Dourados-MS,
Camara- (1000x90)

Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei

Dourados
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Na noite de sábado (15) os internos da Unei (Unidade Educacional de Internação) Laranja Doce em Dourados iniciaram um protesto que quase terminou em rebelião com intimidações, tumulto e incêndios. Além de colchões, roupas também foram jogadas no fogo. 

'Batendo grades' e proferindo ofensas ao diretor da Instituição, os jovens protestavam contra as novas medidas determinadas na Unidade, que seriam injustas, no entendimento dos internos. 

Equipes da Polícia Militar de Dourados estiveram na Unei na noite de sábado (15) e permaneceram na instituição até a manhã deste domingo (16). Os policiais reforçaram a segurança e entraram no imóvel para averiguar as consequências das ações. 

Ninguém chegou a ser feito de refém nem houve registro de feridos. 

Quatro internos são apontados como os líderes do motim que teve como consequência danos ao patrimônio público. 

Um deles tem 18 anos, responde por roubo e sequestro, residente em Nova Andradina; além de um adolescente de 16 anos morador na Vila Rosa em Dourados que responde pelo crime de tráfico de drogas; um morador do Canaã I em Dourados de 20 anos que responde pelo crime de homicídio; além de um rapaz de 19 anos acusado de latrocínio.