The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

Daniela Hall defende Delegacia da Mulher 24h

Daniela Hall defende Delegacia da Mulher 24h

Em cerimônia do Prêmio Marta Guarani, vereadora cobra melhor estrutura para combater a violência contra as mulheres. A vereadora Daniela Hall (PSD) defendeu ontem a criação do plantão 24 horas na Delegacia da Mulher de Dourados.

Em seu discurso, durante a cerimônia do Prêmio Marta Guarani, que homenageou a titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Paula Ribeiro dos Santos Oruê, a parlamentar lamentou o fato de Mato Grosso do Sul estar na terceira colocação no ranking de estados com o maior índice de assassinatos contra mulheres pretas e pardas.

Também destacou fato ocorrido em Itaporã, na noite de domingo, em que uma gestante foi brutalmente espancada pelo companheiro que chegou a pular sobre o abdome da vítima, na tentativa de provocar um aborto.

Conforme a vereadora, estudo do Panorama da Violência contra as Mulheres no Brasil, coloca o Estado como um dos mais violentos.

Em Mato Grosso do Sul, o número de assassinatos de mulheres pretas ou pardas aumentou 53% e o número de estupros chega a 106,3 casos para cada grupo de 100 mil mulheres, o terceiro pior resultado do país. “Na contramão do combate a violência, em Dourados, importantes serviços de proteção a Mulher precisam de melhores estruturas, a exemplo da Casa Abrigo, que hoje encontra-se praticamente desativada.

Precisamos de uma delegacia com estrutura para funcionar 24 horas, tendo em vista que a violência não tem hora para acontecer. Precisamos, lutar para a conscientização contra a violência. Devemos elevar as nossas vozes para que as mulheres agredidas tenham representação. Por isso é necessário aparelhar o Estado com juizados, delegacias e abrigos para que as vítimas de agressão se sintam seguras em denunciar seus algozes que, na maioria das vezes, têm um relacionamento com elas”, destacou a parlamentar.

A vereadora explica que em Dourados está sendo construída, pelo Governo do Estado, a primeira sede própria da Delegacia da Mulher em Dourados com previsão de entrega para os próximos dias.

No entanto a atual estrutura oferecida as mulheres não funciona em período integral. "A violência contra a mulher pode acontecer à noite, no feriado, na hora do almoço. E hoje, justamente nestes períodos, a Delegacia da Mulher de Dourados está fechada, já que funciona somente em horário comercial, das 8h às 12h e das 14h às 18h”, explicou.

De acordo com Daniela, por causa da falta do plantão 24 horas na Delegacia Especializada de Dourados, as mulheres que são vítimas de violência precisam se deslocar aos plantões de atendimento geral, o que além de constrangimentos fere princípios contidos nas Normas Técnicas das Delegacias da Mulher, que entre outros pontos, prevê que quando houver apenas uma Delegacia da Mulher no município, ela precisa funcionar de forma integral. Marta Guarani Ainda durante a cerimônia, a vereadora destacou os grandes feitos da delegada Paula Oruê no combate a violência contra a mulher. “Termino minha fala destacando mais uma vez o importante papel que a delegada Paula vem desempenhando para diminuir esses lamentáveis índices. Que seus exemplos possam incentivar e inspirar muitas outras “Paulas” e “Martas” na busca de uma sociedade mais justa e humana”, finaliza.