Dourados-MS,
BANNER 1 - Camra-20-11- (1000X90)

Mais de cinco mil pessoas participam do concurso da Polícia Civil

Policia
Fonte
  • Extra-Pequena Pequena Media Grande Extra-Grande
  • Padrão Helvetica Segoe Georgia Times

Cerca de 5.100 pessoas participaram neste sábado, 04/12, do concurso para cargos de delegado de polícia, perito médico-legista e perito criminal, da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul. As provas objetivas aconteceram na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS).

Os portões foram abertos às 13 horas, mas, pelo menos 1 hora antes já havia candidatos em frente às universidades para não correrem o risco de perderem o horário. Às 14 horas os portões foram fechados e em seguida iniciaram-se as avaliações.

Segundo dados da Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), especificamente para essas vagas foram inscritos 5.969 candidatos, sendo que deste número, 863 deixaram de comparecer nos locais das provas. O concurso prevê 158 vagas, sendo 30 para delegado, 75 para perito criminal e 53 para perito médico-legista.

De acordo com a secretária de administração e desburocratização do governo do estado, Ana Carolina Araújo Nardes, a realização deste concurso faz parte do projeto MS Mais Seguro e prevê o fortalecimento das Forças de Segurança do estado. “O governo recentemente fez um expressivo investimento nesta área, com mais de R$ 130 milhões que foram utilizados para compra de equipamentos e viaturas e agora está investindo no capital humano, para reforçar a segurança, fortalecendo a Polícia Civil do nosso Estado e, desta forma, mantendo o índice de primeiro em resolução de crimes no Brasil”, reforçou.

Para garantir a transparência, a lisura, a segurança e uma boa organização no concurso, foi montada uma equipe com 641 colaboradores da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (Fapec), 137 agentes de segurança privada, com detectores de metais, 459 Fiscais, 12 Coordenadores, 19 Auxiliares de Coordenação, 4 Coordenadoras Municipais, 1 Coordenadora-Geral, 1 Delegado-Supervisor, 2 motoristas, 8 membros da Comissão Organizadora e 22 policiais (agentes e delegados).

Além disso, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) esteve presente com uma equipe fazendo a verificação de eventuais sinais de rádio, celular ou algum outro meio de comunicação interna (sala de aula) ou externa, para prevenir qualquer tipo de fraude durante a realização das provas.

As mães com bebês também tiveram a possibilidade de levar seus filhos, que ficaram com um responsável em uma sala específica para que as candidatas pudessem ter seu direito de amamentação garantido.

Alunos sabatistas

As provas dos 13 candidatos que guardam o sábado tiveram início às 18 horas na UFMS, com encerramento às 22h10 minutos para perito criminal e médico legista e às 23h10min para delegado.

De acordo com o diretor da Academia de Polícia Civil e coordenador da comissão do concurso, delegado Roberto Gurgel de Oliveira Filho, foram mais de cinco meses de trabalho da comissão organizadora do concurso para que este dia transcorresse de forma tranquila e segura em todos os aspectos. “Estamos encerrando os trabalhos sem nenhuma intercorrência grave e todos os candidatos tiveram condições de realizar a prova, de forma ordeira, em ambos os locais”, salientou.

Outros cargos

As provas para agente de polícia científica e perito papiloscopista serão aplicadas no domingo, dia 12 de dezembro, para mais de 5.500 inscritos. Os locais e ensalamento serão divulgados na próxima semana.