Dourados-MS,
CMD-DROGAS

Foto - Osvaldo Duarte

Ação conjunta realizada entre o Conselho Tutelar, juizado da Infância e da Adolescência e policiais militares da Força Tática acabou com festa regada a bebida alcoólica e lotada de menores de idade. 

O fato ocorreu no início da noite de domingo (16/12), em Dourados. 

De acordo com o boletim de ocorrência, o flagrante aconteceu após denúncia do evento num espaço para festas localizado no Residencial Bonanza.

Em torno de 500 pessoas estavam no local, aproximadamente 100 deles, adolescentes. 

Cinco menores – três meninas e dois meninos – apresentavam visível estado de embriaguez e acabaram levados ao 1º Distrito Policial. Os policiais também apreenderam várias garrafas de bebidas alcoólicas. 

Ainda de acordo com o registro, o organizador do evento foi identificado, porém, não estava no local. 

O caso segue investigado. 

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

Natanael Nunes Costa, 51, morreu há pouco em Dourados após confrontar agentes da Polícia Civil do SIG (Setor de Investigações Gerais), 1 Distrito Policial e militares da Força Tática durante abordagem. 

Segundo informações preliminares apuradas, o rapaz estaria articulando a morte de um bombeiro militar. Nesta tarde ele foi encontrado na Rua C, região do Jardim Caimã, buscando armas e se encontrando com comparsa para praticar o crime. 

A polícia chegou ao local na tentativa de abordar o rapaz, mas foi recebida a tiros. No confronto Natanael acabou atingido e morreu. 

Peritos estão se deslocando para o bairro a fim de realizar a análise do fato. 

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

Renato Oliveira Assupção, 29, se envolveu em acidente de trânsito na manhã deste sábado (15), por volta das 5h40, em Dourados. Ele ficou ferido e foi encaminhado a unidade hospitalar. 

O rapaz seguia na avenida Marcelino Pires em um veículo modelo Corsa, cor preto, placas de Dourados quando em circustâncias ainda desconhecidas acabou por colidir o carro frontalmente com um poste. 

A batida aconteceu na área central de Dourados, próximo ao cruzamento com a rua Albino Torraca. 

Renato foi socorrido pela equipe do Samu (Serviço Móvel de Urgência) e encaminhado para unidade hospitalar. 

Apesar do impacto, o Rapaz não sofreu graves ferimentos. 

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

O MPE (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul), desencadeou na manhã desta terça-feira (11) a segunda fase da Operação Pregão, que apura esquema de fraudes em licitações na prefeitura de Dourados. 

Dois mandados de prisão, contra o ex-contador da prefeitura Rosenildo França e a esposa dele e outros dois de busca e apreensão foram expedidos pelo juiz Luiz Alberto de Moura Filho, da 1ª Vara Criminal de Dourados. 

As ações ocorrem por intermédio do 16º promotor de Justiça Ricardo Rotunno, com o apoio do promotor Etéocles Brito Mendonça Dias Júnior, do Grupo Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco e do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil.

O Dourados News apurou que os mandados são cumpridos na região do BNH IV Plano.

Na primeira fase da Operação Pregão, desencadeada no dia 31 de outubro, quatro pessoas acabaram presas, entre elas o ex-secretário de Fazenda de Dourados, João Fava Neto e a vereadora Denize Portollan, que na época das investigações atuava como secretária de Educação do Município.

Outros 16 mandados de busca e apreensão ocorreram na mesma data.

Operação Pregão

As investigações têm por objetivo esclarecer a atuação de uma suposta organização criminosa, composta por agentes públicos, políticos e empresários, visando a prática de diversos crimes, incluindo fraude em licitação, dispensa indevida de licitação, falsificação de documentos e advocacia administrativa, além do crime contra a ordem financeira e incidência na conduta da Lei Anticorrupção, sem prejuízo de outros, notadamente em razão de fraudes em licitações e contratos públicos, praticados, em tese, durante a atual gestão municipal.

O nome da operação “Pregão”, refere-se à modalidade de procedimento licitatório mais utilizada pelos investigados em sua atuação. 

 

 

Dourados News

Foto - ASSECOM 3º BPM

Ação conjunta da Polícia Militar com a Guarda Municipal localizou uma arma calibre 32 e porção de maconha em um ônibus em Dourados, no início da noite desta sexta-feira (14). Cinco homens e um adolescente acabaram detidos e posteriormente liberados. 

O ônibus de transporte de trabalhadores foi interceptado ao lado da Rodoviária de Dourados. As equipes localizaram a arma e a porção de 735 gramas de maconha. 

Cinco homens, sendo estes com idade de 29 anos, 20 anos, 19 anos, 22 anos, moradores em Baurú-SP e um de 47 anos, morador em Dourados acabaram levados para o 1° Distrito Policial. Adolescente de 17 anos que também foi levado era morador de Baurú-SP. 

Na delegacia, eles afirmaram que a pessoa que carregava a arma tinha conseguido fugir do ônibus. Quanto a droga, relataram que era pra consumo do grupo, “que sempre que iam na fronteira com o Paraguai buscar alguns itens traziam um pouco para uso”. 

O grupo foi ouvido e liberado. 

 

Dourados News

Foto - Osvaldo Duarte

Homem foi assassinado a facadas na tarde desta sexta-feira (14) em Dourados. Joaquim Mendes de Castro, 40, acabou atingido na casa onde morava, numa área ocupada no fundo do bairro Parque do Lago.

A principal suspeita é que o enteado dele, de 17 anos, tenha cometido o crime.  

De acordo com o apurado, a vítima chegou ao local poucas horas após deixar a prisão e teria discutido com o rapaz, já identificado pela polícia. 

Em seguida, Joaquim foi atingido por pelo menos dois golpes de faca. 

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) esteve na casa, porém, ele já estava morto. 

 

Dourados News

Foto - Gizele Almeidas

Policiais civis do 2º Distrito Policial e a 16ª Promotoria de Justiça do Ministério Público Estadual deflagraram na tarde de quarta (5) em Dourados e Campo Grande, a Operação Cifra Negra. 

Ao todo, são 10 mandados de prisão e um de busca e apreensão nas duas cidades, expedidos pelo juiz da 1ª Vara Criminal, Luiz Alberto de Moura Filho.  

Os vereadores Idenor Machado (PSDB), Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB) foram presos. Idenor comandou a Câmara entre os anos de 2010 e 2016.

Além deles, o ex-vereador Dirceu Longhi (PT) e o ex-servidor Amilton Salina acabaram detidos na maior cidade do interior do Estado. 

De acordo com nota encaminhada à imprensa, a ação é originária de outras duas operações, a Telhado de Vidro e a Argonautas – deflagradas em 2013 em 2014 - e que investiga crimes de colarinho branco. 

Na Câmara de Dourados, as investigações apontam para corrupção ativa e passiva. 

Conforme o Ministério Público, em diversos processos licitatórios realizados nos anos anteriores dentro da Casa, empresas consideradas como ‘cartas marcadas’ se apresentavam e atuavam em conluio. 

Algumas delas, conforme o MPE, existiam apenas no papel para simular uma concorrência legal. “Sem a devida concorrência, os valores dos contratos oriundos destes processos se faziam exorbitantes”, diz trecho da nota. 

Propinas

Ainda de acordo com o Ministério Público Estadual, para garantir o esquema, essas empresas repassavam na época, valores aos vereadores a título de propina.

 

Dourados News

Mais Artigos...