan Caballero. 

 

 

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte/Arquivo

A Justiça concedeu liberdade ao motorista Almir Rogério Balbo, preso no dia 24 de abril em Dourados durante ação conjunta entre policiais militares e federais. Ele estava na PED (Penitenciária Estadual de Dourados e era o motorista do caminhão Mercedes Benz apreendido com quase 700 quilos de maconha no Jardim Guanabara.

No dia, após o flagrante, foi possível chegar a um depósito de materiais recicláveis, onde havia mais entorpecentes. 

O juiz Marcus Vinícius de Oliveira Elias emitiu o alvará de soltura após pedido dos advogados Celso Berth e Rubens Saldivar. A alegação da defesa é de que Almir é réu primário, possuí residência fixa e trabalha como motorista.

Antes dele, outras duas pessoas acabaram soltas. Marlon Daniel Ferreira Oliveira, 18 e Pâmela Helen dos Santos, 24.

O caso
 

No dia da ação, 10 pessoas acabaram presas. Além de Almir, Pamela e Marlon, Valter Marcelo Demeu, 42, Gilmar Pinheiro Rojas, 35, Elecir Belini Silva, 38, David dos Santos Marques, 30, Maycon Michel dos Santos, 27, Miguel Augusto Souza dos Santos, 20 e Tatiane Almeida de Oliveira, 25 foram encaminhados ao 1º Distrito Policial.

Tatiane e Elecir são namorados e ela acabou autuada apenas por posse de munição .40. 

O rapaz, além do tráfico, responderá também por portar carregador de pistola e munições .40 e calibre 22. 

O proprietário do depósito onde estava parte da droga, Carlos Roberto dos Santos, o ‘Carlinhos’, 44, não foi encontrado e se apresentou acompanhado dos advogados no dia seguinte. Em depoimento, ele informou não saber da existência dos entorpecentes na carga e foi liberado para responder em liberdade. 

 

 

 

Dourados News

Mais Artigos...