Dourados-MS,
Assembléia - Vem participar
Grid List

Foto - Osvaldo Duarte

Dourados

Caminhonete carregada com maconha foi encontrada carregada com maconha na manhã deste domingo (20/5) em Dourados. O veículo tem registro de furto datado de 10 de abril e estava no pátio de um posto de combustíveis na BR-163, próximo a saída para Campo Grande. 

De acordo com o boletim de ocorrência, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) recebeu denúncia da GM S-10 branca, placas GCL-3420 de São Paulo estacionada no local e foi checar a informação. 

Lá, perceberam que o veículo estava travado e na carroceria havia nove fardos com maconha, totalizando 232,7 quilos. 

Durante checagem, observaram também que a caminhonete se tratava de produto furtado e sua identificação original, GGT-6844. 

A S-10 e a maconha foram apreendidas e encaminhadas ao 1º Distrito Policial de Dourados. 

 

 

 

 

 

 

Dourados News

Delegado Daltro durante entrevista Fotos: Cido Costa

Dourados

A droga apreendida na manhã de terça-feira (15) em Dourados era adquirida por meio de financiamento e quem bancava eram garagistas sócios de uma empresa na cidade. "Eles financiavam o tráfico", disse em entrevista o delegado-chefe do SIG (Setor de Investigações Gerais) Rodolfo Daltro.

Agentes do SIG apreenderam 1,3 tonelada de maconha na casa de um homem identificado como Thiago Henrique, de 32 anos, em Dourados, no Jardim Esplanada, que fica na região do Guaicurus.

Em diligências, os policiais chegaram até os sócios de uma garagem de veículos, localizada na rua Coronel Ponciano, onde Thiago havia deixado uma caminhonete S10 como garantia para empréstimo de dinheiro para compra de drogas.

Por conta disso, o delegado disse que a garagem servia como financiamento do tráfico. Foi realizado buscas na empresa e no local apreendido duas armas - 9 milímetros e calibre 180, além de dinheiro. "A finalidade era a de pegar veículos como agiotagem", declarou o delegado Rodolfo Daltro.

Segundo ele, os veículos eram deixados no local por um valor bem abaixo do mercado, a exemplo da S10, que custava R$ 80 mil, mas nela foi feito "negócio" de R$ 2 mil. Caso o financiamento não fosse pago, o veículo ficava para a garagem.

Na casa de um dos sócios foi apreendido outra pistola, calibre 380, e na residência do outro, mais dinheiro. Eles foram autuados por financiamento do tráfico de drogas.

Armas, dinheiro e documentos apreendidos.
Armas, dinheiro e documentos apreendidos.
 
 
 
 
Dourados Agora

Um homem que não teve o nome divulgado foi preso nesta segunda-feira, dia 14 de maio, na rodovia BR-463, entre Dourados e Ponta Porã, com um carro roubado. Ele veio de Ponta Porã até o Aeroporto Francisco de Mattos Pereira, em Dourados, para buscar o cantor Thiago Brava que chegou de Porto Alegre para show em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Paraguai.

O motorista dirigia um Toyota Rav4 que tinha sido roubado em Porto Alegre no dia 5 de fevereiro deste ano e estava com placas clonadas de outro veículo.

Parado na fiscalização da Polícia Rodoviária Federal, os agentes descobriram a clonagem e o motorista foi preso.

O cantor Thiago Brava e o empresario dele identificado apenas como Gordinho foram liberados e levados até Ponta Porã, já que não tinham nenhuma participação no episódio. O motorista foi levado para a Polícia Federal de Ponta Porã.

Quando desembarcou em Dourados, Thiago gravou alguns vídeos e postou em uma rede social dizendo que estava indo fazer show em Pedro Juan Caballero. 

 

 

 

Dourados News

Homem foi levado a Polícia Civil da Capital. - Foto: Divulgação

Campo Grande

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 30,6 quilos de pasta base de cocaína na BR-163. Segundo informações da assessoria de imprensa da PRF, os policiais realizavam fiscalização na Unidade Operacional de Campo Grande (km-454), quando abordaram o veículo GM/S10 Executive, conduzido por um homem de 24 anos.

O motorista estava nervoso e agitado, apontam, e a equipe solicitou apoio ao  Grupo de Operações com Cães (GOC-PRF) para que realizasse vistoria com os farejadores de drogas.

Os três cães indicaram a presença de entorpecente na região do banco traseiro da caminhonete. Os policiais observaram que atrás do banco havia um compartimento oculto, criado para transportar ilícitos.

Foram retirados 30 tabletes de pasta-base de cocaína, que somaram 30,6 kg. O flagrante aconteceu na tarde de ontem.

O motorista do veículo disse que foi contratado por uma pessoa em Ponta Porã e que levaria o veículo até um posto de gasolina na Capital. 

O homem foi preso em flagrante e encaminhado com a droga e veículo para a Polícia Civil de Campo  Grande. (Com assessoria)

 

Correio do Estado

Tenente-coronel Admilson Cristaldo Barbosa, preso na operação, chegando na Corregedoria da PM - Foto: Leandro Abreu/Correio do Estado

Campo Grande

Militares presos por corrupção em operação do Grupo de Apoio Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), quarta-feira (16), eram comandantes de batalhões da Polícia Militar no interior de Mato Grosso do Sul. Segundo o jornal Correio do estado, um deles chegou a receber a mais alta honraria da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul,  a Medalha do Mérito, além de outras condecorações.

Entre os presos estão o tenente-coronel  Admilson Cristaldo Barbosa - comandante do 11º Batalhão da PM de Jardim; tenente-coronel Luciano Espindola da Silva - comandante da 1ª Companhia Independente da PM de Bonito; 1º sargento Jhondnei Aguilera - comandante do 1º Grupamento de Boqueirão; sargento Angelucio Ricalde Paniagua - comandante do 2º grupamento da PM de Guia Lopes da Laguna; além do major Oscar Leite Ribeiro - Comandante da 2ª Companhia de Polícia Militar de Bela Vista; e do cabo Ivan da Silva - que atuava em Maracaju.

Barbosa já foi homenageado com a Medalha Tiradentes – concedida pela PMMS; Medalha Mérito Santos Dumont – concedida pela Força Aérea Brasileira em Julho/2005; Medalha Insígnia do Mérito Policial Militar – concedida pela PMMS em setembro/2010; Medalha de Bronze – 10 anos de bons serviços prestados à Ordem, segurança e Tranquilidade do Estado – PMMS; Medalha de Prata – 20  anos de bons serviços prestados à Ordem, segurança e Tranquilidade do Estado – PMMS; Título de Herói do Sindicato Rural do MS; Medalha Ordem do Mérito Aeronáutico (A Mais Alta Distinção Honorífica do Comando da Aeronáutica) – Concedida pela Força Aérea Brasileira em outubro/2013.

Já o cabo Ivan da Silva chegou a receber a medalha Tiradentes, por prestar relevantes serviços à sociedade, em 21 de abril de 2016.

A ação comandada pelo Gaeco tem relação com flagrante realizado em dezembro do ano passado, quando sete policiais militares tornaram-se réus pela prática dos crimes de concussão e sequestro.

Eles teriam sequestrado contrabandistas de cigarro paraguaio e cobrado R$ 150 mil para liberar o veículo. Na ocasião, dois policiais militares foram presos pelo Gaeco e interromperam a extorsão que os PMs praticavam.

RÉUS

Foram denunciados, na ocasião, o terceiro sargento Alex Duarte Aguir, os cabos Rafael Marques da Costa, Eduardo Torres de Arruda, João Nilson Cavanha Vilalva e Felipe Fernandes Alves, além dos soldados Lucas Silva de Moraes e Walgnei Pereira Garcia.

Conforme o Ministério Público Estadual, cientes da reprovabilidade de suas condutas, eles exigiram para si vantagem indevida, e, em consequência desta vantagem, deixaram de praticar ato de seus ofícios. Os denunciados ainda sequestraram a vítima Rogério Fernandes Mesquita.

 

 

Correio do Estado

Foto - Divulgação

Campo Grande

O Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Corregedoria da Polícia Militar deflagraram, na manhã desta quarta-feira (16), uma operação de combate à corrupção no âmbito policial. Ao todo serão cumpridos, 66 mandados em 14 cidades do Estado.

Conforme as informações preliminares divulgadas pela assessoria do Gaeco, serão cumpridos 45 mandados de busca e apreensão e outros  21 de prisão no decorrer do dia. Outros detalhes sobre a ação ainda não foram divulgados.

Oiketikus é uma praga conhecida como "bicho-do-cesto", que ataca plantações quando está na fase de larva, antes de se transformar em uma mariposa.

 

 

Correio do Estado

Advertisement