Dourados-MS,
ALMS_Iris

Foto- Reprodução-Facebook

A vereadora Denize Portollan (PR), foi transferida na tarde desta quinta-feira (01/11) para o presídio feminino de Rio Brilhante. Ela acabou presa dentro da Operação Pregão, desencadeada ontem em Dourados e que apura um esquema de fraudes em processos licitatórios no Município.

Na quarta-feira, outros três alvos da ação realizada pelo Ministério Público Estadual, já haviam sido transferidos à PED (Penitenciária Estadual). O secretário de Fazenda João Fava Neto, o diretor do Departamento de Licitação, Anilton Garcia de Souza e o empresário Messias José da Silva, dono da prestadora de serviços Douraser.

Denize atuou como secretária Municipal de Administração logo no início do mandato de Délia Razuk (PR) e depois passou para a Educação, deixando a função desempenhada desde o ano passado em fevereiro de 2018. 

Na sua gestão frente a pasta, contrato de quase R$ 2 milhões foi assinado junto a empresa Energia – alvo de buscas na mesma operação realizada ontem - para que 98 merendeiras prestassem serviço à Rede Municipal de Ensino.

Nesse caso específico, houve dispensa de licitação, o que resultou processo investigatório por parte do poder público. 

Operação Pregão 

A Operação Pregão desencadeada pelo MPE apura supostos crimes de fraude em licitação, dispensa indevida de licitação, falsificação de documentos, advocacia administrativa, além do crime conta a ordem financeira, notadamente em razão de fraudes em licitações e contratos públicos, praticados, em tese, durante a atual gestão municipal. 

A ação foi encabeçada pela 16ª Promotoria de Justiça local com apoio de outras promotorias do órgão, além de policiais do Gecoc (Grupo Especializado no Combate à Corrupção), Bope (Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar) e DOF (Departamento de Operações de Fronteira), além da Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira).

O nome da operação “Pregão”, refere-se à modalidade de procedimento licitatório mais utilizada pelos investigados em sua atuação. 

No total, participaram da operação 13 equipes, compostas por aproximadamente 75 policiais militares, civis e servidores, além de seis promotores de Justiça de Dourados e Campo Grande. 

 

Dourados News

Foto - Adilson Domingos

O secretário Municipal de Fazenda, João Fava Neto, o diretor do Departamento de Licitação, Anilton Garcia de Souza e Messias José da Silva, dono da empresa Douraser Prestadora de Serviços de Limpeza e Conservação – Eireli, foram encaminhados há pouco à PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Eles acabaram presos na manhã desta quarta-feira (31/10) em Dourados dentro da Operação Pregão, desencadeada pelo Ministério Público Estadual e que apura suposto esquema de fraudes em processos licitatórios. 

Além deles, a vereadora Denize Portollann (PR), ex-secretária de Administração e Educação do governo Délia Razuk (PR), também foi presa e permanece na sala do OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), no 1º Distrito Policial. 

Todos os mandados de prisão cumpridos hoje são preventivos. 

Operação Pregão

A Operação Pregão apura supostos crimes de fraude em licitação, dispensa indevida de licitação, falsificação de documentos, advocacia administrativa, além do crime conta a ordem financeira, notadamente em razão de fraudes em licitações e contratos públicos, praticados, em tese, durante a atual gestão municipal. 

No total, participaram da operação 13 equipes, compostas por aproximadamente 75 policiais militares, civis e servidores, além de seis promotores de Justiça de Dourados e Campo Grande.

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

Jovem embriagado que não teve o nome divulgado por pouco não causou uma tragédia na manhã deste sábado (27/10) em Dourados. O caso ocorreu por volta das 6h, quando o rapaz não obedeceu à ordem de parada e fugiu de uma abordagem, colidindo contra veículo e quase entrando em um comércio.

De acordo com o apurado, a Polícia Militar recebeu informação de briga envolvendo duas pessoas na região central.

Na tentativa de abordagem, o condutor da Toyota Hilux empreendeu fuga pela rua Melvin Jones, invadiu a preferencial, e no cruzamento com a avenida Joaquim Teixeira Alves, bateu contra um Fiat Siena. 

Com o impacto da colisão, o utilitário invadiu a calçada e chegou a atingir uma locadora de vídeos e livraria, quebrando um dos vidros. 

O carro de passeio ficou completamente destruído e o condutor, que estava a caminho da farmácia para adquirir remédio para o filho, não teve ferimentos graves. 

O caso foi denunciado no 1º Distrito Policial e o autor preso em flagrante por embriaguez ao volante. O boletim de ocorrência ainda não havia sido finalizado até a publicação do material.  

 

 

Dourados News

Garrafa de suco foi apreendida Foto: GMD

Uma brincadeira de mal gosto levou dois adolescentes à Delegacia da Infância na manhã desta quinta-feira (25), após colocarem "laxante" em uma garrafa de suco e servirem aos colegas. O caso ocorreu na escola municipal Weimar Torres, no Parque do Lago, em Dourados.

Segundo a Guarda Municipal, acionada para atender a ocorrência, funcionário da escola desconfiou da atitude dos dois alunos de 13 anos de idade.

Os adolescentes envolvidos estavam em horário de intervalo com uma garrafa de suco de uva e passaram a distribuir a vários alunos.

O funcionário encaminhou os alunos à direção escolar, que acionou a Guarda Municipal. Em conversa com os GMs e Direção, os alunos confessaram terem colocado um comprimido do tipo "laxante" dentro do suco e passaram a dar para os colegas beberem. Aproximadamente oito alunos injeriram o suco com laxante.

A equipe da Ronda Escolar Comunitária encaminhou os alunos até a Delegacia da Infância e Juventude por expor a vida ou saúde de outrem em perigo.

À delegada Andreia Alves Pereira, os alunos disseram que queriam apenas "zoar" com os colegas de sala. Eles vão responder por "expor a vida ou saúde de outrem em perigo".

 

 

Dourados Agora

quipe do Bope durante cumprimento de mandado. - Foto: Adilson Domingos

Servidores públicos, políticos e empresários de Dourados são alvos da Operação Pregão, deflagrada na manhã desta quarta-feira pelo Ministério Público Estadual, contra esquema de fraudes em licitações. Ao todo, são cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e 16 mandados de busca e apreensão expedidos pelos juízes Luiz Alberto de Moura Filho e César de Souza Lima (em substituição legal), da 1ª Vara Criminal daquela comarca.

A força-tarefa é composta  pelo promotor de justiça Ricardo Rotunno, da 16ª Promotoria de Justiça de Dourados, com o apoio dos promotores Justiça Élcio Félix D’Angelo, Izonildo Gonçalves de Assunção Júnior, Luiz Gustavo Camacho Terçariol, Etéocles Brito Mendonça Dias Júnior e Adriano Lobo Viana de Resende, coordenador do Grupo Especializado no Combate à Corrupção (Gecoc),  além do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope), Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron).

As investigações têm por objetivo esclarecer a atuação de uma suposta organização criminosa composta por agentes públicos, políticos e empresários, visando a prática de diversos crimes incluindo fraude em licitação, dispensa indevida de licitação, falsificação de documentos, advocacia administrativa, bem como ajuste e manipulação de preços, para garantia de contratos públicos praticados, em tese, durante a atual gestão municipal. 

O nome da operação “Pregão”, refere-se à modalidade de procedimento licitatório mais utilizada pelos investigados em sua atuação. No total, participaram da operação 13 equipes, compostas por aproximadamente 75 policiais militares, civis e servidores, além dos seis Promotores de Justiça de Dourados e Campo Grande.

 

Correio do Estado

Dois morreram na troca de tiros Fotos:Adilson Domingos

Dois jovens morreram no início da noite desta quinta-feira (25) em Dourados durante troca de tiros com a polícia. O caso ocorreu no bairro Estrela Verá, região do grande Jóquei Clube.

Conforme ocorrência, policiais da inteligência do SIG (Polícia Civil) e ALI (Militar) estavam em diligência no local quando foram recebidos a tiros por Rodrigo Ferreira Dias, de 19 anos e Arthur Rodrigues Neto, de 18.

Os policiais realizavam levantamentos e monitoramentos sobre quadrilha pertencente uma facção criminosa e que realizou vários roubos de veículos na cidade nos últimos dias.

Ao averiguarem a informação de que os indivíduos estariam reunidos em um barraco na favela do Jardim Estrela Verá, foram recebidos a tiros pelo grupo, que fugiu do barraco e empreendeu fuga em uma mata fechada naquela região.

Durante o cerco feito com apoio de equipes da Rádio Patrulha, Força Tática e DOF, foi iniciada uma intensa troca de tiros onde Rodrigo e Arthur foram alvejados e morreram

 

Dourados Agora

Na tarde de quarta-feira (24), o Comandante Geral da PMMS, Coronel OPM Waldir Ribeiro Acosta reuniu-se no Anfiteatro da Escola Estadual Presidente Vargas, com o efetivo do 3º Batalhão da Policia Militar, 9ª Companhia Independente de Polícia Militar, Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e Polícia Militar Ambiental em Dourados, afim de apresentar resultados operacionais e melhorias estruturais alcançadas pela instituição, além dos investimentos e avanços implementados nos últimos anos.

Estiveram presentes ao evento o Comandante do CPA-1 - Coronel Givaldo Mendes de Oliveira, Tenente Coronel Carlos Silva – Comandante do 3º BPM, Tenente Coronel Rodrigo Alex Potrich – Comandante da 9ª CIPM, Tenente Coronel Magno – Comandante do 4º BPM de Ponta Porã, além dos demais comandantes de Unidades Operacionais da PM subordinadas ao CPA-1.

Também estiveram presentes a Subsecretária Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Srª Luciana Azambuja Roca e os representantes da Associação de Cabos e Soldados da PMBMMS, Cabo Couto – Diretor Estadual e o Cabo Espindola – Diretor Regional da ACS Dourados.

Durante seu discurso, o Comandante Geral discorreu acerca dos projetos que compõe o plano de governo para a próxima gestão, visando manter os investimentos na logística e condições de trabalho, bem como a valorização pessoal e profissional dos militares.

O comandante apresentou e parabenizou toda a tropa pelos resultados operacionais das unidades da PM da Região de Dourados.

A gestão dos comandos das unidades operacionais, através de ações preventivas e operações conjuntas com apoio do Grupamento de Policiamento Aéreo, Departamento de Operações de Fronteira, Batalhão de Choque e Batalhão de Operações especiais (BOPE), reduziram grande parte dos índices criminais na Grande Dourados conforme tabela:

O índice de Dourados, usado pelo comando da instituição, prevê 12 tópicos sendo que 8 desses apresentaram uma redução consistente, 1 não teve alteração positiva ou negativa, que foi o crime de roubo a residência e 3 com aumento, que são os crimes de roubo de veículo, furto simples e latrocínio.

Já em âmbito estadual o único índice negativo foi o de feminicídio, com 23 ocorrências em 2017 e 26 em 2018.
As ações e operações da PM serão intensificadas em Dourados, com a finalidade de viabilizar a redução dos índices que não apresentaram queda nesse estudo, com o emprego de todos os meios necessários para alcançar esse objetivo.

Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul – Presença Ativa, sociedade protegida.

Mais Artigos...