Dourados-MS,
 Camara municipal-principal

Homem suspeito de matar namorada e filha de 1 mês é preso em flagrante por furto horas depois em MS

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Dourados
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

A Polícia Militar prendeu em Glória de Dourados (MS), o principal suspeito de matar Maiana Barbosa e a filha de 1 mês de idade nesta segunda-feira (26).

De acordo com o delegado da Polícia Civil da cidade, Cristiano André Heim, Marcos Fioravanti Neto, de 22 anos, estava foragido e foi preso na final da tarde, após roubar uma idosa de 70 anos. Ele teria cometido outro roubo, horas antes, em Vicentina (MS).

Marcos é o principal suspeito pelo assassinato de Maiana Barbosa, de 20 anos, e da própria filha, Dandara, de 1 mês. Os corpos de mãe e filha foram encontrados no início da manhã desta segunda-feira (26). A delegada da mulher em Dourados, Paula Oruê, disse que a Polícia Civil não tem dúvidas de que Marcos seja o assassino de Maiana e da bebê. 

Marcos Fioravanti Neto, suspeito de matar Maiana e a filha, foi preso em flagrante horas depois cometendo furto em cidade vizinha — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Marcos Fioravanti Neto, suspeito de matar Maiana e a filha, foi preso em flagrante horas depois cometendo furto em cidade vizinha — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A delegada disse ainda que, como a representação contra ele já foi feita por furto, a Justiça deve se manifestar ainda nesta segunda-feira (26).

Marcos morava com a mãe, o padrasto e uma irmã. Foi a mãe dele que encontrou os corpos de Maiana e Dandara. Em depoimento, acompanhada por 2 advogados, a mãe de Marcos alegou que ele "sofria de problemas mentais".

A polícia aguarda o laudo da perícia sobre a causa da morte de Maiana e a da filha. Ambas tinham perfurações no pescoço. 

O caso 

A estudante Maiana Barbosa Oliveira de 20 anos, foi morta com uma facada no pescoço, segundo a polícia. O corpo dela e da filha de apenas 1 mês, foram encontrados com perfurações, na tarde dessa segunda-feira, no quarto da casa em que elas moravam em Dourados, a 230 km de Campo Grande. A faca do crime foi encontrada no local. 

Maiana Barbosa e filha de 1 mês foram mortas e a suspeita do crime é do companheiro que está foragido. — Foto: Divulgação/Redes Sociais
Maiana Barbosa e filha de 1 mês foram mortas e a suspeita do crime é do companheiro que está foragido. — Foto: Divulgação/Redes Sociais

Maiana cursava História na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), que suspendeu as aulas no curso nesta segunda-feira (26), em "Repúdio ao feminicídio".

 

G1MS